terça-feira, 22 de setembro de 2020

MIGALHAS DE PESO

A nova realidade da contratação no ambiente empresarial: o gerenciamento de contratos

Em época de mercado aquecido e em função da globalização evidente nas atividades empresariais podemos verificar que são inúmeras as contratações de quaisquer naturezas dentre empresas principalmente dos setores comerciais e de prestação de serviços com fornecedores e clientes. Essa quantidade aumenta e muito, a dificuldade das empresas em manter um controle adequado e eficaz de seus contratos e serviços. Diante deste crescimento econômico constante nos últimos anos no Brasil, das frenéticas mudanças tecnológicas e da ampla utilização das facilidades trazidas pela Internet, a gestão de contratos e de documentos nas corporações é uma realidade iminente, como forma de preparar a empresa para as constantes mudanças de mercado além de minimizar riscos e perdas e redução de gastos e inadimplências.


A nova realidade da contratação no ambiente empresarial: o gerenciamento de contratos

Mateus Covolo*

Danilo Amadio*

Em época de mercado aquecido e em função da globalização evidente nas atividades empresariais podemos verificar que são inúmeras as contratações de quaisquer naturezas dentre empresas principalmente dos setores comerciais e de prestação de serviços com fornecedores e clientes. Essa quantidade aumenta e muito, a dificuldade das empresas em manter um controle adequado e eficaz de seus contratos e serviços. Diante deste crescimento econômico constante nos últimos anos no Brasil, das frenéticas mudanças tecnológicas e da ampla utilização das facilidades trazidas pela Internet, a gestão de contratos e de documentos nas corporações é uma realidade iminente, como forma de preparar a empresa para as constantes mudanças de mercado além de minimizar riscos e perdas e redução de gastos e inadimplências.

Importante destacar que a definição "gestão de contratos" envolve diversas áreas de uma empresa. É necessário estabelecer uma integração entre as áreas de suprimentos/compras, jurídico, comercial, negócios/técnica, apoio/suporte, recursos humanos, financeiro e marketing.

Com o objetivo de negociar e gerenciar os mais diversos e variados contratos, as empresas nacionais e multinacionais passaram a criar uma área de gestão de contratos em conjunto com escritórios de advocacia especializados ou departamentos jurídicos internos.

Nesse sentido, o gerenciamento de contratos empresariais ganhou importância e destaque no controle de todas as atividades realizadas pela empresa que forem baseadas em uma relação contratual, criando uma maior comunicação das áreas envolvidas, diminuição de gastos, otimização de serviços e de tempo dirigido a estes serviços, ajudando ainda na seleção do fornecedor correto, além de principalmente estabelecer um padrão adotado por estas empresas e que deve ser na grande maioria dos casos aceito por terceiro interessado em contratar ou ser contratado por estas empresas. A gestão dos contratos aumenta o controle sobre a certeza de entrega e/ou recebimento de produtos e serviços de qualidade em tempo exigido e adequado, uma vez que as providências necessárias são sempre tomadas dentro do prazo e forma mais corretos e eficazes.

Na esfera pública, a gestão de contratos tem sido adotada por alguns governos visando maior eficiência, desenvolvimento e qualidade nos serviços públicos. Um exemplo claro da gestão contratual aplicada no setor público, vêm do Governo Estadual do Estado do Rio Grande do Sul que, por meio da edição do Decreto n° 45.273/2007, instituiu o Comitê de Governança Corporativa da Empresas Estatais, que modificou radicalmente a cultura da administração pública. Por meio do uso de práticas modernas de gestão e da transparência, foram firmados contratos de gestão com sete empresas estatais. De acordo com informações da Secretária do Planejamento e Gestão do Rio Grande do Sul, estes contratos representam o compromisso com resultados e eficiência nas ações que serão desenvolvidas até o ano de 2010, com investimentos consolidados que atingem a soma de R$ 2,6 bilhões, nos próximos três anos.

Em linhas diretas, são estabelecidas metas para expansão de investimentos, desenvolvimento gerencial, qualificação de recursos humanos, desempenho financeiro e eficiência, bem como indicadores específicos da área de negócio de cada empresa.

É nossa visão que a gestão dos contratos empresariais envolve aspectos do ramo de atividade econômica de determinada empresa sob o ponto de vista jurídico, operacional/técnico e financeiro, além de proporcionar constante auditoria e planejamento estratégico em toda extensa relação existente entre as partes contratantes.

A título de ilustração, a Associação Nacional de Gestores de Contratos - ANGC (clique aqui), é referência no mercado como principal pólo de desenvolvimento profissional, promovendo a divulgação de metodologias, indicadores e resultados, além de promover certificações para a comunidade de Gestores de Contratações no Brasil.

Diante do complexo processo formativo que envolve os contratos empresariais, em consonância com as rígidas normas previstas no sistema jurídico nacional e de governança corporativa, a gestão de contratos mostra-se como uma ferramenta eficaz na integração de negócios realizados em ambiente empresarial. A necessidade de acompanhamento jurídico sob forma de auditoria e análise preventiva dos contratos e documentos da empresa é constante e iminente, e o gerenciamento de riscos mostra-se primordial para a proteção dos investidores, diminuição de riscos de quaisquer naturezas, contenção do desequilibro econômico financeiro na execução do contrato e para o aumento das chances de êxito dos negócios.

_____________

*Advogados do escritório Miguel Neto Advogados









______________

Atualizado em: 1/1/1900 12:00

Compartilhar

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca

É Autor Migalhas? Faça seu login aqui

AUTORES MIGALHAS

Sheetal Chopra

Sheetal Chopra

Migalheira desde 2020

Daniel Santos de Morais

Daniel Santos de Morais

Migalheiro desde 2020

Carlos Macedo Barros

Carlos Macedo Barros

Migalheiro desde 2020

Fábio Jun Capucho

Fábio Jun Capucho

Migalheiro desde 2020

Bruna Barbieri Waquim

Bruna Barbieri Waquim

Migalheira desde 2020

Vinícius Axelson Bueno

Vinícius Axelson Bueno

Migalheiro desde 2020

Luciana Dadalto

Luciana Dadalto

Migalheira desde 2017

Igor Pereira

Igor Pereira

Migalheiro desde 2020

Juliano Tannus

Juliano Tannus

Migalheiro desde 2020