Sexta-feira, 18 de outubro de 2019

ISSN 1983-392X

Resultado de Sorteio de obra "Ética do Advogado"

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008


Sorteio de obra

Migalhas tem a honra de sortear a obra "Ética do Advogado - I e II Seminários de Ética Profissional da OAB/SP" (Editora LTr - 200 p.), escrita por diversos expositores, coordenada e gentilmente oferecida por Elias Farah.

Sobre a obra :

Convém estimular, com freqüência, as reflexões sobre a ética do advogado. O prestígio, o respeito e a credibilidade devem ser as virtudes fundamentais do advogado, em razão da natureza pública da sua atuação e da sua relevante função social.

Este livro contém a transcrição das gravações em vídeo das oito palestras proferidas no I e no II seminários sobre ética profissional do advogado, realizados, com notável receptividade, em junho de 1996 e junho de 1997, na Secional de São Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil.

Os seminários de ética profissional têm o primordial propósito de reunir, em debates públicos, os estudiosos da ética e deles obter a oportuna e sempre valiosa contribuição ao estímulo na formação da cultura e da consciência ética, cada dia mais importante, em razão da natureza pública da advocacia e da sua relevante função social. E não há como atender a tal múnus sem que o advogado tenha a plena consciência dos requisitos éticos, que lhe asseguram o prestígio, o respeito e a credibilidade.

As palestras contidas neste livro, ainda que não venham a corresponder, pela amplitude dos temas, à expectativa pedagógica e à curiosidade intelectual de muitos leitores, não deixam de ser uma valiosa contribuição para o debate, muito raro no Brasil, dos temas éticos. A moralização dos costumes profissionais, envolvendo os responsáveis pelas causar públicas, é um processo longo e exaustivo, mas que precisa ser empreendido e principiado.

O Tribunal de Ética e Disciplina da OAB de São Paulo logrou capitalizar notável experiência da realidade ética da advocacia. O Tribunal tem, ao longo de décadas, compartilhado este patrimônio ético-cultural com os profissionais de todo país. Constitui-se, num trabalho pertinaz e silencioso, na fonte de orientações avaliatórias, ilustrativas e disciplinares, que muito concorreu para a grandeza da advocacia de São Paulo. A cristalização dessa cultura ética muito se legitimou na convivência com memoráveis lances históricos da OAB, na defesa das liberdades públicas e dos princípios democráticos.

O Tribunal equivale, na preservação da dignidade profissional, a uma permanente e vigilante intervenção branca da OAB. A vinculação advogado – OAB precisa estar conformada num espírito de conciliação, respeito e cooperação. No cumprimento dos preceitos éticos e disciplinares, é necessário utilizar-se de meios eficazes de comunicação entre os profissionais e seus órgãos fiscalizadores de apoio.

A OAB está para os advogados como o Estado está para a sociedade. Imcumbe-se-lhe a avaliação, defesa e divulgação dos valores culturais; cientificando os desinformados e admoestando os atravessadores dos limites éticos. A OAB busca, nessa nobre missão corporativa, a conciliação construtiva entre as normas e a advocacia, num processo de consciente participação consensual.

O advogado é o fiel depositário e o legítimo intérprete da lei. É o único profissional capaz, com sua palavra escrita e oral, de eficazmente auxiliar a aplicação oportuna e efetiva da lei. Dentro de um contexto ético, ele tem um inalienável compromisso com a verdade, com a Justiça e a justa e destemida aplicação da lei, em razão do que tem um dever de lealdade, colocado acima de qualquer outro. A advocacia é a mais nobre das profissões humanistas. Haverá sempre de ser exercida com elevadíssimo grau de probidade pessoal, rigor técnico e ético, e exemplar respeito às instituições jurídicas, as quais os advogados sempre se incumbiram, historicamente, de defender e aperfeiçoar.

Expositores :

  • José Renato Nalini
  • Roberto Rosas
  • José Cid Campelo
  • Álvaro Villaça Azevedo
  • Ives Gandra da Silva Martins
  • Modesto Souza Barros Carvalhosa
  • Elias Farah
  • Paulo de Tarso Santos

Sobre o coordenador :

Elias Farah, advogado radicado em São Paulo, é natural da cidade de Guaxupé, Minas Gerais. Ainda jovem mudou-se em definitivo para a cidade de São Paulo, onde fez o "curso clássico" no tradicional Colégio Paulistano, para após ingressar na Faculdade de Direito do Largo São Francisco, de cuja tradicional Academia de Letras foi presidente, ocasião em que publicou o livro "Na Academia", com palestras proferidas quando no cargo. Durante sua vida acadêmica foi presidente da Juventude Musical Brasileira, então criada pelo renomado maestro Eliasar de Carvalho. Foi um dos fundadores do Centro de Oratória Rui Barbosa, no qual foi presidente em várias gestões. Fundou o Centro Ortodoxo da Juventude, no qual exerceu todos os cargos da Diretoria, tendo sido eleito, por duas vezes, seu presidente. Durante os anos de 1951 a 1971 foi Secretário de Assuntos Brasileiros do Consulado Geral do Líbano em São Paulo. Em 1960 participou da fundação do prestigiado Hospital Sírio-Libanês de São Paulo, do qual é até hoje advogado chefe do seu departamento jurídico. Foi presidente, em duas gestões, da Associação dos Advogados de Pinheiros, em São Paulo. Foi também presidente, em duas gestões, da 93a Subseção de São Paulo, da Ordem dos Advogados do Brasil, e durante os anos de 1990 a 1997, foi membro do Tribunal de Ética e Disciplina da Ordem dos Advogados do Brasil, em São Paulo, com dezenas de pareceres sobre ética profissional publicados em vários volumes editados pela OAB de São Paulo, e várias palestras proferidas em diversas faculdades de direito da Capital e interior. Nos últimos 15 anos de ativa militância, Farah publicou cerca de 400 (quatrocentos) artigos, sobre temas políticos, sociais e jurídicos nos jornais DCI e Diário do Comércio e revistas. Elias Farah é titular do escritório "Advocacia Elias Farah - Advogados Associados", em São Paulo, que presta assessoria jurídica empresarial a empresas de médio e grande porte. É hoje Diretor da Diretoria Plena da "Associação Comercial de São Paulo", tendo sido presidente do seu "Conselho Jurídico". É também conselheiro do centenário "Instituto dos Advogados de São Paulo", de cuja revista é permanente colaborador.

______________

 Resultado :

  • Acelves Antônio da Silva, advogado em São Paulo/SP

____________

patrocínio

Bradesco Advertisement VIVO

últimas quentes