Quarta-feira, 19 de junho de 2019

ISSN 1983-392X

Começa hoje mobilização nacional contra a violência e a criminalidade

terça-feira, 29 de abril de 2008


Brasil Contra a Violência

Começa hoje mobilização nacional contra a violência e a criminalidade

A Secção São Paulo da OAB e as demais secções do demais Estados e do Distrito Federal abrem hoje, às 10h, a Campanha Nacional "Brasil Contra a Violência" e as Conferências para Superação da Violência e Promoção de uma Cultura da Paz. Em São Paulo, o evento será na Praça da Sé, 385.

O movimento quer conscientizar a sociedade sobre os seus direitos de justiça e segurança, além de propor medidas de combate à criminalidade e à violência, promovendo uma cultura de paz no país. O movimento também conta com a parceria com a AJUFE e a CNBB.

Para o presidente da OAB/SP – Luiz Flávio Borges D'Urso, o lançamento da campanha será o início de uma série de ações públicas quando serão debatidas a violência e a criminalidade no país. "É preciso chegar ao cerne desta questão". Na seqüência serão realizadas Conferências para Superação da Violência e Promoção da Cultura da Paz, em todas as Seccionais, entre os dias 9 e 11 de julho deste ano e, no Conselho Federal, em Brasília, entre os dias 3 e 5 de setembro.

Para atingir a meta do movimento, serão promovidas passeatas, encontros nas universidades e colégios, visitas a instituições públicas e privadas e, dentre outras atividades, debates com lideranças e associações civis organizadas.

Essas Conferências consistirão basicamente na apresentação de painéis temáticos nas áreas da legalidade, policiamento, políticas sociais, cidadania, grupos minoritários e comunicação e nos debates e na busca das soluções para os problemas encontrados. Ao final dos eventos serão firmados pactos com autoridades estaduais e federais responsáveis, baseados nos resultados colhidos, para que se efetive, a curto e médio prazos, uma política de prevenção e repressão dos problemas apontados.

__________________

________________

patrocínio

VIVO

últimas quentes