Segunda-feira, 21 de outubro de 2019

ISSN 1983-392X

Oportunidade

Acompanhamento profissional para recém-formados: oportunidade para empreender na advocacia

Paulo Sérgio João, do escritório Paulo Sergio João Advogados, amplia a oportunidade para jovens egressos de faculdades de Direito.

quinta-feira, 25 de abril de 2019

O professor e advogado trabalhista Paulo Sérgio João (Paulo Sergio João Advogados) amplia a oportunidade para jovens egressos de faculdades de Direito. Trata-se de acolhimento por meio de mentoria para advogados recém-formados e que, numa espécie de coworking profissional cede aos habilitados espaço de trabalho físico e virtual para aprimoramento de relacionamentos em todos os níveis que a profissão exige: captação de clientes, relacionamentos, consultoria e formação de escritório profissional. Não se trata de advogado que vai trabalhar para a banca, mas de advogado que vai atuar com absoluta independência de apresentação no mercado, tendo como diferencial que está acolhido por profissional que lhe poderá dar orientação segura perante seus próprios clientes cuja responsabilidade é do advogado e não do escritório.

"Como professor de cursos de graduação, é fácil perceber a necessidade de mentoria para os jovens que saem da faculdade, ainda inseguros quanto à prática do Direito e ao futuro profissional e, por isso, podem abandonar um sonho de realização e de sucesso, muitas vezes, pelas dificuldades econômicas para custear um escritório próprio ou pela falta de oportunidade no começo da carreira.  A dinâmica dos meios de comunicação mostra que o conhecimento compartilhado pode ser um grande instrumento de crescimento profissional e pode inovar o modelo de negócios da advocacia", explica Paulo Sérgio João, que atua há mais de 35 anos no Direito do Trabalho e é professor da FGV, PUC e FACAMP.

O primeiro jovem a aderir ao menthoring é João Pedro Gazzi que explica como é a parceria com mentoria: "eu tinha uma vontade enorme de possuir meu escritório. Saí de um grande escritório de SP, e alinhando as ideias, eu e o Dr. Paulo chegamos a uma estrutura de parceria em mentoring que me traz inúmeros benefícios e vantagens. Em primeiro lugar, posso focar na captação de clientes e na prospecção de projetos sem a principal preocupação que, na minha opinião, assola os novos advogados empreendedores: custos e despesas. Penso, portanto, que o mentoring me proporciona um desenvolvimento de carreira mais sólido e concreto, contando com a experiência profissional do professor".

Paulo Sérgio João usou a pegada das startups, que optam por coworking para iniciar as atividades e oferece o acolhimento de infraestrutura. "A parceria inclui a realização de reuniões numa estrutura que o escritório Paulo Sergio João Advogados já possui. O cartão de visitas inclui logo e informação da parceria. Tudo muito claro para o cliente do advogado. "O principal de tudo é apostar nos alunos recém-formados (até 2 anos de formação) e com termo válido por dois anos para dar certo ao jovem advogado. Ou seja, o intuito é justamente adquirir uma bagagem inicial, como advogado 'dono' de seu escritório, consolidar e sedimentar interesses, clientes e projetos e, em até dois anos, adquirir experiência e demais condições necessárias para rumar sozinho, já sem nenhum assessoramento", define Paulo Sérgio João.

A proposta de parceria com jovens advogados começou em março e os novos profissionais interessados já podem procurar pela oportunidade de mentoria, inscrevendo-se para cadastramento e seleção no e-mail: contato@psjadvogados.com.br.

t

patrocínio

Bradesco Advertisement VIVO

últimas quentes