Quinta-feira, 20 de junho de 2019

ISSN 1983-392X

Brasil lidera ranking de pirataria de software na América Latina

quarta-feira, 26 de março de 2008


Pirataria

Brasil lidera ranking de pirataria de software na América Latina

Um estudo da Business Software Alliance - BSA, que, no Brasil, atua com o apoio da Associação Brasileira das Empresas de Software - ABES, aponta que o combate à pirataria de software no Brasil nos próximos quatro anos pode gerar, até 2011, cerca de 12 mil empregos formais, US$ 2,9 bilhões em receita para a indústria local e US$ 389 milhões adicionais em impostos.

Segundo a pesquisa, para cada dólar investido em software original, outros US$ 1,25 são direcionados para serviços como instalação, treinamento e manutenção. A maioria desses serviços é realizada por empresas locais, o que significa que os benefícios econômicos da redução de pirataria permanecem no país.

Mesmo com diminuição de quatro pontos percentuais na taxa de pirataria de software no ano de 2007, o Brasil continua com taxas muito elevadas de pirataria no setor, chegando a 60% dos produtos comercializados, aponta a pesquisa.

Para o advogado Alexandre Lyrio, especialista em Propriedade Intelectual do escritório Castro, Barros, Sobral, Gomes - Advogados, aumentou a conscientização sobre o impacto negativo da pirataria na geração de empregos formais e no que perdemos em arrecadação de impostos, mas as operações de repressão à pirataria têm que continuar para que os índices brasileiros baixem ainda mais.

_____________________

_________________

patrocínio

VIVO

últimas quentes