Sábado, 21 de setembro de 2019

ISSN 1983-392X

Revelações – Lava Jato

Corregedoria Nacional do MP instaura reclamação disciplinar e notifica Dallagnol

Corregedor Orlando Rochadel notificou força-tarefa da Lava Jato, na pessoa de seu coordenador, Deltan Dallagnol, para que se manifeste em até 10 dias.

terça-feira, 11 de junho de 2019

O corregedor nacional do MP, Orlando Rochadel, instaurou reclamação disciplinar para apurar informações divulgadas no último domingo, 9, pelo site Intercept envolvendo a força-tarefa da operação Lava Jato e do ex-juiz Federal e atual ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

Rochadel determinou a notificação da força-tarefa da operação na pessoa de seu coordenador, o procurador da República Deltan Dallagnol.

t

A instauração foi feita com base na solicitação dos conselheiros do CNMP Luiz Fernando Bandeira, Gustavo Rocha, Erick Venâncio e Leonardo Accioly, que entregaram memorando ao corregedor nesta segunda-feira, 10, pedindo a abertura de sindicância.

Ao analisar o pedido, Rochadel pontuou que a ampla repercussão nacional do caso demanda atuação da corregedoria nacional. Conforme o corregedor, sem adiantar qualquer juízo de mérito, "observa-se que o contexto indicado assevera eventual desvio na conduta de Membros do Ministério Público Federal, o que, em tese, pode caracterizar falta funcional".

Por entender que, a princípio, "é necessária análise preliminar do conteúdo veiculado pela imprensa, notadamente pelo volume de informações constantes dos veículos de comunicação", notificou os membros do MPF integrantes da força-tarefa na pessoa de Dallagnol.

Rochadel também determinou a expedição de ofício à Corregedoria-Geral do MPF para que informe, em 10 dias, os antecedentes disciplinares dos membros integrantes da Força Tarefa Lava Jato em Curitiba/PR.

Após o prazo, Rochadel analisará os autos.

"A imagem social do Ministério Público deve ser resguardada e a sociedade deve ter a plena convicção de que os Membros do Ministério Público se pautam pela plena legalidade, mantendo a imparcialidade e relações impessoais com os demais Poderes constituídos", salientou o corregedor.

  • Processo: 422/2019-93

Confira a íntegra do despacho.

t

O caso

No último domingo, 9, o site The Intercept publicou uma série de reportagens sobre conversas privadas as quais revelam uma espécie de colaboração de Sergio Moro, à época juiz da Lava Jato, com o procurador Deltan Dallagnol. O site afirma que a "série de reportagens mostra comportamentos antiéticos e transgressões que o Brasil e o mundo têm o direito de conhecer".

Confira as reportagens publicadas pelo site Intercept:

1 - Como e por que o Intercept está publicando chats privados sobre a Lava Jato e Sergio Moro

2 – Exclusivo: Procuradores da Lava Jato tramaram em segredo para impedir entrevista de Lula antes das eleições por medo de que ajudasse a 'eleger o Haddad'

3 – Exclusivo: Deltan Dallagnol duvidava das provas contra Lula e de propina da Petrobras horas antes da denúncia do tríplex

4 – Exclusivo: chats privados revelam colaboração proibida de Sergio Moro com Deltan Dallagnol na Lava Jato

Vazamentos

Migalhas reuniu, em site exclusivo, todas as informações e desdobramentos dos vazamentos envolvendo a operação Lava Jato. Acesse: vazamentoslavajato.com.br

 

t

leia mais

patrocínio

Bradesco VIVO

últimas quentes