Quinta-feira, 19 de setembro de 2019

ISSN 1983-392X

Como armazenar e compartilhar arquivos com filiais

Thiago Meyrelles

Elaboramos este artigo para esclarecer a importância de se utilizar uma única solução corporativa para realizar a gestão sobre esses arquivos que são armazenados e compartilhados, garantido autonomia, mobilidade, e, principalmente, a segurança de suas informações.

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

O crescimento de um empreendimento sempre traz consigo novos desafios. Uma questão que incomoda e gera insegurança para muitas empresas nestes momentos de transição é: como armazenar e compartilhar arquivos com filiais, funcionários remotos e correspondentes com segurança e agilidade?

Em tempos em que a transferência de arquivos parece tão facilmente possível via e-mail, dispositivos de armazenamento externos (pendrives, HD Externos) e provedores de serviços de nuvem, elaboramos este artigo para esclarecer a importância de se utilizar uma única solução corporativa para realizar a gestão sobre esses arquivos que são armazenados e compartilhados, garantido autonomia, mobilidade, e, principalmente, a segurança de suas informações. Confira! 

Nuvem corporativa

Armazenar arquivos confidenciais em seu computador é muito mais conveniente do que acumular pilhas de papéis em armários de arquivamento. Empresas em todo o mundo estão testemunhando uma enxurrada de novos serviços de computação em nuvem entrando no mercado. Embora essas ofertas estejam facilitando o engajamento e o acesso de quase todos, é importante destacar que muitas dessas soluções foram desenvolvidas para o ambiente doméstico. Por isso, faz-se necessário a escolha de um serviço de nuvem corporativo, dedicado às reais necessidades e objetivos de negócios.

Como resultado, as empresas têm maior agilidade e gerenciamento e podem armazenar e compartilhar arquivos com filiais com mais eficiência e segurança; seja entre funcionários ou fornecedores. Pois, ao contrário do servidor físico, a nuvem pode ser usada em sistema de escalabilidade. Isso significa que ela acompanha o crescimento da empresa, de acordo com o ritmo e espaço necessário. Suas vantagens e benefícios são acessíveis e adaptáveis para qualquer ramo de atuação.

A facilidade de acesso também é um fator que reflete de imediato no aumento da produtividade. Com todos os dados e informações salvos na nuvem e alocados em um data center, basta ter conexão com a internet, login e senha para acessar os dados necessários e desenvolver suas atividades. Outro ponto positivo é em relação ao backup de dados. Nesse formato, todos os arquivos são sincronizados da máquina diretamente para a rede, de modo automático. E, desta forma, o volume de dados gerados entre os setores e filiais podem ser gerenciados a distância e online, sem a necessidade de se utilizar pendrives ou hd’s externos.

Armazenar e compartilhar arquivos com filiais utilizando o vBox!

Foi justamente pensando na necessidade das empresas que a Penso Tecnologia, empresa brasileira de TI com 15 anos de mercado e centenas de clientes corporativos, desenvolveu o vBox – uma alternativa corporativa dentre as opções mais populares do mercado. Além de oferecer as características que todos já conhecem – sincronização de arquivos entre dispositivos, compartilhamento através de permissão de acesso ou link de downloads – o vBox possui políticas de armazenamento, acesso seguro e rápido e permite colaboração entre as equipes e clientes, com suporte com especialistas, datacenter no Brasil e possibilita que você possa gerar relatórios de acessos dos usuários.

A flexibilidade do vBox facilita a rotina de empresas desde usos mais simples – como a transferência de arquivos pesados, que era feita via FTP para evitar complicações com anexos de e-mail – até necessidades mais complexas, como, por exemplo, substituir totalmente um servidor de arquivos físico para uma plataforma em nuvem totalmente gerenciável.

___________________

*Thiago Meyrelles é responsável pelo departamento de marketing da Penso Tecnologia.

Ktree Penso Tecnologia da Informacao Ltda.

últimos artigos

Plano de parentalidade

Fernanda Amany Nicolai Honda e Camilo Luiz Barros

Ribeirinhos e a concepção de propriedade coletiva da yerra

Erika Cristiane Pinheiro de Melo e Walder Araújo de Oliveira

A desconsideração da personalidade jurídica no âmbito previdenciário: evolução da legislação até a MP da liberdade econômica

Cristiane I. Matsumoto e Lucas Barbosa Oliveira

Conexão: IA + Direito = Oportunidades?

Thiago Martins

Estupro virtual e sua possível tipificação penal

Fábio Presoti Passos e Raphael Luiz de Oliveira Nolasco