Terça-feira, 18 de junho de 2019

ISSN 1983-392X

MJ realiza operação internacional de combate a cartel de compressores

A Secretaria de Direito Econômico - SDE, a Polícia Federal e o Grupo de Atuação Especial de Repressão à Formação de Cartéis e à Lavagem de Dinheiro e de Recuperação de Ativos - Gedec, órgão do MP/SP, deflagraram no dia 17/2 a Operação Grau Zero, contra um possível cartel de compressores – utilizados no resfriamento de aparelhos como geladeira, ar condicionado e bebedouro.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Operação Grau Zero

MJ realiza operação internacional de combate a cartel de compressores

A Secretaria de Direito Econômico - SDE, a Polícia Federal e o Grupo de Atuação Especial de Repressão à Formação de Cartéis e à Lavagem de Dinheiro e de Recuperação de Ativos - Gedec, órgão do MP/SP, deflagraram no dia 17/2 a Operação Grau Zero, contra um possível cartel de compressores – utilizados no resfriamento de aparelhos como geladeira, ar condicionado e bebedouro.

A operação começou no último trimestre de 2008 por iniciativa do Departamento de Proteção e Defesa Econômica - DPDE. 

Na apreensão de evidências, as suspeitas também recaem sobre empresas fora do país, o que resultou em outra parceria, desta vez inédita, num trabalho simultâneo com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos e a Comissão Européia, a partir de visitas da equipe do DPDE, coordenada pela diretora do Departamento, Ana Paula Martinez. É a primeira ação conjunta com autoridades estrangeiras nesse tipo de crime, sendo um reconhecimento do avançado estágio do Programa Brasileiro de Combate a Cartéis.

Foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão de documentos nos estados de São Paulo e Santa Catarina. A operação contou com a participação de mais de sessenta pessoas, entre delegados e agentes da Polícia Federal, técnicos da SDE e promotores.

As investigações iniciaram-se com a assinatura de um Acordo de Leniência (com a anuência do Gedec) entre a SDE e uma empresa do ramo que delatou as demais. O instrumento permite que um participante de cartel denuncie o fato às autoridades e, por cooperar com as investigações, receba imunidade administrativa e criminal. 

As primeiras investigações revelam que as empresas envolvidas teriam combinado o aumento de preços e trocado informações comercialmente sensíveis, impedindo a livre concorrência. Os contatos se davam principalmente por meio de e-mails, telefonemas e reuniões, incluindo encontros em restaurantes e hotéis.

Após análise das informações e documentos coletados, haverá seqüência do inquérito policial e será instaurado processo administrativo pela SDE, para a apuração de infração à ordem econômica. A pena para o crime de formação de cartel varia de 2 a 5  anos de reclusão. As multas podem chegar a 30% do faturamento bruto das empresas.

O mercado de compressores movimenta hoje no Brasil cerca de 10 milhões de unidades/ano. É responsável, por exemplo, por 35% do valor de uma geladeira.

_________________

patrocínio

VIVO

últimas quentes