Sexta-feira, 23 de agosto de 2019

ISSN 1983-392X

Advogado, você é produtivo?

Marcela Quint

Responda 5 perguntas e descubra se você está aproveitando o seu tempo da melhor forma.

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Ser produtivo é um desafio para a maioria dos profissionais. Todo mundo quer colocar a cabeça no travesseiro depois de um dia cheio com a certeza de que nenhuma pendência ficou para trás. No caso dos advogados não é diferente.

Mas numa profissão que exige tantas habilidades diferentes, fica muito difícil dar conta de tudo, né? Aqui na Aurum, nós temos mais de 20 anos de experiência no desenvolvimento de softwares jurídicos e acompanhamos de perto essa rotina. Depois de tanto tempo, aprendemos a identificar os profissionais que realmente fazem uma boa gestão das suas atividades.

E como queremos que cada vez mais advogados façam parte do futuro da advocacia com a gente, vou compartilhar dicas para você descobrir se está aproveitando bem o seu tempo no trabalho. Primeiro, algumas perguntas:

1. Você tem controle da sua agenda?

Eu sei que a agenda física é a melhor amiga de muitos advogados. Existem até formas criativas de usar essa ferramenta, como nós contamos lá no nosso blog. Mas pense por um momento na sua organização. Você consegue visualizar seus compromissos de qualquer lugar? Consegue sincronizar essas informações em diferentes ferramentas? O que acontece se você esquecer a sua agenda no escritório, no fórum ou em casa?

Um advogado realmente produtivo tem acesso rápido a todas as suas demandas do dia, da semana e até do mês, tudo isso com backup digital. No blog da Aurum, a gente falou um pouco sobre o uso da agenda e como ela pode mudar a forma como você se organiza:

- 7 motivos para repensar o uso da agenda jurídica e aumentar a sua produtividade

2. Tem as suas despesas e receitas em dia?

Muita gente esquece da parte financeira quando pensa em produtividade, mas essa é uma atividade que tira o sono de muitos profissionais. São raríssimos (se não inexistentes) os cursos de direito que preparam o advogado para fazer a gestão do próprio escritório.

Então prever os ganhos do próximo período e as contas a pagar acaba sendo uma tarefa demorada, que toma um tempo que poderia ser usado para outras atividades intelectuais e de gestão. Se você se identifica com essa dor, talvez seja porque precisa otimizar a sua organização financeira.

O advogado Geazi Viégas, parceiro de conteúdo da Aurum, contou lá no nosso blog como ele faz a gestão das suas atividades e honorários com os timesheets para advogados. Além disso, nós também listamos alguns comportamentos que podem causar prejuízos aos advogados que não são produtivos:

- 5 falhas na gestão de escritório que fazem você perder dinheiro

3. Consegue lidar bem com novas demandas?

Imagine só: você está no escritório, com o dia todo organizado e cada pedacinho do seu tempo está ocupado por uma tarefa. Mas um cliente liga cheio de dúvidas sobre o seu caso. O que você faz? Imagino que você não vai querer deixar o seu cliente sem um bom atendimento. Só que isso também pode significar que você vai atrasar tudo o que tinha planejado para aquele dia, né?

Se qualquer pequena distração, interrupção ou imprevisto gera um transtorno gigante para o seu dia, talvez isso signifique que você precisa melhorar a sua produtividade. É claro que imprevistos acontecem, mas um advogado realmente produtivo consegue manter uma margem de ajuste quando as coisas saem um pouco do planejado.

Aliás, se você quer ter mais previsibilidade das suas demandas, confira o nosso blog e descubra como:

- Como ter previsibilidade das atividades do escritório

4. Está sempre atualizado quanto aos casos e processos?

O advogado produtivo é aquele que tem segurança que está conseguindo acompanhar todos os seus casos e processos cotidianamente. O advogado que não consegue se manter atualizado sobre o que acontece no escritório provavelmente vai se sentir mais estressado, ansioso e vai perder muito tempo se preocupando com o que está por vir. É possível até que isso reflita em um atendimento de pior qualidade, pois o profissional não consegue passar a segurança e a tranquilidade necessárias ao cliente.

Então se você sente que não consegue manter um bom acompanhamento dos seus processos, talvez seja mais um sinal de que você precisa melhorar a sua produtividade e aproveitar melhor seu tempo. A advogada Mariana Gonçalves, por exemplo, percebeu que o seu acompanhamento de processos precisava mudar para que o escritório pudesse crescer:

- Veja como Mariana Gonçalves faz o seu controle de processos judiciais

5. Tem tempo para focar na sua advocacia?

Qual foi a última vez que você fez um curso, participou de um evento de networking ou então leu um bom livro sobre advocacia? Se a resposta for há muito tempo, então esse é outro sinal de que algo não está indo bem na sua rotina.

Separar um pedaço da sua agenda de compromissos para dedicar à melhora contínua da advocacia é fundamental para os profissionais que querem oferecer um serviço acima da média aos clientes. Por isso, se você não consegue dar atenção ao mais importante no seu trabalho, que é a sua constante evolução, fique atento.

Além disso, a gestão do escritório ou as tarefas repetitivas não podem impedir o advogado de se dedicar ao que realmente faz dele um profissional competitivo: capacidade técnica, atendimento de qualidade e um bom marketing pessoal.

6. E, o principal, sobra tempo (e energia) para a sua vida pessoal?

Por último, o principal: se você chega em casa todos os dias exausto, sem tempo para a família ou amigos, pode ser que algo esteja indo mal na forma como você administra o seu negócio. Hoje em dia, a cultura das empresas está mudando e muita gente já percebeu que profissionais que conseguem conciliar trabalho e lazer são mais criativos, produtivos e oferecem serviços melhores. Mas além disso, todo advogado é humano e precisa de descanso.

Muitos profissionais, como a advogada Barbara Mees, estão descobrindo como conciliar trabalho e lazer. Ela, por exemplo, virou nômade digital:

- Entrevista com uma advogada nômade digital

Conclusão:

Se você respondeu "não" para alguma (ou para a maioria) das perguntas acima, talvez você esteja precisando otimizar a sua produtividade. Uma das soluções pode ser contratar um software jurídico completo, que consiga dar conta das tarefas repetitivas como a busca de andamentos, permita a organização da agenda e garanta que seus prazos vão estar sempre visíveis. Experimente o Astrea gratuitamente:

______________

*Marcela Quint é gerente de marketing na Aurum. Formada em Design pela Universidade do Estado de Santa Catarina, tem mais de 5 anos de experiência no desenvolvimento de softwares para o setor jurídico. É apaixonada por comportamento, liderança e inovação.

Aurum Software LTDA