Sexta-feira, 22 de março de 2019

ISSN 1983-392X

OAB - SP

D'Urso é eleito para OAB/SP

sexta-feira, 28 de novembro de 2003

D'Urso é eleito para OAB/SP

Luiz Flávio Borges D'Urso é o candidato eleito para dirigir a OAB paulista no triênio 2004-2006. Com 94.50% dos votos apurados até o momento, D'Urso tem 24.942 votos válidos. Roberto Ferreira foi o segundo candidato mais votado com 19% da preferência dos eleitores, seguido por Vitorino Antunes que obteve 18% dos votos.

Conheça abaixo um pouco do candidato e de suas propostas:

Currículo

Luiz Flávio Borges D'urso,43 anos de idade, 20 de profissão, casado e pai de quatro filhos.

1. Presidente da Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas - ABRAC, tendo sido Vice-Presidente e membro fundador.

2. Presidente da Academia Brasileira de Direito Criminal - ABDCRIM.

3. Foi Membro do Conselho Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça -CONASP, representando a OAB Federal.

4. Foi Presidente do Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária do Estado de São Paulo - por duas gestões.

5. Conselheiro da Ordem dos Advogados do Brasil - Secção de São Paulo por três gestões: 95/97; 98/2000 e 2001 a 2003.

6. Diretor Cultural da Ordem dos Advogados do Brasil - Secção de São Paulo - por duas gestões: 98/2000 e 2001/2003.

"Nos três anos da gestão Approbato, realizamos 1500 cursos; já na gestão atual, em dois anos e meio, realizamos 2500 cursos em todo o estado, conseguindo um recorde na história da OAB/SP”.

7. Membro do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária do Ministério da Justiça - por quatro gestões.

8. Membro do Conselho Consultivo da Escola Nacional de Advocacia da OAB-Federal.

9. Criador e Coordenador da Secretaria do Jovem Advogado da Ordem dos Advogados do Brasil - SP, do Conselho do Jovem Advogado e do Núcleo de Desenvolvimento Acadêmico.

10. É Conselheiro Consultivo Associação Comercial de São Paulo, já tendo sido Diretor Pleno e Conselheiro Deliberativo.

11. Membro Efetivo do Instituto dos Advogados de São Paulo - IASP.

12. Ex-Presidente da Associação dos Advogados Criminais do Estado de São Paulo - ACRIMESP, tendo sido anteriormente Conselheiro e Diretor Cultural da entidade.

13. Membro do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais - IBCCrim.

14. Foi Diretor Adjunto da Revista Brasileira de Ciências Criminais.

15. Foi Membro da Comissão de Direitos e Prerrogativas da OAB/SP.

16. Foi Membro do Conselho Jurídico da Associação Comercial de SP.

17. Membro da Associação dos Advogados de São Paulo - AASP.

18. Conselheiro do Instituto Manoel Pedro Pimentel - do Departamento de Direito Penal da Faculdade de Direito da USP.

19. Foi Membro do CONSEG - Conselho de Segurança Comunitária do Centro da Cidade de São Paulo.

20. Foi Coordenador da Comissão de Assuntos Jurídicos do Conselho de Jovens Empresários da Associação Comercial de São Paulo.

21. Foi Vice-Presidente da Associação dos Diplomados da FMU/FIAM/FAAM.

22. Foi Presidente da Comissão de Formatura e Orador da sua Turma de Formandos na Faculdade de Direito -1982.

23. Foi Presidente do P.D.A. - Partido Democrático Acadêmico do Diretório Acadêmico XIII de Setembro da Faculdade de Direito das FMUs.

Propostas

1. Valorização do trabalho do advogado e da advogada.

2. Ampliação do mercado de trabalho do advogado e da advogada.

3. Defesa intransigente das prerrogativas do advogado e da advogada, e rapidez nos desagravos.

4. Ampliar o espaço e o prestígio da mulher advogada, aumentando sua participação nos quadros da oab/sp, apoiando a comissão da mulher advogada e mais, criando a diretoria adjunta da mulher advogada, visando dar mais poder à mulher advogada na oab/sp.

5. Modernização da oab - informatização total, melhorando o atendimento aos advogados e advogadas.

6. Prioridade da oab - o advogado e a advogada.

7. Interiorização da oab - descentralização das comissões, do tribunal de ética, e da caasp.

8. Previdência privada dos advogados e das advogadas.

9. Combate às leis que segregam o trabalho dos advogados e das advogadas.

10. Integração dos advogados e advogadas a todos os serviços da oab e aos benefícios da caasp.

11. Aumento de linhas de crédito para montagem, ampliação e modernização de escritórios.

12. Ativação da editora da oab/sp para abastecer as bibliotecas das subsecções e produção de livros com legislação básica, para venda a custo simbólico.

13. Restauração da dignidade da advocacia pela conscientização da sociedade, da importância dos advogados e das advogadas.

14. Entrega gratuita das carteiras da oab/sp na renovação.

15. Trabalho de acompanhamento junto ao congresso nacional para aprovação de modificações às leis nº 9.099/95 e juizados especiais federais.

16. Medidas visando facilitar o exercício profissional - assinatura de diários oficiais, revistas jurídicas e periódicos para subsecções.

17. Ampliação do departamento cultural visando melhorar os meios de atualização e capacitação dos advogados e advogadas.

18. Mudança da lei para garantir a carteira de estagiário para os alunos, a partir do 2º ano do curso de direito.

19. Fortalecimento e interiorização da escola superior de advocacia - efetivação do ensino à distância.

20. Atender às necessidades dos jovens advogados e advogadas, garantindo-lhes apoio no início da carreira.

21. Valorização dos advogados e advogadas mais experientes e com mais idade, assistindo-os e defendendo-os, exigindo melhores e adequadas condições de trabalho.

22. Luta pelos direitos dos advogados e advogadas, deficientes físicos, garantindo-lhes condições iguais para o exercício profissional.

23. Montagem de escritório na capital, para apoio ao advogado e advogada do interior, visitante de são paulo à trabalho.

24. Descentralização política e financeira da oab/sp, equilibrando todas as subsecções, implantando a gestão participativa.

25. Reforma e atualização da tabela da oab, valorando os honorários, adequando-os à realidade.

26. Total apoio à caasp, fomentando a ampliação dos serviços, da assistência, dos convênios e dos benefícios, na capital e no interior.

27. Profissionalização da comissão de defesa das prerrogativas, contratando advogados e advogadas para com exclusividade, assistirem o colega, com rapidez e no local da ofensa.

28. Assistência judiciária: aumento da tabela de honorários e rigidez na triagem para afastar da gratuidade, quem puder contratar particularmente um colega.

29. Valorização do comportamento ético dos advogados e advogadas, ministrando aulas de ética nas faculdades de direito.

30. Combate à proliferação de faculdades de direito sem qualificação para formação de novos profissionais.

31. Valorização e prestígio às lideranças do interior, aproveitando-as na gestão participativa da oab/sp e criando a diretoria adjunta do interior, conferindo o poder que o interior precisa.

32. Incessante trabalho pela união da classe e respeito ao colega visando fortalecer os objetivos institucionais da advocacia.

33. Garantir participação igualitária da mulher advogada, no quadro diretivo da oab/sp, fortalecendo a comissão da mulher advogada.

34. Aumento da atuação, isenção e independência da comissão de direitos humanos da oab/sp.

35. Difusão de novos mercados de trabalho, oriundos de novos ramos do direito, garantindo capacitação para tal exercício.

36. Fortalecimento da comissão de combate à todas as formas de discriminação, com destaque à comissão do advogado e advogada negros.

37. Ampliação da videoteca jurídica, acessível a todos os advogados e advogadas, facilitando a atualização profissional.

38. Criação do departamento de convênios, visando ampliação da rede, de modo a representar significativo acesso e vantagens aos colegas.

39. Fortalecimento dos meios de lazer e esportes para os advogados e advogadas em comissões próprias.

40. Criação da comissão internacional, integrada ao cesa (centro de estudos das sociedades dos advogados).

41. Criação de uma colônia de férias para o merecido descanso dos advogados, advogadas, estagiários e respectivas famílias.

42. Criação do ombudsman eletrônico, que consiste num site para que os colegas de todo o estado registrem suas dificuldades, no exercício profissional, as quais serão selecionadas, catalogadas em categorias, para providências “on line”.

43. Estimular, desenvolver e ampliar o programa "oab vai à escola".

44. Proteger os interesses dos advogados e advogadas assalariados, defendendo-os.

45. Estabelecer estudos objetivando isenção da taxa da anuidade da oab, para os estagiários que assistirem à população carente, em programas oficiais conveniados com a ordem.

46. Estabelecer descontos programados no valor da anuidade da oab, para os advogados e advogadas, que abrirem vagas em seus escritórios, visando a colocação profissional dos colegas em início de carreira.

_______________

informativo de hoje

patrocínio

Bradesco

últimas quentes