Sábado, 24 de agosto de 2019

ISSN 1983-392X

Entraves burocráticos contra investimento estrangeiro

O caráter “circular” dos procedimentos legais

quarta-feira, 6 de outubro de 2004

 

Entraves burocráticos contra investimento estrangeiro

O caráter “circular” dos procedimentos legais para a abertura de empresas no Brasil pode ser um dos principais entraves ao investimento estrangeiro. A constatação é do tributarista Sidney Stahl, sócio do escritório Azevedo Sette Advogados, com atuação especializada na orientação jurídica a investidores estrangeiros.

Segundo o advogado, o problema é enfrentar uma série de procedimentos para os quais são exigidos requisitos que dependem de etapas posteriores. Nesse sentido, é praticamente impossível para um investidor de fora constituir uma sociedade anônima no país, porque é preciso abrir uma conta no Banco do Brasil e depositar 10% do capital que será integralizado em nome do acionista. Como empresa estrangeira não pode abrir conta no Brasil em reais, isso inviabiliza a formação da empresa. “Você não pode fechar negócio porque não tem como conseguir o CNPJ sem ter conta bancária e não pode ter conta bancária, ou seja, não há como conseguir o CNPJ e, portanto, não tem como mandar o dinheiro”, diz Stahl.

____________

_________________

patrocínio

Bradesco VIVO
Advertisement

últimas quentes