Quinta-feira, 25 de abril de 2019

ISSN 1983-392X

CCJ aprova pena maior para motorista embriagado que matar

quarta-feira, 12 de dezembro de 2007


Câmara

CCJ aprova pena maior para motorista embriagado que matar

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou no último dia 6 o Projeto de Lei 722/07 (clique aqui), do deputado Alexandre Silveira - PPS/MG, que aumenta em 1/3 a pena para motoristas que, sob efeito de álcool ou drogas, atropelam e matam alguém (casos de homicídio culposo, em que não houve a intenção de matar). O projeto dá nova redação ao parágrafo 4º do artigo 121 do Código Penal (clique aqui). Atualmente, a pena para quem comete homicídio culposo é detenção de um a três anos.

Foi aprovado o substitutivo apresentado pelo relator, deputado Antonio Carlos Magalhães Neto - DEM/BA. O substitutivo apenas faz ajustes de redação.

Segundo o relator, o autor do projeto tem razão quando afirma que o Código Penal está defasado nesse assunto, uma vez que cerca de 60% dos envolvidos em acidentes de trânsito ingeriram bebida alcoólica. "É hora de agravar a pena daqueles que matam ao volante sob a influência de álcool e outras drogas, atendendo a um verdadeiro clamor da sociedade brasileira", diz Magalhães Neto.

Tramitação

O projeto segue para a votação em Plenário.

_____________________________

informativo de hoje

patrocínio

Bradesco VIVO
Advertisement

últimas quentes