Quinta-feira, 20 de junho de 2019

ISSN 1983-392X

Principais problemas do Judiciário decorrem da falta de gestão, revela estudo coordenado pela professora Maria Tereza Sadek

A AMB divulgou ontem, 29/10, em entrevista coletiva realizada em São Paulo/SP, estudo coordenado pela professora Maria Tereza Sadek sobre a realidade da Justiça nos estados brasileiros.

sexta-feira, 30 de outubro de 2009


Realidade

Principais problemas do Judiciário decorrem da falta de gestão, revela estudo coordenado pela professora Maria Tereza Sadek

Foi divulgado ontem, 29/10, estudo coordenado pela professora Maria Tereza Sadek sobre a realidade da Justiça nos Estados brasileiros. A pesquisa é uma leitura da publicação "Justiça em Números", do CNJ.

A pesquisadora da USP fez uma análise comparativa de dados referentes ao período de 2004 a 2008, como gasto com pessoal, número de novos processos e carga de trabalho dos magistrados. A partir desse diagnóstico, foi possível localizar onde estão os principais problemas e aventar possíveis soluções para melhorar as condições de trabalho dos magistrados e, consequentemente, aperfeiçoar a qualidade do serviço prestado aos cidadãos.

Para Sadek, o número de magistrados, a carga de trabalho e o número de casos novos não interferem na taxa de congestionamento dos tribunais. "O desempenho do Judiciário depende estritamente da gestão administrativa interna. De nada adianta ter mais juízes, mais computadores, mais unidades judiciais, sem uma gestão adequada", explica a professora. A iniciativa do estudo foi da AMB.

________________
____________

Fonte : AMB

_______________

patrocínio

VIVO

últimas quentes