Quarta-feira, 16 de outubro de 2019

ISSN 1983-392X

Educação

MEC retira pedido para que escolas filmem alunos cantando o hino

Desistência se deu por questões técnicas e de segurança, explicou o ministério.

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

O Ministério da Educação voltou atrás pela segunda vez e desistiu do pedido enviado às escolas para que gravassem alunos durante a execução do hino nacional.

Segundo a pasta, comandada pelo ministro Ricardo Vélez Rodríguez, a desistência se deu por questões técnicas de armazenamento e de segurança. De acordo com o MEC, um novo comunicado começou a ser encaminhado às escolas na manhã desta quinta-feira, 28, com a retirada do pedido. Já é a terceira versão do pedido enviado às escolas. 

t

O caso

No dia 26, foi divulgado pedido do MEC enviado às escolas do país para que fosse realizada a leitura de uma carta aos alunos e funcionários, contendo o slogan de campanha de Bolsonaro "Brasil acima de tudo, Deus acima de todos"; que os alunos fossem perfilados para execução do hino nacional; e que o ato fosse filmado e enviado ao governo.

O pedido foi alvo de críticas de educadores e juristas. No mesmo dia, o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, reconheceu que errou ao pedir que as escolas filmassem as crianças sem a autorização dos pais. Assim, enviou nova carta, desta vez sem o slogan de campanha, e afirmando que a filmagem dependeria de autorização da pessoa filmada ou de seu responsável.

Agora, em terceira carta, o pedido de gravação foi retirado.

leia mais

patrocínio

Bradesco Advertisement VIVO

últimas quentes