Quinta-feira, 20 de setembro de 2018

ISSN 1983-392X

Mas afinal: quem é o administrador judicial na recuperação?

Fernando Soares Júnior

É seu papel exigir dos credores quaisquer informações necessárias, requerer ao juiz assembleias gerais com estes e ainda contratar profissionais ou empresas especializadas para auxiliar suas tarefas.

sexta-feira, 14 de setembro de 2018

O administrador judicial é um profissional idôneo, preferencialmente advogado ou pessoa jurídica especializada nomeado pelo juiz da vara em que foi autorizado o processamento da recuperação judicial. Esse profissional será responsável pela condução do processo, a ele compete a formulação do quadro geral de credores e envio de correspondência a todos, informando a data do pedido de recuperação ou falência, a natureza do crédito: avalista, credores com garantia real, credores quirografários ou credores MEI, micro e pequenas empresas. Fornecendo assim as informações pedidas aos credores interessados. Também é seu papel exigir dos credores quaisquer informações necessárias, requerer ao juiz assembleias gerais com estes e ainda contratar profissionais ou empresas especializadas para auxiliar suas tarefas (peritos, economistas).

Fiscalizar as atividades do devedor e o cumprimento do plano de recuperação judicial quando aprovado. Apresentar ao juiz os relatórios mensais da empresa e sobre o andamento do plano de recuperação.

Finalmente, caso haja descumprimento do plano, será o administrador judicial que pedirá a falência do devedor.

__________

*Fernando Soares Júnior é sócio do escritório Fernando Soares Jr. e Krähenbühl Advogados.