Domingo, 21 de abril de 2019

ISSN 1983-392X

Desembargador Ney Teles de Paula assume a vice-presidência TRE/GO

O desembargador Ney Teles de Paula assumiu ontem, 2/2 TRE/GO as funções de Vice-Presidente e Corregedor Regional Eleitoral, em substituição ao desembargador Vítor Barboza Lenza, que foi eleito e empossado (dia 1º de fevereiro) como Vice-Presidente do Tribunal de Justiça. Ney exercia desde 14 de maio de 2007 as funções de suplente no TRE/GO.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009


Posse no TRE/GO

Desembargador Ney Teles de Paula assume a vice-presidência TRE/GO

O desembargador Ney Teles de Paula assumiu ontem, 2/2 TRE/GO as funções de Vice-Presidente e Corregedor Regional Eleitoral, em substituição ao desembargador Vítor Barboza Lenza, que foi eleito e empossado, dia 1/2, como Vice-Presidente do Tribunal de Justiça. Ney exercia desde 14 de maio de 2007 as funções de suplente no TRE/GO.

Natural de Piracanjuba (GO) Ney Teles de Paula é magistrado há 31 anos, tendo passado pelas comarcas de Caiapônia, Panamá, Bom Jesus de Goiás e Jataí. Promovido para a Capital em 1987, foi titular da Vara de Execuções Penais e da 1ª de Família, tendo sido juiz corregedor em três biênios, o último dos quais (1997/1998) como Diretor do Foro de Goiânia. No período de 1999/2000 foi convocado pelo Tribunal de Justiça, exercendo, por diversas vezes, substituição aos desembargadores João Canedo Machado, Paulo de Amorim, José Soares de Castro, Antônio Nery da Silva, Lafaiete Silveira e João Batista de Faria Filho. Foi promovido, pelo critério de merecimento, ao cargo de Desembargador do Tribunal de Justiça, tomando posse em 27 de janeiro de 2001.

É membro da Academia Goiana de Letras, Instituto Histórico e Geográfico de Goiás, União Brasileira de Escritores - UBE-GO, Associação Goiana de Imprensa - AGI, Academia Piracanjubense de Letras e Artes e Academia Belavistense (sócio-correspondente). Obras publicadas: Dimensões do Efêmero - Ensaios e Notas Literárias (1976); Antônio Americano do Brasil - Um Esboço Biográfico (1984); A Rosa Paradisíaca (2000); Moacir Teles - O sentido de sua morte nos textos de jornais (2004); A Escada de Jacó e outros escritos (2005); e Memorial do Efêmero (2008).

Condecorado com a ORDEM DO MÉRITO ANHANGUERA do Governo do Estado de Goiás, Grau Grande Oficial em 2005; MEDALHA TIRADENTES da Polícia Militar de Goiás, em 2006, e MEDALHA SESQUICENTENÁRIO da Polícia Militar de Goiás em 2008. Entre outras homenagens recebidas, destacam-se títulos de cidadania de Jataí, Goiânia, Panamá, Bom Jesus de Goiás, Morrinhos e Goiauba.

__________________

patrocínio

Bradesco VIVO

últimas quentes