Quarta-feira, 21 de agosto de 2019

ISSN 1983-392X

Novo negócio

Boeing e Embraer anunciam criação de nova empresa de aviação comercial

O novo negócio é avaliado em US$ 4,75 bilhões.

quinta-feira, 5 de julho de 2018

Foi divulgado nesta quinta, 5, o memorando firmado entre as empresas aéreas Embraer e Boeing, no qual estabelecem as premissas para a combinação de novo negócio no ramo de aviação comercial. Pelo acordo não-vinculante, o valor da empresa é de US$ 4,75 bilhões e conta com aprovação do conselho de administração da companhia.

Pelo acordo, a Boeing deve pagar US$ 3,8 bilhões pelos 80% de propriedade na joint venture. As empresas ainda finalizarão os detalhes do novo negócio nos próximos meses. Depois, o acordo depende de aprovações regulatórias e dos acionistas, incluindo o governo brasileiro, que já consentiu para o prosseguimento do acordo.

Pelo comunicado conjunto, a expectativa é que a parceria proposta seja contabilizada nos resultados da Boeing por ação, no início de 2020, e gere sinergia anual de custos estimada de cerca de US$ 150 milhões até o terceiro ano.

"O acordo não-vinculante propõe a formação de uma joint venture que contempla os negócios e serviços de aviação comercial da Embraer, estrategicamente alinhada com as operações de desenvolvimento comercial, produção, marketing e serviços de suporte da Boeing."

patrocínio

Bradesco VIVO
Advertisement

últimas quentes