Domingo, 21 de abril de 2019

ISSN 1983-392X

Defensor público que abaixa a cabeça quebra a cara, diz presidente do STJ

terça-feira, 20 de maio de 2008


Dia do Defensor Público

Defensor público que abaixa a cabeça quebra a cara, diz presidente do STJ

O presidente do STJ, ministro Humberto Gomes de Barros, afirmou hoje que "defensor público que abaixa a cabeça quebra a cara". Segundo o ministro, esse é um lema que ele criou a partir de um acidente ocorrido em uma reunião na Defensoria Pública do DF. "Um jovem defensor se abaixou e ao levantar, bateu a cabeça no tampo de vidro da mesa", lembra o ministro. "Daí veio a lição de que na Defensoria não pode haver hierarquia entre o procurador, o promotor, o advogado e até mesmo o juiz."

As palavras do ministro Humberto Gomes de Barros foram em homenagem ao Dia do Defensor Público, comemorado ontem em sessão solene na Câmara Legislativa do DF. O presidente do STJ foi convidado para a solenidade principalmente por ter sido o idealizador da instituição no DF, durante o governo de José Aparecido. Em janeiro de 1987, quando era procurador-geral do DF, Gomes de Barros foi o autor do decreto que criou a Defensoria do DF.

Humberto Gomes de Barros disse ter orgulho de ser o idealizador da Defensoria do DF, que teve uma função extremamente relevante: a de iniciar bacharéis recém-formados e até estudantes em fim de curso nas lides da advocacia. O ministro destacou que Defensoria rima com cidadania e que essa é a mais bela das advocacias. Para Gomes de Barros, é a Defensoria Pública que coloca o cimento necessário para que as vigas da sociedade não desmoronem.

____________________

patrocínio

Bradesco VIVO

últimas quentes