Terça-feira, 17 de setembro de 2019

ISSN 1983-392X

Migalhas nº 419

Migalhas

Sexta, 19 abril de 2002 / nº 419 / fechamento às 6:15

Luz e Sombra

                      Veja após o Migalhas Clipping a bela crônica do poeta Paulo Bomfim sobre Fagundes Varela.

                      Pela tangente

                      O STF preferiu a solução de Pôncio Pilatos e lavou as mãos sobre a ADIn contra a verticalização das coligações. Não julgou o mérito, decidindo apenas uma questão processual : no entendimento de seis dos 11 ministros do STF, não cabe ADIn contra instrução do TSE.

                      Editorial

                      Editorial da Folha de S.Paulo, "Realidade Vertical" : "É lamentável que essa medida, meritória para alguns, tenha se tornado realidade de forma casuística ainda que institucional."

                      Mordaz

                      Da jornalista Eliane Cantanhêde : "A verticalização afasta o PFL de Ciro e reduz Garotinho a um bebê. O segundo turno começou ontem?"

                      Artigo

                      Artigo do brilhante Janio de Freitas também na Folha de hoje, "A lei da política" :

                      "(...) O que (...) ficou ressaltado foi a maneira como é feita a composição do Supremo, por escolha e nomeação da Presidência da República. Ou seja, o mais alto tribunal de Justiça do país, aquele que deve assegurar a primazia dos princípios constitucionais sobre tudo o mais, fica sujeito a influências maiores da política que do direito. E influências políticas significam interesses pessoais ou de grupos.

                      "É desmoralizante para o STF que um de seus ministros, Nelson Jobim, seja comumente chamado de "líder do governo no STF". A ironia é mais ampla do que sugere o desempenho abertamente governista de Jobim: implica a sugestão de uma bancada de fiéis ao governo, sem a qual não caberia ao ex-ministro do atual governo o apelido de líder.

                      "É impossível conciliar a ação política e o exercício da magistratura, ou a condição de magistrado. A magistratura é uma carreira. É absurdo e um repúdio à democracia que os tribunais superiores não se componham senão de eminências escolhidas pela própria magistratura e dela provenientes, em todos os seus níveis, com a participação da outra face do exercício do direito, que é a Ordem dos Advogados do Brasil."

                      ________***_______

                      Sem trégua

                      O ministro da Justiça, Miguel Reale Jr., prometeu ontem apoio político e financeiro para que a PF intensifique investigações de corrupção.

                      "Por acaso algum político, por ser político, e por ser ano eleitoral, estará isento de ser submetido à lei? Não há motivos para não continuar (as investigações) e se não continuarmos, estaremos prevaricando. A sociedade quer absoluta isenção e imparcialidade para que a PF possa cumprir suas funções sem interpretações de que ela esteja protegendo ou isentando quem quer que seja" Miguel Reale Jr.

                      Silvio Santos na Globo

                      O JN da Rede Globo interrompeu ontem seu noticiário para dar vez ao horário político do PPB. Só que, em vez de Paulo Maluf, quem abriu o programa foi Silvio Santos. O PPB colocou imagens cedidas pelo SBT do Show do Milhão. A provocação foi óbvia. Dizem que a briga já é antiga e que há uma maratona de interesses envolvidos.

                      Júri dissolvido

                      A juíza responsável pelo processo do massacre de Eldorado dos Carajás decidiu escolher em sorteio um novo corpo de jurados para o julgamento de 149 policiais militares acusados de matar 19 trabalhadores sem-terra, em 17 de abril de 1996.

                      Condenada 1

                      A TV RBS foi condenada anteontem, em Porto Alegre/RS, a indenizar em R$ 1 milhão o governo gaúcho. Ela foi acusada de ter feito um acordo com assaltantes de uma residência na cidade, há dois anos. Segundo o processo, os bandidos só libertaram seus reféns depois da exibição do humorístico "Sai de baixo", a fim de permitir ao telejornal da emissora cobrir o acontecimento ao vivo.

                      Condenada 2

                      A Editora Três foi condenada a indenizar em cem salários mínimos cada um dos cinco herdeiros de Vinícius de Moraes por uso indevido de uma biografia não autorizada do poeta. A decisão foi da 7a Câmara Cível do TJ/RJ.

                      STF na TV

                      O Senado aprovou ontem projeto de lei que autoriza a criação do canal de TV por assinatura do STF. O presidente do STF, Marco Aurélio Mello, pretende inaugurar o canal reservado ao Judiciário em 11 de agosto.

                      Protesto indevido

                      Os ministros da 4a turma do STJ condenaram uma empresa a indenizar outra por ter emitido e levado indevidamente a protesto uma duplicata mercantil. A empresa não fez o cancelamento a tempo após devolução de mercadoria, simplesmente requerendo a suspensão de seu protesto. A condenação foi no valor de R$ 10 mil, a título de reparação de danos morais.

                      Menor no jornal

                      O jornal Tribuna do Mucuri, de Teófilo Otoni/MG, foi condenado a pagar uma multa de quatro salários mínimos por ter publicado uma notícia que violou o sigilo de um menor infrator. A decisão é 2a Câmara Cível do TJ/MG.

                      Hugo Chávez

                      O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, deu início ontem ao diálogo nacional que ele propôs para superar a crise que originou o golpe de Estado da semana passada. A revista CartaCapital, que chega nas bancas hoje à tarde, traz um matéria completa da história do golpe falido e do contra-golpe bem sucedido de Hugo Chávez.

                      Migalha do Ombudsman

                      "Um jornalista que pretende fazer um periódico com um mínimo de humor está sempre caminhando no gume de uma navalha que separa, de um lado, a condição de "politicamente incorreto" e, de outro, a total insipidez de um texto excessivamente cauteloso. Feita essa ressalva, entendo que Migalhas erra quando comenta que o pediatra Eugenio Chipkevitch, por ser filho de pai desconhecido, é "um autêntico filho da mãe" (Migalhas 403 - 26/3/02 - Trauma). Podemos imaginar, com razão, um protesto do Movimento dos Autênticos Filhos da Mãe contra essa vinculação entre uma circunstância de nascimento e a ausência de caráter."

                      Migalhas dos leitores

                      "Leio atentamente o boletim diário Migalhas e notei que, de repente, não mais aparecem os headlines do periódico maranhense O Imparcial, justamente o mais curioso de todos, seja pelo estilo popularesco dos títulos, seja pela sua franca dissociação dos assuntos debatidos nacionalmente." José Rubens Scharlack - escritório Rayes Fagundes & Oliveira Ramos
                      Nota da Redação - A irreverente manchete não foi publicada pois, ontem, o site do matutino estava fora do ar. Provavelmente um "furacão" causou a pane no MA. Pois, de fato, o clima no Estado anda bem carregado.

                      Dia do Índio

                      Artigo do monge escritor Marcelo Barros, no goiano O Popular, Pacto de sangue na história dos índios : "‘Todo dia é dia de índio’, canta o poeta. Entretanto, a sociedade brasileira consagra o 19 de abril como Dia do Índio e várias Igrejas cristãs celebram a Semana dos Povos Indígenas e propõem uma aliança de fraternidade com esses povos. Eles precisam receber de nós justiça e não esmola, ou a simpatia benevolente que sentimos com o bom selvagem, símbolo de nossas origens mestiças."

                      _______

                      Bom fim de semana !

                      __________***_________

                      Migalhas Cliping

                      The New York Times – EUA

                      "Talks Break Down Between Andersen and Justice Department"

                      Financial Times Americas – Inglaterra

                      "Argentina to convert cash savings into bonds"

                      Le Monde – França

                      "Les scores dont rêvent les candidats"

                      El País – Espanha

                      "El Consejo de Estado propone retoques a la Ley de Partidos"

                      Clarín – Argentina

                      "Corralito: el canje por bonos será obligatorio"

                      O Estado de S. Paulo - São Paulo

                      "Partidos terão de seguir as coligações nacionais"

                      Jornal do Brasil - Rio de Janeiro

                      "STF engessa alianças eleitorais"

                      Folha de S. Paulo - São Paulo

                      "Decisão do STF mantém verticalização"

                      O Globo - Rio de Janeiro

                      "Supremo mantém regras que dificultam alianças eleitorais"

                      O Estado de Minas - Belo Horizonte

                      "STF mantém verticalização"

                      O Correio Braziliense - Brasília

                      "Serra ganha novo empurrão na corrida para suceder a FHC"

                      O Estado do Paraná - Curitiba

                      "Quadrilha teria matado Evinha do Pó"

                      Diário Catarinense – Florianópolis

                      "STF mantém regras para coligações"

                      Zero Hora - Porto Alegre

                      "Supremo mantém regras que limitam alianças eleitorais"

                      A Tarde - Salvador

                      "Energia fica 13,56% mais cara na Bahia"

                      O Popular - Goiânia

                      "Medo domina escolas"

                      Diário de Cuiabá - Cuiabá

                      "STF mantém verticalização das coligações eleitorais"

                      O Povo - Fortaleza

                      "Verticalização das alianças – Como fica a sucessão"

                      Jornal do Commercio - Recife

                      "Maciel e Mendonça Filho nas mãos do PFL nacional"

                      O Imparcial – São Luís

                      "Verticalização mantida"

                      _____________***______________

                      O Peregrino*

                      Paulo Bonfim

                      Há 60 anos, fui obrigado a sair do Colégio Rio Branco porque enfrentei o professor Salles Campos que chamara em aula Fagundes Varela de "bêbado e comedor de raízes".

                      Hoje me penitencio daquela reação. Varela foi realmente um bêbado, mas bêbado de Deus, espécie de Cristo fracassado, peregrino do êxtase que chegou através da dor às raízes do mistério do Ser.

                      Poderia ter inspirado Dostoievski a criar o príncipe de O Idiota, a mais comovedora figura da literatura russa.

                      Enquanto Dostoievski, em 1868, publicava o romance, O Príncipe Varela caminhava por seu calvário, margeando o Paraíba numa via-crúcis que ia de Rio Claro à Faculdade de Direito de São Paulo.

                      O neto de barões arrastava o manto do exílio pelas estradas que ligavam as fazendas de café onde sinhazinhas sonhavam com a lenda do poeta.

                      O Largo de São Francisco era a capital de sua pátria. Sob as arcadas franciscanas, o avô lecionara e o pai estudou. Em torno da Faculdade gira o carrossel de suas paixões.

                      Próximo dali conheceu num circo a amazona Alice Luande com quem se casou; e, numa das ruas que circundavam o velho largo, iria se perder pela dama das camélias de nosso romantismo, Ritinha Sorocabana.

                      Ao lado do prédio novo da Faculdade, as igrejas de São Francisco e da Ordem Terceira ainda guardam nos altares barrocos o ouro das preces do autor de Evangelho nas Selvas.

                      Varela foi o próprio romantismo. Personifica a escola byroniana, a abolição, o amor à natureza e a nostalgia do sagrado num errar profano.

                      Com ele vive e morre uma época de luz e sombra de nossas letras.

                      Levava na lapela os martírios contidos na flor do maracujá.

                      * Publicada no jornal Tribuna da Magistratura - nº 117.

                      ____***____

                      A Flor do Maracujá

                      Fagundes Varela

                      Pelas rosas, pelos lírios,

                      Pelas abelhas, sinhá,

                      Pelas notas mais chorosas

                      Do canto do sabiá,

                      Pelo cálice de angústias

                      Da flor do maracujá!

                      Pelo jasmim, pelo goivo,

                      Pelo agreste manacá,

                      Pelas gotas de sereno,

                      Nas folhas do gravatá,

                      Pela coroa de espinhos

                      Da flor do maracujá!

                      Pelas tranças da mãe-d´água

                      Que junto da fonte está,

                      Pelos colibris que brincam

                      Nas alvas plumas do ubá,

                      Pelos cravos desenhados

                      Na flor do maracujá.

                      Pelas azuis borboletas

                      Que descem do Panamá,

                      Pelos tesouros ocultos

                      Nas minas do Sincorá,

                      Pelas chagas roxeadas

                      Da flor do maracujá!

                      Pelo mar, pelo deserto,

                      Pelas montanhas, sinhá!

                      Pelas florestas imensas

                      Que falam de jeová!

                      Pela lança ensangëntada

                      Da flor do maracujá!

                      Por tudo que o céu revela!

                      Por tudo o que a tera dá

                      Eu te juro que minh´alma

                      De tua alma escrava está!!...

                      Guarda contigo este emblema

                      Da flor do maracujá!

                      Não se enojem teus ouvidos

                      De tantas rimas em - a -

                      Mas ouve meus juramentos,

                      Meus cantos ouve, sinhá!

                      Te peço pelos mistérios

                      Da flor de maracujá!

                      ________***________

                      Migalhas

                      Mais informações, colaborações e sugestões :

                      migalhas@migalhas.com.br

                      Indicar amigos ou não receber mais esta publicação :

                      cadastro@migalhas.com.br

                      Alguma migalha na íntegra ou notícias sobre temas atuais :

                      busca@migalhas.com.br

                      Ombudsman : ombudsman@migalhas.com.br

                      Fontes: Carta Capital, Folha Online, Agência Folha, Folha de S.Paulo, Veja Online, Exame, Info Exame, Reuters, Lusa, France Presse, The New York Times, Financial Times, Le Monde, USA Today, BBC, El País, The Boston Globe, Hearst Newspapers, Cox News Service, The New York Times, Agência Brasil, Agência Safras, Meu Dinheiro, Dinheironet, Consultor Jurídico, Espaço Vital, Ambiente Global, UOL, Jornal do Brasil, O Estado de São Paulo, STF, STJ, Zero Hora, Correio Braziliense, Diário de Cuiabá, Correio da Bahia, A Tarde, Diário de São Paulo, Hoje Em Dia, O Popular, Tribuna do Paraná, Diário Catarinense, O Estado de Minas, O Povo, O Imparcial, Tribuna de Minas, Tribuna do Norte, Valor Econômico, Gazeta Mercantil, O Estado do Paraná.