Domingo, 21 de abril de 2019

ISSN 1983-392X

Migalhas nº 426

                                        Migalhas  

Terça, 30 abril de 2002 / nº 426 / fechamento às 7:04

                      "O Estado ainda não aprendeu outro meio de acudir às crises, e remover os déficits, senão endividar-se, e tributar. Solicitai dinheiro para o ensino, e vereis apurarem-se migalhas."

                      Rui Barbosa

                      Atenção !

                      Férias coletivas. Como sempre acontece nesta época, Migalhas concedeu férias coletivas para seus insoniosos funcionários. Assim, não editaremos o informativo entre os dias 2 e 6 de maio. Já no dia 7/5, Migalhas voltará renovado pelas frescas brisas das madrugadas de outono.

                      O homem do baú

                      Uma pesquisa feita pelo Instituto Sensus agitou ontem o mundo político. Foi incluído o nome de Sílvio Santos que ficou, em segundo lugar, na frente de José Serra.

                      • Lula 30,5%
                      • Sílvio Santos 17,8%
                      • José Serra 13,6%
                      • Garotinho 12,9%
                      • Ciro Gomes 8,8%

                      Pecado

                      O PFL jura que não encomendou a pesquisa. Cometeu mais um pecado.

                      As jornalistas :

                      Eliane Cantanhêde da Folha de S. Paulo : "Sílvio Santos não é político, nunca teve de fato um partido, nunca geriu recursos públicos, não entende nada de Congresso. O Brasil também não é a Itália. E, olhe, o Berlusconi já dá um trabalho danado por lá."

                      Dora Kramer do Estadão : "Ora, se os dois comandantes da legenda já indicam que a inclusão do nome de SS na pesquisa não é para valer, de duas uma: ou não estão comandando coisa alguma ou os pefelistas estão se dando ao exercício da falta absoluta do que fazer."

                      http://www.estado.estadao.com.br/editorias/2002/04/30/pol018.html

                      DNA

                      O jornalista Janio de Freitas ironiza : "Na corrente do PFL que abraça a idéia Silvio Santos há mais do que esperança. Há uma alternativa: caso este animador não se anime com a aventura eleitoral, podem tentar o Ratinho."

                      Continuísmo

                      Corre no planalto central uma suspeita de armação. E, já tem até nome o conchavo que, segundo alguns, tentaria substituir José Serra pelo próprio FHC: é a "Operação Roosevelt" - numa alusão ao governante americano reeleito três vezes. O TSE, informalmente, já teria sinalizado que a reeleição vale a partir da sua aprovação, o que permitiria a FHC mais um mandato.

                      Balela

                      Clóvis Rossi na Folha, A lenda Serra : "É inacreditável ter prosperado uma dessas lendas que, de vez em quando, assolam a política brasileira e são reproduzidas sem que se pare para pensar na lógica mínima da coisa. Refiro-me à especulação de que José Serra vá abandonar a disputa presidencial. É lenda ou é falta de assunto, mas, em qualquer caso, não tem o menor parentesco com a realidade."

                      Editorial

                      Migalhas pensa diferente do articulista da Folha. Leia, logo após o Migalhas Cliping, a análise política de Migalhas sobre a sucessão presidencial.

                      Onze e meia

                      Jô Soares inicia hoje um ciclo de entrevistas com os presidenciáveis. Os primeiros serão Ciro Gomes e Enéas.

                      É hoje

                      O período de entrega da Declaração do Imposto de Renda 2002 encerra-se hoje, às 20h.

                      Direito Quântico

                      Nelson Jobim participa de um grupo de estudos de lógica matemática em seu gabinete no STF. Com ajuda de um quadro-negro, Jobim, Gilmar Mendes e alguns advogados discutem a aplicação dos princípios matemáticos na teoria do Direito.

                      AGU quer recuperar

                      Gilmar Mendes sonha em fechar com chave de ouro sua passagem na AGU. Dia 8 o TCU deve concluir o pedido de execução dos bens dos envolvidos no escândalo do TRT/SP. A partir daí a AGU entra em cena sonhando em receber de volta uns R$ 200 milhões.

                      Ironia

                      Millôr Fernandes no JB, Meu nome é ironia! : "Gente alarmista me telefona de São Paulo: ´´É inacreditável! Nos bastidores o PT deixa de votar contas da prefeitura pra compor com Maluf!´´ Absolutamente não acredito. Maluf jamais seria capaz de uma coisa dessas."

                      CDC obrigatório

                      Lojas podem ser obrigadas a manter exemplar do CDC disponível para consulta. É o que prevê o Projeto de Lei nº 4686/01 aprovado esta semana pela Comissão de Defesa do Consumidor, Meio Ambiente e Minorias.

                      Desistências

                      O presidente do STF, ministro Marco Aurélio, já homologou a desistência de cerca de quinze mil ações da CEF referentes à correção do saldo do FGTS relativo aos Planos Collor I e Verão.

                      Animais nos tribunais

                      A 3ª Câmara do TAC/MG cassou a decisão que impedia os latidos de uma cadela chamada "Pitchula". Os juízes consideraram que não houve prova suficiente do suposto incômodo causado.

                      FGTS

                      A 4ª Turma do TRF da 4ª Região rejeitou, por unanimidade, o pedido da CEF para suspender decisão que a obrigou a liberar os valores depositados no FGTS de um morador de Cascavel/PR. O FGTS foi liberado para o tratamento de saúde de sua filha.

                      AMB

                      A AMB está convocando seus 14 mil juízes para uma mobilização, dia 17, intitulada Dia Nacional pela Democracia Plena no Judiciário.

                      Copiando Migalhas

                      Francisco Gros, presidente da Petrobras, resolveu criar o cargo de ombudsman na estatal. A estréia do cargo será com a ex-juíza Maria Lucia Karam.

                      RS na BA

                      Mais uma empresa calçadista gaúcha está indo para a Bahia. Já começaram as obras da nova fábrica da Disport do Brasil em Ipirá/BA. O empreendimento está orçado em R$ 22 milhões.

                      Califórnia brasileira

                      A Agrishow, maior feira de tecnologia agropecuária do país e terceira maior de sua categoria no Mundo, acontece desde ontem até o dia 5/5, em Ribeirão Preto/SP. Os organizadores esperam fechar negócios no valor de R$ 1,1 bi.

                      Evaporou-se

                      Com 37 metros, os painéis Descobrimento do Brasil - os maiores do país, feitos pelo entalhador Batista - não decoram mais o salão de entrada do Hotel Méridien de Salvador. Segundo o artista, as obras desapareceram. Apesar do tamanho.

                      Seleção de causídicos

                      O Centro de Justiça Global, organização não-governamental, abriu processo de seleção para escolher três advogados para participar do seu Programa de Capacitação em Mecanismos Internacionais de Proteção aos Direitos Humanos "Marcio Baccarin Possebom ". A inscrição pode ser feita até o dia 10 de maio. Mais informações pelo site :http://www.global.org.br/

                      Causídicos seletos

                      Leia a reportagem do valoroso jornal Valor Econômico sobre os 60 anos do escritório Pinheiro Neto : "(...) o jovem advogado J.M. Pinheiro Neto, recém chegado de Londres - onde foi por mais de dois anos correspondente da BBC, desenvolvendo um trabalho estritamente jornalístico durante a Segunda Guerra Mundial - tomou o leme do escritório de seu pai, que contava com uma secretária e um office-boy."

                      http://www.valoronline.com.br/valoreconomico/materia.asp?id=1193088

                      __________***_________

                      Migalhas Cliping

                      The New York Times – EUA

                      "Israeli Army Raids the Largest City in the West Bank"

                      Le Monde – França

                      "La révolte civique de la jeunesse"

                      Corriere Della Sera - Itália

                      "Arresti concodati tira polizia e pm"

                      El País – Espanha

                      "Detenidos 12 miembros de Batasuma en una operación contra las finanzas de ETA"

                      Clarín – Argentina

                      "Puja por el ajuste en los préstamos"

                      O Estado de S. Paulo - São Paulo

                      "Lavagna passa no primeiro teste: dólar cai na Argentina"

                      Jornal do Brasil - Rio de Janeiro

                      "Pesquisa confirma favoritismo de Lula"

                      Folha de S. Paulo - São Paulo

                      "Argentina reabre mercado, e dólar tem baixa de 6,4%"

                      O Globo - Rio de Janeiro

                      "Malan critica agências que vêem risco em eleição de Lula"

                      O Correio Braziliense - Brasília

                      "...e a história contra Lula se repete"

                      Zero Hora - Porto Alegre

                      "Novo ministro argentino contém dólar na reabertura de bancos"

                      A Tarde - Salvador

                      "Classe média paga mais 10% de impostos"

                      Diário de Cuiabá - Cuiabá

                      "Máfia dos caça-níqueis pagou R$ 300 mil pela morte de Jesus"

                      O Imparcial – São Luís

                      "Silvio Santos – A arma secreta do PFL"

                      ____***____

                      Editorial

                      Sucessão

                      Migalhas vem acompanhando todos os passos da sucessão presidencial. Por serem de interesse também na área jurídica, o informativo veicula vários acontecimentos. Mas, de outro lado, muitos fatos não são noticiados por constituírem meros e desimportantes conchavos políticos.

                      Nesse contexto de acertos pré-sucessão, o conselho editorial de Migalhas lobriga uma situação nova e entende que deva trazê-la aos leitores. Muitos nomes já estão praticamente definidos como Lula, Garotinho, Ciro, Enéas e, dizem, o candidato da situação, José Serra.

                      Porém, justamente quanto a este último, Migalhas põe dúvidas.

                      Ocorre que o PSDB governou nos últimos 7 anos com o apoio do PFL e de parte do PMDB. E bem sabe que precisa dos dois partidos para continuar no poder. Em verdade, o apoio destes partidos nunca foi incondicional. Sempre havia acordos políticos. Mas o PFL, mais solícito, ocupava um lugar de destaque no governo, enquanto o PMDB, sempre amorfo, ficava em segundo plano.

                      Já com a sucessão se aproximando, o PSDB precisava trazer o PMDB para perto, fazendo-o se sentir tão importante quanto o aliado PFL. E como isso foi feito?

                      O PSDB tratou de bagunçar, a seu modo, o quadro político nacional. Desestruturou o PFL e o PMDB. De fato, se não colaborou para a derrocada dos caciques Jáder e ACM, também nada fez para acudi-los. E quando os partidos imaginaram um vôo solo, o PSDB fulminou seus planos. Com o PMDB,  tratou de detonar a candidatura de Itamar. Com o PFL nem é preciso dizer. 

                      Ao mesmo tempo que batia, o PSDB também assoprava. Conseguiu manter o PFL ao lado (afinal de contas, o vice de FHC é do PFL). E ao PMDB entregou a presidência do Senado e garantiu-lhe o lugar de vice na chapa.

                      O PFL ficou perdido; resolveu que por ora não terá candidato, mas sabe-se que como se acostumou no poder, está ansioso por fechar um acordo com o PSDB. Mas quer a troca de Serra por outro nome.

                      De outro lado, O PMDB também não está em situação muito cômoda, pois José Serra, na suposta procura de um vice, escolhe nomes que sabe não agradar à cúpula do partido e veta os que ela indica.

                      Está claro para Migalhas o jogo político.

                      O PSDB vem, habilmente, conduzindo as conversas com os dois aliados. Precisará deles para tentar derrotar Lula. Para isso, prepara uma mudança de nome que agrade os aliados e refaça o bloco que sustentou FHC. Seria, aos olhos do PMDB e PFL, uma concessão do PSDB com o fim de formar a chapa. Para Migalhas, o nome que se desenha é o do presidente da Câmara, Aécio Neves. Vindo do segundo maior colégio eleitoral do país, Minas Gerais, Aécio não carrega máculas em sua vida política, é simpático e herdou do avô, Tancredo, a capacidade de articulação.

                      O tabuleiro ainda não conhece todas as peças. Surpresas estão por vir (mas não para os leitores de Migalhas).

                      ________***________

                      Migalhas   

                      Mais informações, colaborações e sugestões :

                      migalhas@migalhas.com.br ou maismigalhas@uol.com.br 

                       

                      Indicar amigos ou não receber mais esta publicação :

                      cadastro@migalhas.com.br  ou cadastromigalhas@uol.com.br

                       

                      Alguma migalha na íntegra ou notícias sobre temas atuais :

                      busca@migalhas.com.br

                       

                      Ombudsman : ombudsman@migalhas.com.br

                       

                      Site : www.migalhas.com.br

                      Fontes: Carta Capital, Folha Online, Agência Folha, Folha de S.Paulo, Veja Online, Exame, Info Exame, Reuters, Lusa, France Presse, The New York Times, Financial Times, Le Monde, USA Today, BBC, El País, The Boston Globe, Hearst Newspapers, Cox News Service, The New York Times, Agência Brasil, Agência Safras, Meu Dinheiro, Dinheironet, Consultor Jurídico, Espaço Vital, Ambiente Global, UOL, Jornal do Brasil, O Estado de São Paulo, STF, STJ, Zero Hora, Correio Braziliense, Diário de Cuiabá, Correio da Bahia, A Tarde, Diário de São Paulo, Hoje Em Dia, O Popular, Tribuna do Paraná, Diário Catarinense, O Estado de Minas, O Povo, O Imparcial, Tribuna de Minas, Tribuna do Norte, Valor Econômico, Gazeta Mercantil, O Estado do Paraná.