Quinta-feira, 17 de outubro de 2019

ISSN 1983-392X

TJ/AC - Encerrado o júri do "Crime da Motosserra"

Após três dias de julgamento, o Juiz Leandro Leri Gross, titular do Tribunal do Júri da comarca de Rio Branco, leu a sentença de três dos sete acusados do assassinato do mecânico Agilson Firmino dos Santos, o "Baiano", crime que ficou conhecido nacionalmente como o "crime da motosserra".

quinta-feira, 24 de setembro de 2009


Sentença

Encerrado o júri do "crime da motosserra"

Após três dias de julgamento, o Juiz Leandro Leri Gross, titular do Tribunal do Júri da comarca de Rio Branco, leu a sentença de três dos sete acusados do assassinato do mecânico Agilson Firmino dos Santos, o "Baiano", crime que ficou conhecido nacionalmente como o "crime da motosserra".

Hildebrando Pascoal Nogueira Neto, principal acusado de cometer o crime, foi condenado a cumprir 18 anos de prisão em regime fechado. Os outros dois acusados, Adão Libório de Albuquerque e Alex Fernandes Barros, foram absolvidos pelo Conselho de Sentença.

Diante da complexidade e repercussão do julgamento na sociedade e mídia nacional, o TJ empenhou grande equipe de servidores, estrutura técnica e logística para garantir a plena realização dos trabalhos. O julgamento tem sido reconhecido como um dos maiores acontecimentos jurídicos da história do Tribunal do Júri da comarca de Rio Branco.

Ao final, o Juiz Leandro Gross enalteceu a cordial participação do MP e dos advogados de defesa, ressaltou a disposição do corpo de jurados para enfrentamento de um júri tão extenso, assim como o apoio incondicional que recebeu da Direção do TJ/AC para o cumprimento do júri.

Agradeceu ainda a colaboração de todos os servidores do Judiciário, com os quais compartilhou o êxito dos trabalhos. Mencionou especialmente os servidores da vara do Júri, oficiais de Justiça, da Assessoria de Comunicação Social, equipes das polícias Civil, Militar e Federal, além da Companhia de Trânsito e SAMU, para que os trabalhos transcorressem sem nenhum incidente e dentro das melhores expectativas.

Também reconheceu a parceria da imprensa, que de forma organizada realizou a cobertura do julgamento, assegurando boa divulgação e transparência a todas as etapas do ato judicial. O magistrado afirmou que se sente satisfeito com a concretização do júri, que segundo afirma "põe um ponto final a uma história que mancha a imagem do Estado do Acre".

Por fim, Leandro Gross anunciou para segunda-feira, 28/9, o julgamento de outro acusado de participar do mesmo crime, Pedro Pascoal Bandeira, que deixou de ser julgado nesta semana por haver alegado problemas de saúde.

  • Confira abaixo fotos do último dia do julgamento :

________________

_________
______________

Leia mais

  • TJ/AC - Hildebrando Pascoal fez a própria defesa durante seis horas - clique aqui.

_______________

informativo de hoje

patrocínio

Bradesco Advertisement VIVO

últimas quentes