Domingo, 21 de abril de 2019

ISSN 1983-392X

Lançamento de obra "Recrutamento e Formação de Magistrados no Brasil"

quinta-feira, 26 de abril de 2007


Lançamento de Obra

"Recrutamento e Formação de Magistrados no Brasil" é lançado em Curitiba

Foi lançada nesta semana em Curitiba/PR a obra "Recrutamento e Formação de Magistrados no Brasil", editada pela Juruá e coordenada por José Maurício Pinto de Almeida, Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná e Márcia Leardini, Especialista em Direito e Conselheira Permanente do IPEC - Instituto Paranaense de Estudos Criminais.

Sobre a obra:

Apesar de não ser nova a preocupação com o tema Recrutamento e Formação de Magistrados no Brasil, pela primeira vez se reúnem numa obra escritos que examinam a questão no contexto histórico, crítico e orientador, com variados enfoques atinentes à seleção, à conscientização política, à ética, à formação e ao aperfeiçoamento do juiz brasileiro, numa perspectiva de melhorar a prestação jurisdicional, com exposição sobre a elogiável experiência da Escola Mineira da Magistratura. A obra aprecia aspectos éticos, sociológicos, de metodologia de formação, de críticas à exigência de três anos de atividade jurídica do candidato à magistratura, enfim, trabalhos da lavra de juristas e sociólogos que se interessam há muito pela temática, pondo-nos a perceber que investir na formação é uma tarefa segura a uma magistratura de melhor nível técnico, ético e humano, e, acima de tudo, num país melhor, desde que a mentalidade dos executores de um projeto tão moderno, adequado ao momento histórico, e ambicioso esteja aberta a mudanças de concepções, acreditando no sucesso do empreendimento, rompendo com os tradicionais métodos seletivos. Para além de nomes nacionalmente conhecidos como especialistas no tema, os coordenadores, com autorização do autor, prestam homenagem ao Professor Moniz de Aragão, reproduzindo seu clássico trabalho "FORMAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DE JUÍZES", escrito há mais de quarenta anos, de molde a mostrar ao leitor que o texto do nosso ilustre processualista permanece atual, bem assim que sugestões e iniciativas para se aperfeiçoar o sistema de recrutamento e de formação existem de há longo tempo, mas a vontade política não as tem compreendido bem.

Sobre os coordenadores:

José Maurício Pinto de Almeida – Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná; Professor da Escola da Magistratura do Paraná e do Centro de Estudos Jurídicos do Paraná; Professor Emérito da Faculdade de Direito de Curitiba; membro do Centro de Letras do Paraná, do Instituto de Magistrados do Brasil e da Academia de Cultura de Curitiba; sócio-fundador do Instituto Brasileiro de Administração do Sistema Judiciário – Ibrajus; cursou a Escola da Magistratura de Portugal (Centro de Estudos Judiciários), como observador, em 1992/1993, escolhido por concurso realizado pela Associação dos Magustrados do Paraná e com aprovação do Órgão Especial do TJPR.

Márcia Leardini – Especialista em Direito Conselheira Permanente do IPEC - Instituto Paranaense de Estudos Criminais; Professora de Direito Penal e Processual Penal das Faculdades Integradas Curitiba - Faculdade de Direito; Professora de Prática Jurídica da PUCPR; Assessora Jurídica da Procuradoria-Geral de Justiça do Estado do Paraná.

Colaboradores:

Egas Dirceu Moniz de Aragão
Accácio Cambi
Andrea Paladino
Augusto Francisco Mota Ferraz Arruda
Gelson Azevedo
José Renato Nalini
Paulo Vinícius Accioly da Rosa
Renato M. Perissinotto
Ricardo Arnaldo Malheiros Fiúza
Suzana de Camargo Gomes
Teresa Arruda Alvim Wambier
Vladimir Passos de Freitas

_____________

patrocínio

Bradesco VIVO

últimas quentes