Domingo, 24 de março de 2019

ISSN 1983-392X

Provas contra Maluf

O MPE afirmou possuir provas suficientes contra Maluf

segunda-feira, 10 de maio de 2004

 

Provas contra Maluf

O Ministério Público Estadual afirmou possuir provas suficientes para pedir que a Justiça decrete a prisão preventiva de Paulo Maluf. Ele é acusado de desvio de verbas públicas e alguns documentos enviados ao Brasil pelo governo da Suíça comprovam que o ex-prefeito manteve contas não declaradas no exterior.

O MPE reuniu documentos comprovando que o ex-prefeito de São Paulo movimentou milhões de dólares em bancos da Suíça, Nova York, Uruguai e Ilhas Jersey. Um procurador da Justiça, que pediu para não ser identificado, disse que vai pedir a prisão de Maluf.

Paulo Maluf é investigado por manter contas não declaradas à Justiça há cinco anos por autoridades brasileiras e estrangeiras. Em 2003, foi detido e obrigado a depor a policiais franceses quando fazia saques de alto valor em uma agência bancária de Paris.

Em 2001 a Justiça brasileira autorizou a quebra de sigilo bancário do ex-prefeito. Desde então, o MP tem obtido diversos indícios de movimentações de dinheiro no exterior. Já em 2002, Maluf admitiu ter dinheiro em bancos franceses, mas explicou que a origem dos recursos não é ilícita.

O ex-prefeito nega que tenha movimentado contas nas Ilhas Jersey ou Suíça. Os agentes do MP acreditam que ele transferiu todos os bens que possuía no exterior para o nome dos filhos e pessoas de confiança.

______________________...

patrocínio

Bradesco

últimas quentes