Terça-feira, 16 de julho de 2019

ISSN 1983-392X

Mulheres. Valorizemo-las

Alcimor Aguiar Rocha Neto

Março. No oitavo dia deste mês comemoramos todos os anos o Dia Internacional das Mulheres. Foi nesta mesma data há muitos anos atrás que cento e vinte e oito mulheres foram trancadas e queimadas dentro de uma fábrica por seus patrões nos Estados Unidos. Motivo: reinvidicavam direitos iguais para homens e mulheres.

terça-feira, 8 de março de 2005

Mulheres. Valorizemo-las


Alcimor Aguiar Rocha Neto*

Março. No oitavo dia deste mês comemoramos todos os anos o Dia Internacional das Mulheres. Foi nesta mesma data há muitos anos atrás que cento e vinte e oito mulheres foram trancadas e queimadas dentro de uma fábrica por seus patrões nos Estados Unidos. Motivo: reinvidicavam direitos iguais para homens e mulheres.

Em 1910 na Dinamarca houve uma Convenção das Mulheres Socialistas, onde uma representante do evento propôs que o dia 08 de Março se tornasse o Dia Internacional da Mulher. Proposição aceita naquele país, rapidamente se difundiu para todo o mundo e até hoje todos os dias 8 de março comemoramos o dia da Mulher.

Elas conquistaram bastante. A reivindicação por direitos iguais para homens e mulheres, lançada originariamente por uma francesa em 1791, sob o título de Declaração de Direitos das Mulheres, não parou mais e surtiu (e continua surtindo) efeitos positivos. As mulheres nos dias de hoje gozam dos mesmos direitos dos homens mas continuam sofrendo preconceitos de diversas espécies, principalmente preconceitos profissionais, domésticos e sexuais.

A razão para tais preconceitos é histórica, e não se acaba definitivamente com uma idéia, antes tida como dogmática, em tão pouco tempo. O preconceito tende a diminuir com o passar dos anos, na medida em que as gerações atuais e futuras passarem a ver este problema como algo ridículo e inconcebível (como devem ser tratados e pensados os preconceitos).

A importância das mulheres para o mundo raramente é trazida à tona. Sem elas não existiríamos. Mas talvez sem os homens elas existiriam, porque com os avanços médico-científicos elas já podem conceber sem nossa participação no processo de reprodução. Quando afirmo que sem elas não existiríamos, afirmo em dois sentidos, quais sejam, o biológico e o psicológico. O biológico porque não há processo de reprodução sem a mulher (a recíproca não é verdadeira, com já dito), e o psicológico porque o que torna um homem, homem é ter uma mulher ao lado, e sem esta não há onde aquele se apoiar emocionalmente.

É um absurdo termos que ter um dia internacional da mulher para lembrarmos da importância delas. Porque não há um dia internacional dos homens? As más línguas dizem que o homem não tem um dia internacional porque todos os dias do ano são dias dos homens, o que também é um absurdo.

Homenagemo-las, então, e saudemo-las neste dia tão especial que para mim é apenas mais um dia das mulheres, no meio de trezentos e sessenta e quatro outros.
____________

*Bacharelando em Direito






____________