Sábado, 19 de outubro de 2019

ISSN 1983-392X

AM: Procurador-Geral é preso suspeito de tramar assassinato de concorrente em sua tentativa de reeleição ao cargo

quarta-feira, 10 de janeiro de 2007


Plano interrompido

AM: Procurador-Geral é preso suspeito de tramar assassinato de concorrente em sua tentativa de reeleição ao cargo

A Polícia Civil do Amazonas prendeu, no início da madrugada desta terça-feira (9/1), o procurador-geral licenciado de Justiça do Amazonas Vicente Augusto Cruz Oliveira. Ele é suspeito de contratar um pistoleiro para executar o procurador estadual Mauro Campbell. O suposto plano de assassinato não se consumou.

Oliveira está preso na sede do Ministério Público desde as 2h. Ele foi detido após quatro dias de investigação, depois que Campbell foi à Secretaria de Segurança junto com um homem que denunciava uma trama para matá-lo.

A Secretaria de Segurança começou a investigar o caso por meio do setor de inteligência sem saber quem era o mandante. Colocou escutas telefônicas nos celulares do intermediário, da amante dele e do matador contratado.

Segundo pessoas que ouviram as gravações, Oliveira teria ligado na tarde de segunda (8/1) para o celular do intermediário dizendo que o plano havia sido descoberto, que ele queria desfazer o negócio e que iria contratar uma outra pessoa para matar Campbell.

Na manhã desta terça-feira (9/1), o procurador que seria o alvo do plano disse que estava chocado.

A polícia continua investigando outras pessoas que podem estar envolvidas no caso. Oliveira foi preso na sede do Ministério Público por força de lei estadual.

O mandado de prisão foi expedido pelo presidente do Tribunal de Justiça do Estado, desembargador Francisco Auzier. A prisão é temporária e pode durar até cinco dias.

__________

patrocínio

Bradesco Advertisement VIVO

últimas quentes