Sábado, 24 de agosto de 2019

ISSN 1983-392X

Lançamento

Acontece no dia 24/6 o lançamento do livro "Perturbações Sonoras nas Edificações Urbanas"

quarta-feira, 16 de junho de 2004

Lançamento

Acontece no dia 24/6 o coquetel de lançamento da Terceira Edição do livro “Perturbações Sonoras nas Edificações Urbanas”, de Waldir Arruda Miranda Carneiro. O evento será às 18h, na Livraria RT, rua Conde do Pinhal, 80, Centro, SP.

O livro mostra que com o crescimento das preocupações relativas à qualidade de vida, ganha destaque a questão da poluição sonora nos grandes centros urbanos. Nessa matéria é dada especial atenção à situação dos ruídos em edifícios, causa de crescentes desentendimentos. O autor apresenta um estudo dos principais aspectos envolvidos no assunto, como a amplitude dos efeitos da perturbação sonora, o uso nocivo da propriedade e a responsabilidade do construtor pela falta de isolamento acústico do imóvel. Faz parte da obra uma compilação do material jurisprudencial e legislativo disponível na atualidade, ao lado de novas técnicas de perícia aplicáveis.

Para facilitar a consulta foram elaborados quatro tipos de índice: sistemático, onomástico, por julgados e alfabético-remissivo, bem como um breve sumário no início de cada capítulo. Além de estar adequada ao novo Código Civil, nesta edição foi incluído um capítulo especial sobre as repercussões penais que muitas das situações relativas aos ruídos urbanos implicam e outro sobre aspectos práticos relacionados ao assunto, como as obras de construção civil, as edificações defeituosas, os bares, os templos religiosos e os animais mantidos em imóveis vizinhos.

__________________

Nota do Autor

Confirmando a necessidade e importância da matéria de que trata este livro, o breve esgotamento de sua segunda edição nos leva, novamente, a incrementar seu conteúdo.

Desta vez, nos concentramos em adequar a obra ao Novo Código Civil Brasileiro (Lei 10.406, de 10 de janeiro de 2002), cujo tratamento legal foi apenas referenciado na última edição, publicada antes de sua entrada em vigor.

Essa adequação, como o leitor poderá ver, demandou profunda reestruturação da presente obra, devida principalmente ao fato de ter o novo diploma civil substituído o critério da normalidade do uso pelo da prejudicialidade deste, para determinar o surgimento de direito de cessação para o vizinho (art. 1.277 do novo Código).

De outro lado, por conta das importantes repercussões penais que muitas das situações relativas aos ruídos urbanos implicam, resolvemos incluir, nesta edição, um capítulo especial a respeito.

Além disso, em razão do crescente interesse por aspectos práticos relacionados ao assunto, inserimos agora novo capítulo que reúne alguns dos seus principais problemas, como as obras de construção civil, as edificações defeituosas, os bares, boates e assemelhados, os templos religiosos e os animais mantidos em imóveis vizinhos.

Para facilitar a consulta aos assuntos estruturais da obra, inserimos, no início de cada capítulo, um breve sumário – antiga ferramenta de comprovada utilidade.

O repertório jurisprudencial, aposto no apêndice, recebeu significativo acréscimo de novos julgados, cuja difícil garimpagem – malgrado o auxílio das modernas ferramentas de internet – os que militam na área bem conhecem.

Por fim, resolvemos, nesta edição, compilar um índice de decisões organizado por tribunal, instrumento que, certamente, auxiliará o operador do direito a conhecer a orientação interpretativa daqueles que já apreciaram questões tratadas neste trabalho, inclusive para eventual necessidade de uniformização jurisprudencial.

Waldir de Arruda Miranda Carneiro

_________________

 

patrocínio

Bradesco VIVO
Advertisement

últimas quentes