Terça-feira, 25 de junho de 2019

ISSN 1983-392X

Advogado suspeito de mandar matar ex-conselheiro da OAB é preso no Ceará

sexta-feira, 30 de maio de 2008


Prisão

Advogado suspeito de mandar matar ex-conselheiro da OAB é preso no Ceará

Policiais da Decap prenderam na cidade de Aracati, a 140 quilômetros de Fortaleza, o advogado Luiz Antônio Batista. Contra ele foi expedido um mandado de prisão pela Justiça de Roraima. Naquele Estado, ele é acusado de ser um dos mandantes do assassinato do advogado Paulo Coelho Pereira, ex-conselheiro federal da OAB.

Coelho foi morto, a tiros, por pistoleiros, na noite de 20/2/93, em Boa Vista, horas após ter assumido o cargo de conselheiro da OAB. Em seu discurso de posse, fez severas críticas ao pai de Luiz Antônio, o promotor Luiz Gonzaga Batista Rodrigues, que fora nomeado para o cargo de desembargador do TJ/RR, pelo então governador, brigadeiro Otomar Pinto.

Luiz Batista foi preso em seu escritório, no centro de Aracati. À tarde, foi levado para Fortaleza e está numa cela da Decap. Vai ser levado para Boa Vista nas próximas horas, onde será julgado - pela segunda vez - pelo crime.

O irmão dele, Luiz Gonzaga Batista Júnior, também implicado no crime, foi condenado. A ordem de prisão de Luiz Batista veio de Roraima, por meio de carta precatória emitida pelo 1º Tribunal do Júri de Boa Vista e recebida pelo juiz Henrique Jorge Silveira, da 2ª Vara do Júri de Fortaleza.

____________________

informativo de hoje

patrocínio

VIVO

últimas quentes