Quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

ISSN 1983-392X

Se sancionado, aumento do STF deve gerar efeito cascata no funcionalismo público

Ministro Toffoli e presidente do Senado, Eunício Oliveira, informam que o aumento não vai extrapolar o teto de gastos do Judiciário.

terça-feira, 13 de novembro de 2018

O Senado aprovou na última quarta-feira, 7, por 41 votos a 16, dois projetos que preveem o aumento do salário dos ministros do STF e da procuradora-Geral da República. Se for sancionado, o holerite dos ministros passa de R$ 33 mil para 39 mil reais.

O presidente da Corte, ministro Toffoli, e o presidente do Senado, Eunício Oliveira, informam que não há motivos para preocupação, e garantem que o aumento não vai extrapolar o teto de gastos do Judiciário.

O problema, ninguém duvide, não está nos 12 holerites: é quanto ao resto, já que o salário representa o teto do funcionalismo público, de modo que certamente haverá um efeito cascata. Entenda, dê o play.

 

leia mais

patrocínio

Advertisement VIVO

últimas quentes