Domingo, 15 de setembro de 2019

ISSN 1983-392X

O poder da escolha

Josie Jardim

Há vários anos atrás, levei minha filha assistir ao filme "Mulan" e ao sair do cinema, desandei a explicar que tinha adorado o filme porque a heroína havia lutado junto com os homens, que era corajosa e competente e que não havia titubeado em entrar numa guerra para proteger sua família.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010


O poder da escolha

Josie Jardim*

Há vários anos atrás, levei minha filha assistir ao filme "Mulan" e ao sair do cinema, desandei a explicar que tinha adorado o filme porque a heroína havia lutado junto com os homens, que era corajosa e competente e que não havia titubeado em entrar numa guerra para proteger sua família.

Quase bati o carro quando minha filha respondeu, sentadinha no banco de trás e com o ar sonhador de uma menina de oito anos de idade, que o que ela mais havia gostado do filme foi o fato de que a Mulan havia se casado com o guerreiro ao final do filme e que eles iriam viver felizes para sempre.

Coitada! Quem me conhece sabe o tamanho do sermão que ela teve de ouvir.

O tempo passou e no início desse ano e em meio às torrenciais chuvas de verão, tive minha casa atingida pela queda de uma árvore e o corpo de bombeiros foi chamado para nos salvar do caos.

Meu filho de 6 anos olhava a todo o movimento com aquele olhar de quem está assistindo a um filme de aventura (e gostando), quando UMA sargento do corpo de bombeiros, bastante jovem e bonita, veio conversar conosco e informar que era a responsável pelas operações naquele dia. Sem a menor sutileza, meu filho arregala os olhos e me pergunta se era possível que uma mulher fosse bombeira.

Obviamente que, mesmo tendo de competir com as estripulias realizadas numa escada magirus, eu não perdi a oportunidade de explicar ao meu pimpolho que as mulheres, assim como os homens, podem seguir qualquer profissão, despejando no pobrezinho todos os argumentos que pude encontrar naquele instante.

Olhados sobre outro ângulo que não a minha patética frustração feminista, ambos os fatos dizem respeito à importância de dar às pessoas, homens e mulheres, a possibilidade da escolha. Escolhas essas que podem, inclusive, remeter à soluções profissionais e pessoais, totalmente diferentes.

Na verdade, pouco me importa se uma mulher resolve parar de trabalhar para cuidar dos filhos ou se resolve nem ter filhos para poder trabalhar mais e avançar na carreira. O que me interessa, de verdade, é que a escolha tenha sido dela, somente dela. E que se uma mulher decidir ser bombeira ou um homem resolver ser professor de escola infantil, que o resto da sociedade não fique com aquela cara de "ué" tão comum a quem não consegue fazer nada que não seja senso comum.

E apesar do péssimo nível da campanha eleitoral, não abro mão de saborear esse momento em que vejo duas mulheres, disputando em pé de igualdade, a Presidência da República do meu país. Duas mulheres que escolheram o que fazer de suas próprias vidas, o que já faz delas vencedoras.

E como brasileira, só espero que quem quer que vença a eleição, homem ou mulher, seja COMPETENTE!

E que vença A melhor, é claro!

__________
________________

Leia mais

30/6/10 - "Que delícia de mudança" - Christina Montenegro Bezerra - clique aqui

9/6/10 - "Marcas do início e uma lição para toda vida" - Márcia Moreno Ferri - clique aqui

18/5/10 - "A culpa deve ser dos comerciais de margarina!" - Cristianne Saccab Zarzur e Josie Jardim - clique aqui

12/3/10 - "Mulher "Multifuncional"" - Milena Sbrana da Silveira - clique aqui

12/3/10 - "A mulher e o mercado de trabalho - Fazer a diferença" - Rogéria Paula Borges Rezende Gieremek - clique aqui

11/3/10 - "8 de Março – mais de 100 anos de muitas lutas e vitórias" - Marisa Peres Fernandes dos Santos - clique aqui

11/3/10 - "A comissão de frente" - Maria de Lourdes Pereira Campos - clique aqui

10/3/10 - "Mulheres e o mercado de trabalho" - Ana Paula Barbieri - clique aqui

10/3/10 - "A mulher e o trabalho" - Claudia Wagner - clique aqui

9/3/10 - "As mulheres e o mercado de trabalho" - Cristiane Peixoto de Oliveira Marrara - clique aqui

8/3/10 - "Falamos Muito… mas nem sempre dizemos tudo" - Josie Jardim - clique aqui

5/3/10 - "A arte de definir as prioridades: nossa grande aliada!" - Camila Peixoto Olivetti Regina - clique aqui

4/3/10 - "Mulheres e mercado de trabalho. Uma visão diferente" - Daniela Pozzetti - clique aqui

3/3/10 - "A mulher e o mercado de trabalho" - Daniella Janoni - clique aqui

2/3/10 - "Mulheres no mercado de trabalho" - Ana Amélia Ramos de Abreu - clique aqui

1/3/10 - "Para filosofar" - Juliana Marques - clique aqui

_________________




 

*Diretora Jurídica da GE para América Latina e integrante do grupo Jurídico de Saias








_______________