Terça-feira, 18 de junho de 2019

ISSN 1983-392X

Desembargador Tadeu Costa é o novo integrante do Conselho Penitenciário do PR

O desembargador Tadeu Marino Loyola Costa foi empossado como integrante do Conselho Penitenciário do Estado do Paraná - Conpen. A cerimônia de posse foi conduzida pelo governador Roberto Requião. Participaram da solenidade, entre outras autoridades, o secretário da Justiça, desembargador Jair Ramos Braga, o secretário da Segurança Pública, Luiz Fernando Delazari, e o presidente do Conselho, Danadier Bittencourt.

sexta-feira, 23 de outubro de 2009


Posse

Desembargador Tadeu Costa é o novo integrante do Conselho Penitenciário do PR

O desembargador Tadeu Marino Loyola Costa foi empossado como integrante do Conselho Penitenciário do Estado do Paraná - Conpen. A cerimônia de posse foi conduzida pelo governador Roberto Requião. Participaram da solenidade, entre outras autoridades, o secretário da Justiça, desembargador Jair Ramos Braga, o secretário da Segurança Pública, Luiz Fernando Delazari, e o presidente do Conselho, Danadier Bittencourt. Também esteve presente ao ato o desembargador Munir Karam, diretor-presidente da Paranaprevidência. Após ser empossado, na qualidade de representante da comunidade, disse o novo conselheiro Tadeu Costa: "Creio ainda ser útil ao serviço público e à sociedade, assim como o fiz na magistratura".

Principais atribuições do Conpen

Criado há 84 anos, o Conselho Penitenciário tem como principais atribuições emitir pareceres e pedidos de benefícios para presos do Sistema Penitenciário e inspecionar os presídios e as cadeias públicas. Funciona como órgão de assessoria da Secretaria da Justiça e da Cidadania.


Breve currículo

Tadeu Marino Loyola Costa nasceu, em Curitiba, em 27 de novembro de 1938. Formou-se em Direito pela Universidade Federal do Paraná, em 1963. Ingressou na Magistratura em junho de 1964, como juiz substituto da Comarca de Jacarezinho, tendo assumido também as Comarcas de Andirá, Cambará, Siqueira Campos, Carlópolis, Ribeirão Claro, Foz do Iguaçu, Cascavel, Lapa, Rio Negro, Paranaguá, Morretes e Antonina.

Em 1965 foi promovido a juiz de Direito e exerceu suas funções em Piraí do Sul, Primeiro de Maio, Palmeira, Ponta Grossa e Curitiba. Em dezembro de 1985 foi nomeado juiz do Tribunal de Alçada, tomando posse em fevereiro de 1986, onde permaneceu por sete anos. Em setembro de 1993, promovido por merecimento, assumiu o cargo de desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná. De junho de 2000 a janeiro de 2001, presidiu o Tribunal Regional Eleitoral. Ocupou o cargo de Corregedor-Geral da Justiça no biênio 2001/2002.

Foi eleito, em 10 de dezembro de 2004, para presidir o Tribunal de Justiça no biênio 2005/2006. Durante sua gestão como presidente do Tribunal de Justiça assumiu o governo do Estado do Paraná, no período de 3 a 10 de julho de 2006, em substituição ao governador Roberto Requião.

_____________________

patrocínio

VIVO

últimas quentes