Quarta-feira, 17 de outubro de 2018

ISSN 1983-392X

Saúde

PLS repassa automaticamente reajuste de planos de saúde à remuneração de médicos

Projeto foi aprovado pela Comissão de Assuntos Econômicos – CAE na última quarta-feira, 10.

domingo, 14 de outubro de 2018

A Comissão de Assuntos Econômicos – CAE do Senado aprovou na última quarta-feira, 14, o PLS 380/11. A proposta, de autoria do senador Eduardo Amorim, altera a lei 9.961/00 e determina que os planos de saúde reajustem, automaticamente, a remuneração dos médicos sempre que houver correção no valor das mensalidades pagas pelos beneficiários.

t

O PLS também confere à Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS a competência para homologar e fiscalizar o cumprimento de acordos que reajustem a remuneração dos profissionais da medicina.

De acordo com Amorim, o objetivo do projeto é garantir que qualquer reajuste de mensalidade seja obrigatoriamente repassado, no mesmo percentual à tabela de remuneração pelos serviços médicos.

Para o relator do projeto na CAE, senador Ronaldo Caiado, a remuneração pelas consultas deve ser adequada à complexidade do atendimento prestado pelos médicos. "Sem uma contrapartida justa, é compreensível que os profissionais da área da saúde se sintam desvalorizados após tantos anos dedicados exclusivamente à Medicina e à constante atualização de seus conhecimentos", afirmou em seu relatório.

No entanto, segundo Caiado, as recentes alterações na legislação já têm corrigido parte destas distorções, como, por exemplo, a obrigatoriedade de doção de contratos escritos entre as operadoras e seus prestadores de serviços, que disponham sobre a definição dos valores dos serviços contratados, dos critérios, da forma e da periodicidade dos reajustes.

Após aprovação na CAE, a matéria segue agora para a Comissão de Assuntos Sociais – CAS do Senado.

patrocínio

VIVO
Advertisement

últimas quentes