Segunda-feira, 14 de outubro de 2019

ISSN 1983-392X

Tudo o que é preciso saber sobre indisponibilidade na nuvem

Thiago Madeira de Lima

Indisponibilidade é um dos principais transtornos que podem envolver uma estratégia de nuvem.

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Atualmente no ambiente empresarial há grande procura por estratégias de nuvem. Fato é que algumas gestões ainda desconhecem ou desconsideram alguns pontos importantes que envolvem a implantação desse tipo de estratégia e isso pode gerar uma série de transtornos.

Indisponibilidade é um dos principais transtornos que podem envolver uma estratégia de nuvem e exatamente por isso abordaremos quais são os principais pontos que você deve saber sobre indisponibilidade na nuvem.

Todo provedor está sujeito à indisponibilidade

Não existe nada nas implementações de arquitetura para nuvem que garanta que ela seja 100% disponível o tempo todo. Isso ocorre porque executar e automatizar uma solução altamente escalável demanda grande trabalho, existe a movimentação de diversas funcionalidades e em alguns momentos falhas podem acontecer, como problemas de hardware e atualização de dados, por exemplo. Por essa razão, grandes provedores de serviços na nuvem podem sofrer com indisponibilidades momentâneas e as empresas, por sua vez, também não estão imunes a isso.

Aplicativos não precisam deixar de funcionar

Apesar da nuvem estar sujeita às indisponibilidades, elas não precisam necessariamente afetar suas aplicações, tudo depende da arquitetura que elas apresentam. É preciso pensar que a nuvem possivelmente apresentará algum tipo de falha e por isso é fundamental preparar suas aplicações para usarem redundância e replicação de dados, assim elas continuarão operando mesmo com a nuvem indisponível. Se uma gestão opta por utilizar aplicativos antiquados e com arquitetura obsoleta, ela deve esperar que interrupções e indisponibilidade aconteçam com maior probabilidade.

Otimize seu mecanismo de detecção de problemas

Como saber se sua estratégia de nuvem está funcionando corretamente? Contar com sistemas de monitoramento e gerenciamento de experiências do usuário final são maneiras de verificar se tudo está ocorrendo de maneira correta e sem falhas que interfiram na continuidade de negócios.

Tenha certeza que o provedor tem um canal de comunicação adequado

Uma vez detectado que de fato existe um problema, como realizar a comunicação correta com o seu provedor? É necessário que haja uma atualização de status do problema em tempo real e que seja determinado quais ações estão sendo tomadas para que o problema seja resolvido com agilidade e eficácia. Além disso, é fundamental perceber se o canal que essa empresa oferece é condizente com a sua expectativa, afinal muitas apresentam meios específicos, como já citamos em um artigo anterior.

Apesar de todos os provedores estarem sujeitos às eventuais indisponibilidades, existem aqueles que oferecem soluções com alta confiabilidade e com grandes índices de disponibilidade, o que reduz drasticamente as chances de haver problemas.

A nuvem da Penso Tecnologia possui suporte 24×7 e conta com uma gestão completa de ambiente de TI do cliente, oferecendo plataformas de última geração, além do respaldo de uma equipe especializada para lidar com ambientes críticos.

_____________

*Thiago Madeira de Lima é diretor executivo da Penso Tecnologia.

Ktree Penso Tecnologia da Informacao Ltda.