Quarta-feira, 21 de agosto de 2019

ISSN 1983-392X

Crescimento industrial

A produção industrial cresceu 2,1% em março

terça-feira, 11 de maio de 2004

Crescimento industrial

A produção industrial cresceu 2,1% em março em relação a fevereiro. Na comparação com o mesmo mês de 2003, o aumento chega a 11,9%. Os dados fazem parte da Pesquisa Industrial Mensal do IBGE, divulgada hoje. A expansão interrompe uma seqüência de três resultados negativos na comparação mês contra mês imediatamente anterior e tem um perfil generalizado, atingindo 18 das 23 atividades pesquisadas. O primeiro trimestre de 2004 também mostrou resultado positivo frente ao primeiro trimestre de 2003 (5,8%), mas ficou 1,2% abaixo do nível de produção no último trimestre do ano passado.

O resultado da indústria em março mostra que houve uma estabilização na produção. A alta de 11,9% em relação a março de 2003 foi ajudada pelo maior número de dias úteis e por uma base de comparação fraca. Frente a fevereiro, na série com ajuste sazonal, a produção aumentou 2,1%, interrompendo uma seqüência de três meses de queda.

Já a produção de bens de consumo não-duráveis, como alimentos e vestuário, cresceu 7,4% em março, frente ao mesmo mês do ano passado, depois de dois meses seguidos de queda. A expansão foi ajudada por um calendário mais favorável e por uma base de comparação fraca. Segundo a avaliação do IBGE, o número já indica um primeiro sinal de recuperação na categoria. No primeiro trimestre, a expansão da indústria de bens de consumo não-duráveis foi de 1,13%. No ano passado, o segmento teve queda em todos os trimestres.

Entre as diferentes atividades da indústria, a produção de insumos para a construção civil, que também é afetada pelo comportamento da renda, cresceu 8,4% em março, frente ao mesmo mês do ano passado. Foi a primeira alta depois de 12 meses seguidos de queda.

____________________________...

patrocínio

Bradesco VIVO
Advertisement

últimas quentes