Domingo, 21 de abril de 2019

ISSN 1983-392X

Resultado do sorteio da obra "Teoria Geral dos Recursos Cíveis"

segunda-feira, 23 de março de 2009


Sorteio de obra


Migalhas anuncia o sorteio da obra "Teoria Geral dos Recursos Cíveis" (RT – 3ª edição - 336 p.), de autoria de Flávio Cheim Jorge, sócio do escritório Cheim Jorge & Abelha Rodrigues - Advogados Associados. Nesta edição, atualizada com a reforma processual 2006/2007, o autor abrange os recursos cíveis, tratando desde a conceituação de recursos, passando pela sua classificação, requisitos de admissibilidade, princípios recursais e efeitos, até chegar ao recurso adesivo. O exemplar do título foi gentilmente doado pelo autor.

Sobre a obra :

"A virtude que logo se impõe ao leitor, nesta Teoria geral dos recursos cíveis, é a adequada sistematização. (...) A boa arrumação da matéria continua a ser qualidade importante. E Flávio, como fica óbvio pela mera leitura do índice, soube arrumar bem sua exposição.

Requisito essencial é também a clareza. Por mais complexo que seja o problema, o autor precisa versá-lo de modo tal que o leitor tenha a impressão de simplicidade. (...) Límpida é a exposição de Flávio – sinal de que os conceitos estão em sua mente.

O título da obra poderia dar a entender que o autor só se preocupa com os princípios fundamentais da matéria. Engano: o tratamento é abrangente, não hesita em descer a questões aparentemente miúdas, mas de notável relevância prática. (...) Daí a grande utilidade da obra, não só para os estudiosos do direito processual – para os especialistas -, mas para juízes e advogados, que necessitam orientação segura ao enfrentar problemas do dia-a-dia forense. Não faltam indicações de jurisprudência, devidamente submetidas, sempre que cabível, à apreciação crítica do autor.

Cuidou Flávio de examinar os vínculos entre os sistemas de recursos e o ordenamento constitucional, tema a que dedica um capítulo específico e está presente ao longo da obra. Insere-se assim, com acerto, na linguagem que se esforça por buscar na Constituição o sopro vivificador dos institutos jurídicos nos variados setores de direito. Cabe ao processo, nessa perspectiva, posição eminente. (...) Flávio mostra estar consciente dessa ligação." José Carlos Barbosa Moreira, desembargador aposentado do TJ/RJ.

Sobre o autor :

Flávio Cheim Jorge é mestre e doutor em Direito (Direito das Relações Sociais - Direito Processual Civil) pela PUC/SP; membro do Instituto Brasileiro de Direito Público - IBDP; ex-diretor da Escola Superior de Advocacia da OAB/ES; conselheiro da OAB/ES, triênio 2004/2007, tendo renunciado ao cargo para concorrer a vaga do quinto constitucional; Presidente da Sociedade Capixaba de Direito Processual (SCDP); advogado militante desde 22 de dezembro de 1993, nas áreas de consultoria, assessoria e contencioso em direito processual, administrativo, constitucional, tributário, civil e comercial.

__________________

Ganhador :

Ednei Angelo Correa, advogado de Sorocaba/SP












__________________


patrocínio

Bradesco VIVO

últimas quentes