Quinta-feira, 17 de outubro de 2019

ISSN 1983-392X

Como aumentar investimentos americanos no nordeste do Brasil

Roberto Trigueiro Fontes

O custo relativamente alto dos investimentos em pólos industriais e econômicos no sul do País, sobretudo em São Paulo, têm levado várias empresas nacionais e estrangeiras a buscarem no Nordeste uma opção de instalação. Para o desenvolvimento da Região, o País conta com programas especiais de financiamento, além de incentivos fiscais e extra fiscais interessantes.

quarta-feira, 15 de outubro de 2003

Como aumentar investimentos americanos no nordeste do Brasil2

 

Roberto Trigueiro Fontes*

 

O Nordeste brasileiro fica em posição geográfica privilegiada. No Brasil e na América do Sul, é a região mais próxima dos mercados europeu e americano, com capacidade aeroportuária moderna e em vias de ampliação. Os portos de Pecém, no Ceará, Suape e Recife, em Pernambuco, e o Pólo Camaçari, na Bahia, são exemplos dessa infra-estrutura, que ajuda no escoamento da produção.

Além disso, os nove Estados do Nordeste, que representam hoje cerca de 30% da população brasileira, possuem uma rica costa marítima, ideal para o turismo. Além da costa, o clima tropical de agradável temperatura durante quase todo o ano, faz da região um centro de atração turística durante longa temporada. O clima especial não se restringe à costa. No interior do Nordeste, o clima semi-árido é o único do planeta que não se desdobra em um deserto, como acontece no Chile, Texas e no Sahara. Com isso, o clima do interior do Nordeste brasileiro é único para o cultivo de certas culturas de frutas e outros vegetais, que têm sido objeto de ampla exportação para Estados Unidos e Europa.

O custo relativamente alto dos investimentos em pólos industriais e econômicos no sul do País, sobretudo em São Paulo, têm levado várias empresas nacionais e estrangeiras a buscarem no Nordeste uma opção de instalação. Para o desenvolvimento da Região, o País conta com programas especiais de financiamento (por meio do Banco do Nordeste do Brasil e pelo próprio Banco Nacional de Desenvolvimento), além de incentivos fiscais e extra fiscais interessantes. A mão de obra tem apresentado considerável melhora em todas as áreas, do nível técnico ao gerencial, passando pelas áreas de consultoria, inclusive jurídica, e mesmo de saúde.

Dentre as opções para investimentos americanos no Nordeste do Brasil, podem ser destacados os seguintes:

Turismo: Os investimentos em turismo no Nordeste têm recebido maciços investimentos do Setor Privado e do Setor Público, via Banco do Nordeste e Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID. Esses investimentos vão da instalação de pequenas pousadas familiares à criação de grandes resorts (como em Porto de Galinhas e Cabo de Santo Agostinho em Pernambuco e na Costa do Sauípe, na Bahia). Além disso, os investimentos em infra-estrutura, como aeroportos, estradas, etc., além dos investimentos em capacitação de mão-de-obra têm trazido retorno considerável, inclusive com investidores estrangeiros. A exploração de hotéis e de linhas de cruzeiro – que têm se concentrado em áreas do Caribe - são opções de investimento excelentes no Nordeste do Brasil.

Frutas: Em Petrolina (Pernambuco), Assu e Mossoró (Rio Grande do Norte) e em Quixeré (Ceará), frutas de alta qualidade têm sido exportadas diariamente para Europa e Estados Unidos. Culturas como manga, uvas, bananas, abacaxi e até a produção de vinho se beneficiam com o uso de tecnologias do ponta e de um clima único no mundo. Esse ramo de atividade é bastante promissor no Nordeste, inclusive pelos recentes investimentos na ampliação do aeroporto de cargas de Petrolina, bem como na construção de um imenso aeroporto de cargas no Rio Grande do Norte. Investimentos nessa área não são feitos apenas por produtores de frutas, mas por empresas certificadoras de qualidade, empresas de irrigação, dentre outras.

Tecnologia: O Pólo Digital de Recife, concentrado no Porto Digital é já um dos mais importantes centros de produção de software do hemisfério sul. Empresas como a Microsoft Corporation já se instalaram na região e contratam a maioria do seu staff de pessoal local, a maioria alunos e ex-alunos da Universidade Federal de Pernambuco, um centro de excelência na área de pesquisas. O Recife já se transformou num excelente mercado para investidores que apostam em empresas de tecnologia, que despontam aqui e ali com produtos e serviços de alta performance.

Petróleo: a abertura na exploração de petróleo no Brasil revelou o Nordeste como interessante área de desenvolvimento. Algumas empresas já se instalaram, inclusive com a prospecção por meio de plataformas, em bacias do Ceará, Rio Grande do Norte e Sergipe. A conjuntura mundial certamente fará com o que o Brasil, e o Nordeste, sejam um ponto estratégico de produção e distribuição de Petróleo.

Artesanato, Produtos em Couro e Madeira: A produção artesanal do Nordeste brasileiro é extremamente rica. A miscigenação ocorrida na formação da população Nordestina, englobando negros, índios e os brancos europeus, deu origem a uma cultura realmente única no mundo. Em termos de riqueza, inovação e tolerância. O artesanato de rendas, peças de barro, couro e madeira é hoje objeto de admiração em vários lugares do mundo. São produtos elaborados por artistas refinados e de reconhecido bom gosto. Excelentes para a entrada nos mercados americanos e europeus, sobretudo em face de sua exclusividade e relativamente baixo custo.

Os ramos de atividade acima são alguns exemplos de boas opões de investimento no Nordeste do Brasil. Uma das maneiras de alavancar essa economia é a capacidade de investimento. Com nível de poupança relativamente baixo, empresas brasileiras têm tido alguma dificuldade para investimentos. As empresas americanas têm essa capacidade de investimento sobretudo porque, em face do baixo custo apresentado no Nordeste do Brasil, além das diferenças na taxa de câmbio entre o real e o dólar, esses investimentos, para os americanos não representariam a alocação de recursos volumosos.

Além disso, é fácil encontrar a influência e mesmo a assimilação da cultura americana em vários pontos. Empresas conhecidas como McDonald’s, Coca-Cola, UCI, dentre outras, têm feito investimentos há algum tempo já na região. Nos dias de hoje, essa receptividade do povo nordestino, e do povo brasileiro, são um importante sinal para que investidores americanos passem a olhar o Nordeste do Brasil como um parceiro e amigo estratégico para os seus investimentos e relacionamentos futuros.

_____________

1 Apresentação realizada na residência da Embaixadora dos Estados Unidos da América, em Brasília/DF, por ocasião de reunião de trabalho congregando integrantes da Embaixada Norte-americana e membros da Câmara Americana de Comércio de São Paulo e suas filiais, em 2.10.2003.

________________

* Advogado do escritório Trigueiro Fontes Advogados

 

 

 

 

 

 

 

 

_________________