sábado, 19 de setembro de 2020

COLUNAS

Porandubas nº 135

A CRISE...

O ministro Guido Mantega não estava muito à vontade quando reconheceu que o quadro internacional é grave, até lembrando o ex-presidente do FED, Allan Greenspan, que disse : esta crise é a pior desde a II Guerra Mundial. Mantega parecia incomodado com um caroço querendo saltar na testa. E vomitou a grandeza de nossas reservas. Perguntinha ingênua : o que são R$ 200 bilhões para uma crise que ameaça queimar trilhões ?

...SISTÊMICA

Há muito se sabe que os respingos da gripe norte-americana chegam, mesmo a conta-gotas, nos quadrantes do planeta. E se todos reconhecem que a crise é sistêmica, podem esperar : vamos ter de pôr a mão no bolso e soltar algum para amenizar a queda no despenhadeiro. A conferir.

MARTA E QUÉRCIA

O casamento, convenhamos, não é o que pode se chamar de perfeito. Nos tempos dos nossos avós, o termo era "união por conveniência". Só pode ser este o termo que amarraria Orestes Quércia a Marta Suplicy. A ministra do Turismo, para comprar o apoio do PMDB (leia-se tempo de TV e não votos), cederia o lugar de vice a um indicado de Quércia, Alda Marco Antonio ou Marcelo Barbieri. E, em 2010, o ex-governador paulista seria coroado candidato ao senado com o apoio do PT. O sol quercista e a estrela petista são duas retas que se encontrarão no ...infinito.

SILVINHO E OS QUITUTES

Silvio Pereira, Silvinho, não quer prestar serviços de zelador. Por decisão judicial, teria de fazer esse serviço na sub-prefeitura do Butantã. Mas ele gosta mesmo é de cozinhar. Vejam o néctar que ele gosta de aprontar : lula recheada no alho-poró. O presidente Luiz Inácio adoraria tê-lo por perto nessa hora. Mas a juíza é inflexível : o trabalho comunitário a que Silvinho foi condenado não pode ser trocado pela cozinha do Palácio da Alvorada.

ENXURRADA DE MPs

Quando sentiu que a coisa era pra valer, Luiz Inácio chamou ao Palácio o presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia. Disse que o Executivo não aceitará restrições às Medidas Provisórias. Chinaglia, ao que parece, tentou contra-argumentar. Mas Lula não cedeu. E o que vimos na TV ? A fala quase humilhada do presidente de um Poder - o Legislativo - defendendo as Medidas Provisórias. É o hiper-presidencialismo de matiz absolutista que faz do Congresso Nacional um quarto de despejo, como disse o presidente do Senado, Garibaldi Alves.

QUE CARA, HEIN ?

Vocês viram a cara da mulher do ex-governador de Nova Iorque, Spitzer, no momento em que ele anunciava a renúncia ao cargo ? O que ele queria transmitir aos seus semelhantes quando convocou a mulher para presenciar, ao seu lado, um ato público de sem-vergonhice ? Ou será que a mulher exigiu estar presente à renúncia ? Chovia desprezo no olhar daquela mulher.

KASSAB E OS TUCANOS

Os vereadores tucanos apóiam a reeleição do prefeito Gilberto Kassab. A pergunta é : por interesse paroquial ? Por convicção ideológica ? Por pressão do governador José Serra ? O que dizem dos 30% do índice registrado pelo tucano Geraldo Alckmin ? Aliás, o que o ex-governador acha dos nobres vereadores ? Seria interessante ouvir esse bate-boca nos corredores.

LULA E A NOVA BOLSA

Todos os dias, o presidente Lula faz mais um gol. Desta feita, amplia a mesada do Bolsa Família para os jovens de 16 e 17 anos. Os adolescentes, agora, poderão gozar um pouco mais de conforto. Muitas aulas serão cabuladas. É o que se viu na última pesquisa sobre a evasão da Escola por parte de integrantes de famílias que recebem o "adjutório". Com este contingente, Lula junta 1,7 milhão de novos eleitores na bacia eleitoral do governismo.

A CONQUISTA DAS MULHERES

As mulheres expandem suas lutas e sua presença na sociedade e na política. É um fato auspicioso constatar as candidaturas de Maria do Rosário (PT), Manuela d'Ávila (PC do B), e Luciana Genro (PSol), em Porto Alegre. Três mulheres disputando a Prefeitura em um Estado governado por uma mulher, Yeda Crusius. A mulher passa a idéia de ser : mais responsável, mais consciente, mais organizada, mais equilibrada nas finanças, mais preocupada com os valores básicos da sociedade. No mês da mulher, esta singela homenagem.

SERRA DESPERTA

José Serra desperta pouco a pouco. Deixa de lado a solidão do Palácio dos Bandeirantes e toma um banho de sol no Nordeste. Foi ao Ceará e deu rápida espiada no Piauí. Ouve-se pelos cantos que Serra não tem vez no Nordeste. Por ter sido contra o renascimento da Sudene. O tucano está ressabiado com as andanças de Aécio Neves, que faz articulações por todos os lados. Nunca se viu um Aécio tão alegre.

CIRO NA JOGADA

Ciro Gomes, o homem espoleta, começa a se mexer. Encosta-se em Aécio Neves. Sonha em ser vice do mineiro na chapa presidencial de 2.010. E no Ceará, conta com o apoio do amigo tucano, senador Tasso Jereissati, para emplacar a ex-mulher, a senadora Patrícia Sabóia, na Prefeitura. Vai lutar contra a atual prefeita Luizianne Lins, do PT.

6 MILHÕES DE CARROS E NENHUM PLANO

São Paulo, capital, registra 6 milhões de carros. O congestionamento, nas horas de pico, chega a ultrapassar os 200 kms. E, até o momento, não se distingue nenhum projeto de envergadura para melhorar o fluxo de carros na cidade. Fala-se muito, planeja-se pouco. E tudo é perfumaria.

E AS PESQUISAS ?

Esta pesquisa que deu a Gilberto Kassab, em menos de uma semana, 10 pontos percentuais, está dando o que falar. Nunca questiono o resultado de pesquisa. Quem derruba ou confirma determinada pesquisa é a pesquisa seguinte. Logo, esperemos pela próxima. Se confirmar o resultado, o Instituto estará consagrado. Caso seja bem diferente, será execrado. É o preço da opinião pública. E não adianta botar culpa na metodologia usada.

ACORDO PT E PSDB

O acordo entre PT e PSDB em torno de um nome dos dois partidos para disputar a prefeitura de Belo Horizonte será um marco nesses dias de incerteza. Aécio e Lula ganham. José Serra e Fernando Henrique perdem. Geraldo Alckmin ganha mais que perde. O DEM se atola.

HÁ MAIS COISAS NA TERRA E NO AR...

O mar não está pra peixe. (Pode vir respingo de crise por aí.) O ar exibe sinais de fumaça. (Pode ser fogueira começando a arder). Os céus já não ostentam o azul de brigadeiro. (A Infraero desdiz o que disse e Congonhas voltará a respirar caos). A economia continua navegando bem no piloto automático. Até quando ? E a velha pergunta circula por ouvidos atentos : quando os gaviões malvados atacarão os urubus que rondam os cemitérios?

CONSELHO AOS MEMBROS DA EQUIPE ECONÔMICA

Esta Coluna dedica sua última nota a pequenos conselhos aos políticos, governantes e líderes nacionais. Na edição anterior, o espaço foi destinado aos oposicionistas do DEM e do PSDB. Hoje, sugere aos membros da equipe econômica :

1. O discurso de que o Brasil tem reservas suficientes para enfrentar a crise é frouxo. Não há dinheirama que resista a uma crise sistêmica.

2. Se no Brasil tudo é sólido, segundo garante o ministro Mantega, há sólidos que se desmancham no ar.

3. Esbanjamento, cofres abertos, programas superfaturados, ocupação de espaços públicos por grupos partidarizados, loteamento da res publica, emendas personalistas no Orçamento podem fazer a diferença - para pior - em ciclo da crise. O Brasil não pode mais dormir em berço esplêndido.

__________________

Atualizado em: 1/1/1900 12:00

Compartilhar
COORDENAÇÃO
Gaudêncio Torquato

Gaudêncio Torquato, (gt@gtmarketing.com.br) é jornalista, consultor de marketing institucional e político, consultor de comunicação organizacional, doutor, livre-docente e professor titular da Universidade de São Paulo e diretor-presidente da GT Marketing e Comunicação.