Sábado, 17 de agosto de 2019

ISSN 1983-392X

Eleição

Urna eletrônica e cidadania: uma história que materializa a democracia

Em 2018 completa 24 anos que a justiça eleitoral processou, pela primeira vez, resultado da eleição por via eletrônica.

sexta-feira, 25 de maio de 2018

No dia 7 de outubro de 2018, milhões de brasileiros terão a oportunidade de escolher, com apenas alguns toques, os dirigentes do país. Escolher, votar e eleger são alguns verbos que se materializam quando o cidadão pressiona a tecla fim, acompanhada pelo conhecido som que indica o exercício da cidadania, ao votar na urna eletrônica.

Ela não só possibilitou um processo eleitoral mais célere, como também mostrou um país decidido a investir na democracia após um regime ditatorial. Em 1994, o Brasil viu, pela primeira vez, a Justiça Eleitoral processar o resultado das eleições por via eletrônica.

(Clique na imagem para ampliar)

(Fonte: Jornal O Estado de S. Paulo, 1994)

A "máquina de votar", como chamada pelos jornais da época, é inclusive modelo apresentado para outros países. A fama decorre de suas características: praticidade, rapidez e clareza por meio das fotos dos candidatos.

Confira a história da urna eletrônica no Brasil:

leia mais

patrocínio

VIVO

últimas quentes