Terça-feira, 20 de agosto de 2019

ISSN 1983-392X

Fim da greve

Os Policiais Federais que estavam em greve desde

quinta-feira, 13 de maio de 2004

Fim da greve

Os Policiais federais (agentes, escrivães e papiloscopistas) que estavam em greve desde o dia 9/3, retornaram nesta quinta-feira ao trabalho. A interrupção da greve foi solicitada pelo presidente da Câmara, João Paulo (PT-SP).

Segundo o presidente da Fenapef (Federação Nacional dos Policiais Federais), Francisco Carlos Garisto, os serviços foram normalizados em todo o país, entre eles, a emissão de passaportes.

O presidente da Fenapef afirmou que enviará nesta quinta um documento para João Paulo, no qual informará oficialmente o fim da greve.

A última posição do Ministério da Justiça em relação a paralisação foi enviada aos grevistas em meados de abril. O governo apresentou uma proposta de reajuste e avisou que, se ela não fosse aceita, encerraria a negociação. Desde então, grevistas e ministério não conversaram mais.

Greve

Os grevistas reivindicam o pagamento de salário equivalente a escolaridade de nível superior para as categorias em greve, com base na lei 9.266/96 que tornou obrigatório o terceiro grau para ingressar na PF.

O Ministério da Justiça alega que não há base jurídica para o pleito dos grevistas, uma vez que a lei, ao mesmo tempo que impõe a obrigatoriedade de um curso superior, estabelece uma tabela específica para os vencimentos.

___________________..

informativo de hoje

patrocínio

Bradesco VIVO
Advertisement

últimas quentes