Sexta-feira, 24 de maio de 2019

ISSN 1983-392X

APIMEC divulga pesquisa realizada em seis filiais sobre o Perfil do Analista e Profissional de Investimento

X

quinta-feira, 8 de novembro de 2007


Pesquisa APIMEC

"Perfil do Analista e Profissional de Investimento"

A APIMEC - Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais divulga pesquisa realizada em seis filiais e que envolveu 820 respondentes. A pesquisa foi enviada para mailing contendo associados e potenciais associados das seis filiais da APIMEC no período entre 2 de julho de 2007 e 30 de agosto de 2007. Em São Paulo, os associados representaram 61%. O levantamento foi realizado pela empresa de pesquisa DealMaker com o patrocínio da PR Newswire.

Lucy Sousa, presidente da APIMEC/SP, diz que o levantamento foi bastante abrangente e inédito e traça o perfil dos atuais e potenciais associados.

O levantamento demonstra também o grau de satisfação dos entrevistados sobre as informações fornecidas pelas companhias abertas e detalha os setores com mais interesse de acompanhamento pelos analistas.

Número de pesquisados:

Brasil - 6 filiais da APIMEC - 820 respondentes:

Associados: 52%

Não: 48%

São Paulo - 115 respondentes:

Associados: 61%

Não: 39%

Perfil do associado:

Associados trabalhando em corretoras têm mais tempo de associação. Profissionais de empresa e banco de investimento representam maior parcela de associados mais recentes.

Tempo de associação:

Brasil:

Até 3 anos de associação: 35%

De 4 a 10 anos: 28%

Acima de 10 anos: 37%

São Paulo:

Até 3 anos: 39%

De 4 a 10 anos: 30%

Acima de 10 anos: 31%

Perfil dos pesquisados:

Os perfis mais significativos são analistas, administradores/gestores de carteira e investidores autônomos. Em São Paulo, somam 62% da amostra.

Brasil:

Analista: 26%

Investidor autônomo: 20%

Executivo de empresa: 13%

Gestor de carteira de investimento: 12%

Consultor: 11%

Outros: 18%

São Paulo:

Analista: 31%

Gestor de carteira de investimento: 18%

Investidor autônomo: 13%

Executivo de empresa: 10%

Consultor: 10%

Outros: 18%

Locais de trabalho dos profissionais:

Brasil:

Consultoria: 19%

Banco de investimento: 14%

Corretora/Distribuidora: 14%

Bolsa de Valores: 13%

Asset Management (Gestora de recursos): 8%

Outros: 32%

São Paulo:

Banco de investimento: 21%

Corretora/Distribuidora: 21%

Consultoria: 19%

Asset Management (Gestora de recursos): 13%

Bolsa de Valores: 1%

Outros: 25%

Analistas são basicamente do sexo masculino:

Brasil:

Homens: 86%

Mulheres: 14%

São Paulo:

Homens: 79%

Mulheres: 21%

Analistas são profissionais experientes:

Brasil:

De 18 a 25 anos: 9%

De 26 a 30 anos: 10%

De 31 a 40 anos: 22%

De 41 a 50 anos: 33%

Mais de 50 anos: 27%

São Paulo:

De 18 a 25 anos: 9%

De 26 a 30 anos: 12%

De 31 a 40 anos: 28%

De 41 a 50 anos: 19%

Mais de 50 anos: 32%

Formação acadêmica:

Brasil:

Administração de empresas: 34%

Economia: 25%

Engenharia: 11%

Ciências contábeis: 9%

Outros: 21%

São Paulo:

Administração de empresas: 42%

Economia: 21%

Engenharia: 12%

Ciências contábeis: 7%

Outros: 18%

Especialização:

Brasil:

Pós-graduação: 35%

MBA: 25%

Mestrado: 13%

Doutorado: 2%

Nenhuma: 25%

São Paulo:

MBA: 32%

Pós-graduação: 26%

Mestrado: 11%

Doutorado: 1%

Nenhuma: 30%

Satisfação dos analistas com informações fornecidas pelas companhias com ações em Bolsa:

Brasil:

Satisfeito: 50%

Parcialmente satisfeito: 42%

Totalmente satisfeito: 4%

Insatisfeito: 4%

Satisfação com a velocidade das notícias:

Brasil:

Parcialmente satisfeito: 45%

Satisfeito: 44%

Totalmente satisfeito: 4%

Insatisfeito: 7%

Satisfação com o nível de informação geral sobre as empresas/tipo de organização que o pesquisado trabalha:

A imprensa é a que está mais insatisfeita com as informações fornecidas pelas empresas.

Brasil:

Bolsa de Valores:

Satisfeito: 50%

Parcialmente satisfeito: 33%

Totalmente satisfeito: 17%

Corretora/Distribuidora:

Satisfeito: 51%

Parcialmente satisfeito: 43%

Totalmente satisfeito: 6%

Banco/Banco de investimento:

Satisfeito: 54%

Parcialmente satisfeito: 39%

Totalmente satisfeito: 4%

Insatisfeito: 3%

Asset Management:

Parcialmente satisfeito: 49%

Satisfeito: 47%

Totalmente satisfeito: 2%

Insatisfeito: 2%

Advocacia e Auditoria:

Satisfeito: 62%

Parcialmente satisfeito: 38%

Mídia (imprensa):

Parcialmente satisfeito: 60%

Satisfeito: 20%

Insatisfeito: 20%

Órgãos reguladores e Governo:

Parcialmente satisfeito: 76%

Satisfeito: 18%

Totalmente satisfeito: 6%

Fundos de previdência, seguradoras e capitalização:

Satisfeito: 65%

Parcialmente satisfeito: 29%

Totalmente satisfeito: 6%

Consultoria:

Satisfeito: 55%

Parcialmente satisfeito: 36%

Totalmente satisfeito: 3%

Insatisfeito: 6%

Investidor autônomo:

Parcialmente satisfeito: 50%

Satisfeito: 44%

Totalmente satisfeito: 3%

Insatisfeito: 3%

Fontes de acesso a notícias de empresas:

No Brasil as fontes de acesso a notícias de empresas listadas em Bolsa mais citadas foram:

1 – jornais de negócios

2 – reuniões da APIMEC

3 – comunicação direta com as empresas

4 – terminais de informação

Brasil:

Jornais de negócios: 18%

Reuniões APIMEC: 14%

Terminais de Informação: 12%

Site de RI das Empresas: 11%

Comunicação direta com as empresas: 10%

Internet e site de Buscas: 7%

Revistas Especializadas: 6%

Cadernos de Economia de Jornais: 6%

Portais Especializados: 6%

Outros: 10%

Participação dos analistas em eventos de empresa para obter infomações

Reunião APIMEC: 41%

Conference Call (Teleconferências): 20%

Webcast de áudio/vídeo: 14%

Reunião Restrita:12%

Assembléias de acionistas: 7%

Outros : 6%

Assuntos que despertam mais interesse dos analistas pesquisados

Publicação de resultados financeiros: 27%

Publicações de fatos relevantes: 22%

Informações sobre o setor: 21%

Informações sobre produtos e serviços das companhias: 9%

Informações sobre governança corporativa: 9%

Notícias da mídia: 5%

Informações sobre sustentabilidade: 4%

Assembléias de acionistas: 3%

Atividades da APIMEC que os associados mais participam

Brasil

Reuniões APIMEC: 24%

Acesso ao site: 19%

Seminários: 12%

Palestras técnicas: 12%

Cursos: 12%

Painéis setoriais: 10%

Certificação IBCPI: 8%

Outros eventos: 3%

Nota: APIMEC - Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais; IBCPI – Instituto Brasileiro de Certificação dos Profissionais de Investimento.

São Paulo

Reuniões APIMEC: 26%

Acesso ao site: 19%

Painéis setoriais: 14%

Seminários: 12%

Palestras técnicas: 10%

Cursos: 10%

Certificação IBCPI: 9%

Nota: APIMEC - Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais; IBCPI – Instituto Brasileiro de Certificação dos Profissionais de Investimento.

Participação dos respondentes nas reuniões da APIMEC

Brasil

Mais de 100 reuniões: 2%

Entre 50 e 100 reuniões: 8%

Entre 10 e 50 reuniões: 50%

Menos de 10 reuniões: 34%

Não participo: 6%

São Paulo

Mais de 100 reuniões: 2%

Entre 50 e 100 reuniões: 21%

Entre 10 e 50 reuniões: 40%

Menos de 10 reuniões: 36%

Não participo: 2%

Observação: Corretoras e distribuidoras têm os profissionais que mais frequentemente participam das reuniões APIMEC. Os associados que freqüentam mais de 100 reuniões APIMEC tendem a participar das Assembléias de acionistas. Os associados com menor participação em reuniões têm mais interesse por publicação de resultados financeiros, fatos relevantes e informações setoriais. Em São Paulo, os associados de mais freqüência não consideram importante a localização. Relacionamento, valor agregado ao trabalho e a fonte de informação relevante são os motivos que estimulam a participação nas reuniões APIMEC. Entre os potenciais associados, falta de tempo e de permissão são os principais motivos para não participar de reuniões APIMEC.

Setores com mais interesse por analistas pesquisados

Brasil

Petróleo, gás e biocombustível: 20%

Financeiro: 18%

Construção e transporte: 11%

Bens industriais: 10%

Telecomunicações: 9%

Tecnologia da informação: 7%

Materiais básicos: 6%

Consumo cíclico: 6%

Consumo não-cíclico: 5%

Utilidade pública: 4%

Outros: 4%

São Paulo

Petróleo, gás e biocombustível: 16%

Financeiro: 16%

Construção e transporte: 14%

Bens industriais: 11%

Telecomunicações: 10%

Tecnologia da informação: 7%

Utilidade pública: 6%

Materiais básicos: 6%

Consumo cíclico: 6%

Consumo não-cíclico: 5%

Outros: 3%

Observação: Associados que elegeram (a) consumo cíclico; (b) Utilidade pública e (c) Construção e transporte como setores de mais interesse estão mais insatisfeitos com o nível de informações sobre as companhias.

Cerca de metade dos associados revelarem interesse por seminários sobre “avaliação de ativos (“valuation”). Em São Paulo, assuntos como “Análise de Regulamentação da Comissão de Valores Mobiliários” e “Convergência Contábil” aparecem com destaque como temas de interesse atual dos analistas.

Participação dos associados nos Cursos da APIMEC

Brasil

Cursos Rápidos: 37%

Introdução ao Mercado Financeiro e de Capitais: 26%

MBA ou Especialização: 15%

Outros: 22%

São Paulo

Cursos Rápidos: 30%

MBA ou Especialização: 25%

Introdução ao Mercado Financeiro e de Capitais: 18%

Outros: 27%

Observação: MBA de Mercado de Capitais apesar de possuir menor participação, tem a melhor avaliação.

Certificação de Analistas

Brasil

Pequena parcela é contra a certificação e registro do analista pela CVM

A certificação deve ser mantida com ajustes: 39%

Deve ser mantida no modelo atual: 33%

Deve ser estendida para buy side e consultor: 18%

Não deveria existir: 10%

São Paulo

A certificação deve ser mantida no modelo atual: 34%

Deve ser mantida com ajustes: 30%

Deve ser estendida para buy side e consultor: 20%

Não deveria existir: 16%

Observação: Advogados tendem a achar o Exame de Certificação mais difícil; engenheiros têm mais facilidade. Buy side é o profissional que trabalha -em geral- como analista de empresas gestoras de fundos de investimento e institucionais.

Avaliação APIMEC-Associados

A APIMEC tem boa avaliação entre associados. No Brasil, 68% da amostra atribuiu nota 4 ou 5, e em São Paulo, 74%

Brasil

Nota 5: 19%

Nota 4: 49%

Nota 3: 24%

Nota 2: 5%

Nota 1: 1%

Não sei avaliar: 2%

São Paulo

Nota 5: 15%

Nota 4: 59%

Nota 3: 19%

Nota 2: 5%

Nota 1: 2%

__________________________

patrocínio

Bradesco VIVO
Advertisement

últimas quentes