Quarta-feira, 20 de março de 2019

ISSN 1983-392X

Eleições OAB 2018

Criminalista Sergei Cobra lança candidatura à OAB/SP

A advocacia paulista irá eleger a diretoria seccional no próximo dia 29 de novembro; advogado prometeu "devolver" entidade aos advogados.

terça-feira, 30 de outubro de 2018

O advogado criminalista Sergei Cobra protocolou, nesta segunda-feira, 29, a chapa “OAB pra você”, em que concorre à presidência da OAB/SP, tendo como vice o advogado João Biazzo Filho, na eleição que ocorrerá no próximo dia 29 de novembro.

t

Segundo o candidato, a principal bandeira da chapa, que recebeu o número 16, é "devolver" à entidade aos advogados, para que se sintam, de fato, representados.

“Queremos tirar a OAB das mãos de pessoas que burocratizaram a Ordem de tal forma que ela não serve para seus próprios associados. Hoje, ela não consegue defender nem a Advocacia, nem o Estado Democrático de Direito e tampouco a sociedade. Nos comprometemos a devolver a OAB para os advogados e fazê-la cumprir sua função social”, afirmou Sergei Cobra.

A chapa "OAB pra você" já tem 30% de mulheres advogadas em cargos de direção, conforme determinação do Conselho Federal da OAB para as eleições de 2021. Na oficialização, nesta segunda-feira, Sergei estava acompanhado de mais de 100 advogados e apoiadores, que fizeram questão de prestigiar o ato. Também estava presente a mãe do candidato, a advogada, apresentadora de TV e política paulista, Zulaiê Cobra.

Criminalista com 21 anos de advocacia, Sergei é tido entre os pares como uma pessoa vocacionada para dirigir a OAB. É a segunda vez que ele disputa o cargo. A primeira foi em 2015, quando obteve 25 mil votos. Biazzo, que hoje é seu vice, também disputou naquele ano a vaga de presidente, obtendo 15 mil votos. Desta vez, eles estão juntos na mesma chapa. Já o advogado Anis Kfouri, que também concorreu há três anos, obteve, à época, 9 mil votos. E decidiu, este ano, apoiar Sergei.

Cerca de 700 urnas serão emprestadas pelo TRE/SP para a eleição em todo o Estado de São Paulo. Aproximadamente 380 mil advogados estão aptos a votar. Estão concorrendo cinco chapas e a vitoriosa irá administrar a OAB por três anos (triênio 2019/2021), com um orçamento de cerca de R$ 100 milhões.

patrocínio

Bradesco

últimas quentes