Sábado, 21 de setembro de 2019

ISSN 1983-392X

IAMG completa hoje 93 anos e promove a entrega da Medalha a seis personalidades jurídicas

sexta-feira, 7 de março de 2008


Aniversário

Instituto dos Advogados completa hoje 93 anos

O IAMG - Instituto dos Advogados de Minas Gerais completa hoje 93 anos de fundação. Para marcar esta data tão importante, a instituição jurídica promove, pela primeira vez, a entrega da Medalha do Instituto dos Advogados.

São seis os agraciados em seis categorias, cinco dos quais têm presença confirmada para a cerimônia: o advogado José Cabral - advocacia, o professor Antônio Augusto Junho Anastasia - magistério jurídico, o delegado de polícia Jesus Trindade Barreto - polícia judiciária (in memorian), o procurador de justiça José Silvério Perdigão de Oliveira - procuradoria pública, o servidor judiciário Ricardo Arnaldo Malheiros Fiuza - servidoria da justiça e o desembargador Alvimar de Ávila - magistratura.

A solenidade oficial em comemoração ao 93º aniversário, com a Assembléia Geral Ordinária, será realizada no auditório da Academia Mineira de Letras, às 19h. Integra a programação da sessão solene a posse de novos associados. O presidente da entidade, o advogado José Anchieta da Silva estará à frente da solenidade e será o anfitrião do encontro.

Profissionais convidados – membros do Instituto dos Advogados e integrantes da Diretoria - vão prestar tributo a cada um dos agraciados com a comenda. Maurício Martins de Almeida, Maria Celeste Morais Guimarães, José Anchieta da Silva, Luciana Diniz Nepomuceno, Luiz Ricardo Gomes Aranha e Aristóteles Atheniense prestarão homenagem, respectivamente, José Cabral, Antônio Augusto Junho Anastasia, à família de Jesus Trindade Barreto, José Silvério Perdigão de Oliveira, Ricardo Arnaldo Malheiros Fiuza e Alvimar de Ávila.

Saiba um pouco mais sobre cada uma dos homenageados em ordem alfabética

  • Antônio Augusto Junho Anastasia (magistério jurídico)

Nasceu em Belo Horizonte/MG, em 1961. É Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais, onde obteve o título de Mestre e é professor de Direito Administrativo. Exerceu os cargos públicos de Secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Secretário de Estado de Defesa Social, Secretário-Adjunto de Planejamento e Coordenação Geral, Secretário de Estado de Cultura, Secretário de Estado de Recursos Humanos e Administração e de Presidente da Fundação João Pinheiro, todos na Administração Pública de Minas Gerais. Tomou posse como Vice-Governador do Estado de Minas Gerais em 1º de janeiro de 2007, tendo composto a chapa do Governador Aécio Neves, reeleito para o mandato 2007/2010. Na esfera federal exerceu os cargos de Secretário Executivo dos Ministérios do Trabalho e da Justiça.

  • Alvimar de Ávila (magistratura)

Nasceu em Diamantina/MG, em 1947. É Bacharel em Direito, pela Universidade Federal de Minas Gerais - 1967/71. Advogou na Comarca de Pirapora/MG, tendo sido Secretário e Presidente da Seccional da OAB/MG - 1972/82. Ingressou na Magistratura em 1982. É Desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, desde 18/03/2005. Na carreira de magistrado, foi Juiz de Direito e Juiz de Direito Substituto em diversas comarcas mineiras; 10º Juiz de Direito na Comarca de Belo Horizonte; Juiz de Direito Titular da 3ª Vara Criminal - Comarca de Belo Horizonte; Juiz do Tribunal de Alçada do Estado de Minas Gerais; Juiz Eleitoral da 27ª Zona Eleitoral de Belo Horizonte; Juiz da Corte do TRE/MG, em 1998, e Juiz Auditor do Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Mineira de Futebol, em 2005. Foi ainda Vice-Presidente do Tribunal de Alçada de Minas Gerais - 2003/04 e Juiz Vice-Presidente e Presidente do Tribunal de Alçada de Minas Gerais. É Membro Eleito da Corte Superior em 23/04/2007.

  • Jesus Trindade Barreto (polícia judiciária, in memorian)

Nasceu em Barra Longa/MG, em 1926. Bacharel em Direito, pela Universidade Federal de Minas Gerais (1955), concluiu o Curso de Direito Constitucional e Direito Administrativo na Wayne State University, em Detroit, Michigan, Estados Unidos da América (bolsista selecionado por concurso público). Na carreira política, foi vereador em Belo Horizonte e Deputado Estadual por diversas legislaturas, ocupando a Vice-Presidência da Assembléia Legislativa, presidindo comissões técnicas e realizando intensa produção legislativa. Aprovado em concurso público para Delegado de Polícia, exerceu a função desde 1960. Ocupou diversos cargos na Secretaria da Segurança e Secretaria do Interior e Justiça. Foi Diretor da Penitenciária Agrícola de Neves e Secretário Adjunto da Justiça de Minas Gerais, Presidente da Academia Municipalista de Letras de Minas Gerais, por três mandatos, e Membro do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais e das Academias de Letras de Mariana, Campanha, São João del Rei e Ponte Nova. Faleceu em 12 de setembro de 2007, em Belo Horizonte.

  • José Cabral (advocacia)

Nasceu em São Sebastião de Bela Vista/MG, em 1911. Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito da UFMG (1935). Foi Chefe de Gabinete do engenheiro Américo Renê Giannetti, Secretário da Agricultura, Indústria, Comércio e Trabalho, durante todo o Governo do Doutor Milton Soares Campos. Em 1950, elegeu-se Deputado Estadual, cumprindo dois mandatos de Deputado Estadual. Foi Secretário de Estado de Desenvolvimento no Governo Magalhães Pinto, havendo deixado esse cargo para presidir a COMAG, hoje COPASA. Secretário, por um mandato, do OAB-MG, e seu Vice-presidente, por 5 anos, em dois mandatos sucessivos e Conselheiro Seccional por diversos mandatos. Secretário por um mandato da OAB, Seção de Minas Gerais, seu ex Vice-Presidente durante 5 anos e ex-Presidente de sua Comissão Disciplinar. Exerceu no governo Rondon Pacheco a Presidência do Banco do Estado de Minas Gerais – BEMGE.

  • José Silvério Perdigão de Oliveira (procuradoria pública)

Nasceu em Senhora de Oliveira/MG, em 1950. Formou-se em Direito pela Faculdade de Direito da UFMG (1974) e História também pela UFMG/PREMEN. Na carreira do magistério, foi Professor Efetivo da Rede Pública e Professor do CEFET – Ouro Preto. Foi também Professor de Práticas Jurídicas do NPJ/PUC – Belo Horizonte, Delegado de Polícia e Promotor de Justiça nas Comarcas de Alto Rio Doce, Mariana, Ouro Preto e Belo Horizonte. Atualmente, é Presidente da Associação Mineira do Ministério Público (2007/2009), dando continuidade à administração assumida no biênio anterior (2005/2007).

  • Ricardo Arnaldo Malheiros Fiuza (servidoria da Justiça)

Nasceu em Belo Horizonte/MG, em 1937. No ano de 1960 – "geração de 60" – tornou-se Bacharel em Direito pela UFMG. Trabalhou durante 46 anos no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (1961 a 2006): tendo sido Revisor Judiciário, Diretor Cível, Diretor Judiciário, Diretor Geral, Coordenador da Escola Judicial, Assessor Judiciário, Assessor Jurídico, Chefe de Gabinete da Presidência, Secretário da Presidência e Supervisor da Assessoria de Comunicação Institucional. Cursos de Formador de Magistrados, no Centro de Estudos Judiciários, de Lisboa, e na Escola Nacional da Magistratura, em Paris e Bordeaux. Na Organização das Nações Unidas, foi Assessor Judiciário para o Timor-Leste (2000). Membro das academias Dorense de Letras, de Boa Esperança, Mineira de Direito Militar, Mineira de Letras Jurídicas e Mineira de Letras. É Professor convidado de Teoria do Estado da Faculdade de Direito Milton Campos, Diretor da Revista do Instituto dos Advogados de Minas Gerais, Integrante da Comissão de Seleção do Instituto dos Advogados de Minas Gerais, Editor Adjunto da Editora Del Rey e Editor da revista Del Rey Jurídica.

______________

________________

patrocínio

Bradesco VIVO

últimas quentes