Quinta-feira, 17 de outubro de 2019

ISSN 1983-392X

Resultado do Sorteio de obra "Exame de Ordem"

segunda-feira, 14 de abril de 2008


Sorteio de obra

Migalhas tem a honra de sortear a obra "Exame de Ordem" (Editora J. H. Mizuno – 535 p.), escrita por diversos autores, entre eles, Ricardo Riu Giuntini, que gentilmente ofereceu dois exemplares para sorteio.

Sobre a obra :

Para possuir a autorização legal para advogar, o bacharel em direito deve passar no exame elaborado pela Ordem dos Advogados do Brasil, em todas as suas secções.

Normalmente, nesse exame, são abordadas dez matérias estudadas durante a graduação, mais uma prova prática.

É certo, ainda, que o bacharel em direito encontra sérias dificuldades para estudar e recordar todas essas matérias que foram ensinadas durante a faculdade.

Assim, este livro contém os principais pontos das dez áreas do direito questionadas pela OAB, quando da aplicação da primeira fase do seu exame de habilitação.

É importante ressaltar que este compêndio não tem o propósito de abordar todas as matérias em nível mais aprofundado, fato que é restrito aos manuais de direito.

Mas, certamente, é uma ferramenta fundamental para auxiliar o candidato a obter sucesso e ser aprovado no exame da OAB.

Dicas:

1°. Estude todas as matérias: no exame, normalmente, as dez matérias apresentadas têm o mesmo valor na apuração dos pontos; assim, a perda de pontos numa matéria poderá ser recuperada em outra.

2°. Planeje o tempo de estudo: deve existir um período mínimo de estudo por parte do candidato, levando-se em conta as peculiaridades de cada um; esse período deve ser, no mínimo, de três meses, quando o candidato puder dedicar-se, diariamente, em período integral aos estudos. Mas, se não existir essa possibilidade, o candidato não deve desistir, e sim estender o prazo de estudo.

3°. Leia toda a legislação pertinente a cada matéria: grande parte das questões levantadas no exame contém sua resposta na própria legislação; assim, é imprescindível a sua leitura.

4°. Método de estudo: cada candidato tem um método de estudo, mas, a título de sugestão, quando do estudo de uma matéria leia a legislação pertinente àquele tópico. Por exemplo, se for estudar os direitos e garantias na Constituição Federal, antes, leia todo o artigo 5º.

5°. Programação do estudo: o candidato deve estudar toda a matéria, assim, segue um exemplo de programação de estudo.

Segunda : Direito Penal / Direito Penal
Terça : Direito Civil / Processo Civil/
Quarta : Direito Constitucional / Direito Tributário
Quinta : Direito Administrativo / Direito do Trabalho
Sexta : Ética / Direito Comercial

6°. Provas Anteriores: o candidato deve resolver as provas anteriores dadas pela OAB, isso para verificar o conteúdo das matérias e sua porcentagem de acerto. Para tanto, aos sábados, simule estar no dia da prova.

7°. Revisão das matérias: com o passar do tempo, a tendência é o candidato revisar as matérias anteriormente estudadas, o que é extremamente importante.

Estas são algumas sugestões, não desista e Boa Prova !

Sobre os autores :

André Renato Servidoni é advogado, professor universitário, especialista em Direito Penal e Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas – FGV. Mestrando em Direito Penal pela Pontíficia Universidade Católica – PUC/SP.

Catarina Luiza Rizzardo Rossi, advogada credenciada junto a Procuradoria do INSS. Professora de Universidades e Cursos Preparatórios para o Exame da OAB na área trabalhista desde 1988. Conselheira Editorial da Revista Jurídica Eletrônica UNICOC. Colaboradora: Marcela de Paula e Silva Simão, advogada, graduada pela Faculdade de Direito de Franca em dezembro de 2006, onde atuou como monitora de Direito Processual Civil.

João Pedro Palmieri é advogado. Possui inúmeros artigos publicados em revistas e jornais do setor jurídico. Conselheiro da OAB/SP, membro titular da Academia RibeirãoPretana de Letras Jurídicas e da 3ª Câmara Recursal do Conselho de São Paulo da Ordem.

José Maria Simões de Almeida Prado é técnico judiciário, professor universitário e especialista em Direito Tributário. Mestre em Direito Constitucional pela Pontíficia Universidade Católica – PUC/SP.

Lucas de Souza Lehfeld é advogado, professor universitário. Consultor da CATHO, unidade de Ribeirão Preto. Mestre em Direito Internacional pela UNESP – Universidade Estadual Paulista. Doutorando em Direito Constitucional pela Pontíficia Universidade Católica – PUC/SP.

Mônica Cristina Servidoni é advogada. Professora de Universidades e de Cursos Preparatórios para Exame da OAB/SP, Subsecção de Taquaritinga. Possui vários artigos publicados em jornais e revistas científicas. Especialista em Direito Civil e Processual Civil. Mestre em Direito.

Nina Valéria Carlucci é advogada. Professora da Universidade de Ribeirão Preto – Unaerp e do Curso Preparatório para Concursos Públicos do Curso Forense. Mestre em Direito pela UNESP – Universidade Estadual Paulista. Procuradora do Município de Ribeirão Preto.

Ricardo Riu Giuntini é advogado, atual secretário adjunto da OAB/SP, 12º Subsecção de Ribeirão Preto. Professor de Universidade e de Cursos Preparatórios para Exame de Ordem.

______________

 Resultados :

·         Micheli Cristina da Silva Cerchiari, de Santa Bárbara d'Oeste/SP

·         André Augusto Magalhães Silva, de Belo Horizonte/MG


____________

patrocínio

Bradesco Advertisement VIVO

últimas quentes