Domingo, 20 de outubro de 2019

ISSN 1983-392X

TJ/PI - Pego pela compulsória, desembargador José Soares de Albuquerque despede-se

Tendo alcançado ontem, 22/03, a idade-limite para o serviço público - 70 anos – o desembargador José Soares de Albuquerque se afasta hoje, definitivamente, do TJ/PI, por força da aposentadoria compulsória. Em correspondência enviada ao titular destaa coluna, ele diz que deixa a vida pública, depois de 51 anos de atividades, "com a certeza do dever cumprido com dignidade, sem ódio, mágoa ou ressentimento".

terça-feira, 24 de março de 2009


Aposentadoria

TJ/PI - Pego pela compulsória, desembargador José Soares de Albuquerque despede-se

Tendo alcançado no dia 22/3, a idade-limite para o serviço público - 70 anos – o desembargador José Soares de Albuquerque se afastou-se ontem, 23/3, definitivamente, do TJ/PI, por força da aposentadoria compulsória. Em correspondência enviada ao titular destaa coluna, ele diz que deixa a vida pública, depois de 51 anos de atividades, "com a certeza do dever cumprido com dignidade, sem ódio, mágoa ou ressentimento".

Lembra o desembargador a sua formatura pela Faculdade de Direito do Piauí, em 1968, as quatro sucessivas eleições para vereador da capital (a partir de 1970) e a eleição para a presidência da Câmara Municipal de Teresina (1983/84), o ingresso no Ministério Público estadual, por concurso público, em 1979, tendo assumido o cargo de procurador geral de Justiça em 1995.

No dia 30 de outubro de 1996, nomeado pelo governador Mão Santa, pelo quinto constitucional reservado ao Ministério Público, tomou posse como desembargador do Tribunal de Justiça do Estado, ocupando a vaga aberta com a aposentadoria do desembargador Manfredi Mendes de Cerqueira.

No âmbito do Poder Judiciário do Piauí, o desembargador José Soares de Albuquerque exerceu os cargos de presidente da 1ª e da 2ª câmaras Especializadas Criminais e da 2ª câmara Especializada Cível, foi vice-presidente do Tribunal de Justiça e assumiu a presidência da Casa, no período de 3/12/03 a 31/5/04.

Durante sua curta gestão presidencial, inaugurou as comarcas de Marcolândia e de Barro Duro e o Juizados Especiais Cíveis e Criminais das cidades de Corrente, Oeiras, Picos e Altos, tendo instalado, ainda, o Fórum da Fazenda Pública (próximo ao Tribunal de Justiça) e os anexos dos Juizados Especiais da Faculdade Piauiense, da Universidade Estadual do Piauí (em Parnaíba), da Faculdade São Gabriel, da Faculdade Santo Agostinho e da FAETE (em Teresina).

Vida Intelectual

Além dos induvidosos e relevantes serviços prestados à sociedade piauiense, durante mais de meio século de vida pública, o desembargador José Soares de Albuquerque também enriquece a sua biografia com o registro das suas atividades literárias, como contista, poeta e romancista. Ao lado das inúmeras colaborações publicadas em jornais e revistas editadas em Teresina, ele é autor de onze livros - três já lançados e oito prontos e prefaciados para próximos lançamentos. É membro da Academia de Letras da Magistratura Piauiense e da Academia Maçônica de Letras do Piauí.

Ciclo de Amizades

Há uma característica especial que marca a vida do desembargador José Soares de Albuquerque, nascido no dia 22 de março de 1939, em Belém do São Francisco/PE.

É o fato de que, em todas as funções públicas que exerceu e na convivência diária com os seus semelhantes – dos terreiros de Teresina, passando pelo Mercado da Piçarra, a Câmara Municipal, a Procuradoria Geral de Justiça até chegar ao Palácio da Justiça – ele nunca deixou de tratar a todos com respeito e solidariedade. Por isso, ele leva para a aposentadoria as sólidas e incontáveis amizades que construiu.

__________________

patrocínio

Bradesco Advertisement VIVO

últimas quentes