Sábado, 23 de março de 2019

ISSN 1983-392X

Justiça do Trabalho

20 magistrados concorrem a vaga de ministro do TST

Eles concorrem à vaga decorrente da aposentadoria da ministra Maria de Assis Calsing.

sexta-feira, 8 de março de 2019

A presidência do TST recebeu a inscrição de 15 desembargadores e cinco desembargadoras de TRTs candidatos à vaga de ministro do Tribunal destinada à carreira da magistratura em decorrência da aposentadoria da ministra Maria de Assis Calsing. 

Veja quem são os inscritos para concorrer à vaga:

1ª região (RJ)

  • Evandro Pereira Valadão Lopes

2ª região (SP)

  • Sérgio Pinto Martins
  • Wilson Fernandes

4ª região (RS)

  • Francisco Rossal de Araújo 
  • Marçal Henri dos Santos Figueiredo

9ª região (PR)

  • Marlene Teresinha Fuverki Suguimatsu
  • Paulo Ricardo Pozzolo

10ª região (DF/TO)

  • Alexandre Nery Rodrigues de Oliveira
  • Cilene Ferreira Amaro Santos

11ª região (AM)

  • David Alves de Mello Júnior

13ª região (PB)

  • Paulo Américo Maia de Vasconcelos Filho

14ª região (RO/AC)

  • Vânia Maria da Rocha Abensur

15ª região (Campinas/SP)

  • Eder Sivers
  • Francisco Alberto da Motta Peixoto Giordani
  • José Carlos Abile

17ª região (ES)

  • Marcello Maciel Mancilha

21ª região (RN)

  • Maria Auxiliadora Barros de Medeiros Rodrigues

22ª região (PI)

  • Francisco Meton Marques de Lima
  • Liana Chaib

24ª região (MS)

  • Amaury Rodrigues Pinto Júnior

Atendendo ao disposto no artigo 111-A, inciso II, da Constituição, o pleno do TST se reunirá em data a ser definida para escolher, por escrutínio secreto, a lista tríplice a ser encaminhada ao presidente da República, a quem cabe a indicação dos integrantes dos Tribunais Superiores.

O indicado será sabatinado pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal e, uma vez aprovado, seu nome será submetido ao plenário do Senado Federal antes da nomeação.

t

patrocínio

Bradesco

últimas quentes