Quinta-feira, 17 de outubro de 2019

ISSN 1983-392X

Empresas devem ter cautela na adoção do programa SPED

Agora que as empresas estão obrigadas a utilizar o programa SPED (que engloba nota fiscal eletrônica, sistema fiscal e sistema contábil), onde as transações e registros contábeis e fiscais passam a ser por meio digital, é preciso cautela na escolha da empresa que oferecerá o programa, com a análise minuciosa do contrato a ser firmado.

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009


SPED

Empresas devem ter cautela na adoção do programa SPED, afirma especialista

Agora que as empresas estão obrigadas a utilizar o programa SPED (que engloba nota fiscal eletrônica, sistema fiscal e sistema contábil), onde as transações e registros contábeis e fiscais passam a ser por meio digital, é preciso cautela na escolha da empresa que oferecerá o programa, com a análise minuciosa do contrato a ser firmado.

A advogada e sócia do escritório Peixoto E Cury Advogados, Claudia Petit Cardoso, alerta que há riscos para a empresa e que são necessárias medidas preventivas para que o SPED seja uma ferramenta útil e não traiçoeira. "Verificamos que o trabalho conjunto entre as áreas de TI, fiscal e jurídica das empresas é necessário para apresentação de soluções e ações pontuais preventivas no uso do novo sistema integrado", explica.

A sócia do escritóriodestaca que o escritório já está realizando trabalhos inéditos e de sucesso com alguns clientes e que o saldo está sendo positivo. "Nosso trabalho vai além do uso da ferramenta. Estamos conscientizando os clientes sobre a importância desta nova ferramenta e também para os cuidados essenciais no seu uso diário", afirma.

"Não se pode negar a existência de riscos e a necessidade da empresa pensar em manter seguro o seu sistema e documentação", completa.

______________

______________

patrocínio

Bradesco Advertisement VIVO

últimas quentes