Domingo, 24 de março de 2019

ISSN 1983-392X

Português Forense: a Produção do Sentido

Migalhas sorteia para os leitores um exemplar

quarta-feira, 14 de abril de 2004

Sorteio de Obra

 

Migalhas sorteia para os leitores a obra "Português Forense: a Produção do Sentido" (375p.), escrita por João Bosco Medeiros e Carolina Tomasi, gentilmente oferecida pela Editora Atlas.

Considerando principalmente que os profissionais do Direito utilizam a língua como instrumento de comunicação, este livro focaliza temas lingüísticos relativos às estratégias de produção do sentido, quer quanto à decodificação de textos, quer quanto à elaboração de peças ou documentos forenses. Difere, pois, dos manuais da área que se apóiam no estudo de normas gramaticais nem sempre defensáveis cientificamente, que podem levar a preconceitos lingüísticos, estabelecendo a variante padrão da língua como a melhor e estigmatizando todas as outras. Ao ocupar-se do sentido, abandona concepções tradicionais de que o estudo da língua deve focalizar questões de certo e errado e que escrever bem é escrever segundo uma forma eleita como correta.

O texto parte da perspectiva de que para profissionais de Direito é relevante o conhecimento do funcionamento da linguagem que situa o texto no contexto sócio-histórico, e mostra como o sentido se forma dentro de uma sociedade e como não está imune à ideologia de seu tempo. Examina, dessa forma, questões como a ilusória autoria do discurso, a formação discursiva, o diálogo que um texto estabelece com outros textos e com outros discursos.

______

Ganhadora:

Renata Scarpellini Mandelli, da Riachuelo 

 

patrocínio

Bradesco

últimas quentes