Domingo, 24 de março de 2019

ISSN 1983-392X

Dez Mulheres

Migalhas sorteia para os leitores o festejado

segunda-feira, 5 de abril de 2004

Sorteio de Obra


Migalhas
tem o prazer de anunciar o sorteio deum exemplar da obra "Dez Mulheres" (Editora Best Seller, 143p.), gentilmente oferecida pelo autor, o ilustre advogado Miguel Reale Júnior, do escritório Reale Advogados Associados.

A riqueza da alma feminina e as contradições da realidade que a cercam estão no ponto de partida do mais recente livro do advogado, professor da USP e ex-ministro da Justiça Miguel Reale Júnior, intitulado Dez Mulheres, em lançamento pela Editora Best Seller.

Reale Jr., que desenvolveu uma brilhante carreira ligada às leis e à Justiça, faz sua estréia na literatura de ficção com uma obra singular, na qual dez figuras femininas são submetidas a um olhar atento para detalhes do cotidiano.

O autor retrata o estado de alma dessas mulheres, entre as quais há uma prestigiada intelectual cuja filha esbanja sucesso e glória como estrela de TV; uma lavradora que realiza o desejo de ser mãe por meio da gravidez indesejada da sobrinha; uma designer que se torna infiel diante de um marido truculento. O autor invade um cenário ao mesmo tempo íntimo e público, com uma linguagem humorada e contundente.

A narrativa, que inclui lojas de luxo, retaurantes da moda, valores da classe média paulistana, o colégio de freiras, até a paisagem rural do interior e os cenários de Petrópolis e Parati, faz com que as personagens dessa obra não se movam no vazio, mas dentro de uma realidade sem maquiagem.

Miguel Reale Jr., que considera uma prazerosa aventura entrar no universo da literatura, diz que todo e qualquer profissional deveria fazer o mesmo, para nunca perder o olhar sensível sobre a condição humana.

O livro é atestado com depoimentos de Lia Luft, Celso Lafer e do poeta Paulo Bonfim, que diz ser Reale Jr. “um contista que nasce adulto”. Descrito com propriedade na orelha do livro, Dez Mulheres é um instantâneo, muito preciso e particular, do nosso Brasil atual.

Sobre o autor

Paulistano de nascimento, 59 anos, Miguel Reale Júnior, em 1971, já tinha o título de doutor em Direito pela Faculdade de Direito do Largo de São Francisco da Universidade de São Paulo. Em 1987 tornou-se titular de Direito Penal, ainda pela USP. Advogado militante, Reale Júnior presidiu a Associação dos Advogados de São Paulo e foi membro do Conselho Federal da OAB. Participou das comissões elaboradoras da legislação penal. Em suas atividades político-institucionais, foi assessor especial da presidência da Assembléia Nacional Constituinte.

Foi presidente da comissão de reconhecimento de mortos e desaparecidos durante o Regime Militar e, em 2002, ministro de Estado da Justiça.

Entre as quase duas dezenas de livros publicados na área jurídica, estão Teoria do Delito e Instituições de Direito Penal e, ainda, cerca de 60 artigos, na sua maioria, publicados em editoriais dos principais jornais do país.

No campo das artes, Miguel Reale Júnior é conselheiro da Fundação Bienal de São Paulo.

______

Ganhadora 

Tatianne Berzoini Junco - Foz Sociedade Civil de Advogados

 

patrocínio

Bradesco

últimas quentes