Terça-feira, 26 de março de 2019

ISSN 1983-392X

Nelson Palma Travassos

100 anos do nascimento de Nelson Palma Travassos

quinta-feira, 20 de novembro de 2003

Nelson Palma Travassos

No próximo dia 21.11.2003, comemora-se o centenário de nascimento do ilustre editor e autor Nelson Palma Travassos.

Nascido em Santa Rita do Passa-Quatro, SP, no dia 21 de novembro de 1903, foi colaborador dos jornais O Estado de S. Paulo e Folha de S. Paulo. Iniciou sua carreira jornalística no Rio de Janeiro, onde cursou o primeiro ano da Faculdade de Direito, transferindo-se em seguida para a Faculdade de Direito do Largo de São Francisco – USP, na qual se bacharelou em 1928.

Dedicou-se à secretaria e, posteriormente, à direção do mensário jurídico Revista dos Tribunais, lançado em 1912 pelo advogado e jornalista Dr. Plínio Barreto. Em 1927, fundou com o Dr. Noé Azevedo a Empresa Gráfica da Revista dos Tribunais e, após desmembramento, a Editora Revista dos Tribunais. Foi um dos raros editores a deixar suas reflexões e projetos para enfrentar as dificuldades do mercado editorial no País.

Publicando livros, próprios e alheios, costumava dizer que "livro que não se vende é inútil". É claro que tal afirmação era uma brincadeira, pois, se assim não fosse, os livros mais importantes que existem, ou pelo menos a maioria deles, nunca teriam sido publicados. Homem culto e escritor de talento, publicou inúmeros livros de grande significação cultural e literária. De sua autoria destacam-se Nos bastidores da literatura (1944), Nem tudo que reluz é ouro (1948), No meu tempo de mocinho (1961), Livro sobre livros (1978) e Minhas memórias dos Monteiros Lobatos (1974).

Membro da Academia Paulista de Letras, foi o terceiro ocupante da cadeira n.º 18, da Ordem dos Velhos Jornalistas e da Academia Paulista de Jornalismo, na qual ocupou a cadeira n.º 35.

Faleceu em 4 de dezembro de 1984.

_________________

_________________________

patrocínio

Bradesco

últimas quentes