Sábado, 24 de agosto de 2019

ISSN 1983-392X

Mesa Diretora da Câmara publicará ato para proibir acessório extravagante

X

sexta-feira, 13 de abril de 2007


Polêmica

Mesa publicará ato para proibir acessório extravagante

A Mesa Diretora da Câmara decidiu proibir o uso de qualquer acessório que chame atenção no plenário. Um ato da Mesa será publicado para formalizar a decisão. Segundo integrantes do colegiado, a decisão foi tomada a partir da reclamação de vários parlamentares.

O deputado Edigar Mão Branca (PV-BA) foi o pivô da discussão. Ele usa um chapéu de couro desde o primeiro dia do seu mandato. Mão Branca é suplente e assumiu o cargo no dia 20 de março. Na avaliação do parlamentar, a decisão da Mesa é preconceituosa. "Tive o cuidado de verificar no regimento da Casa se havia alguma proibição. Não havia. Me candidatei, as pessoas me conhecem assim na música, no meu dia-a-dia. Eu vim para cá eleito pelo povo, então eu acho que só o povo poderia votar isso novamente."

Liberdade

O líder do PV, deputado Marcelo Ortiz (SP), apoiou Mão Branca e disse que espera que a Mesa repense a decisão. "Essa é uma exigência que contraria a liberdade de cada um e a nossa liberdade está estampada na Constituição", assinalou. O líder lembra que, no documento de identidade de deputado federal, ele está com chapéu na fotografia. "Ele é vaqueiro, tem esse posicionamento, defende um segmento da sociedade, e não quer fazer enfrentamento, é normal para ele."

Uniforme

O primeiro-secretário da Mesa, deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), defende que os parlamentares se vistam de maneira uniforme, o que, segundo ele, já é praxe na Casa. "Parece pouco, mas é um precedente. Há aqui uma regra que diz que o cidadão e os funcionários têm que estar de passeio, de terno e gravata, quanto mais se há de imaginar em relação aos parlamentares." Para Serraglio, a praxe do terno e gravata pode ser considerada como um uniforme. "Aqui nós temos que discutir assuntos, matérias, isso que tem que dar visibilidade", completou.

Assim que for publicado o ato da Mesa, os deputados não poderão usar qualquer acessório extravagante no plenário.

___________

patrocínio

Bradesco VIVO
Advertisement

últimas quentes