Quinta-feira, 19 de setembro de 2019

ISSN 1983-392X

Migalhas nº 4.623

Quinta-feira, 13 de junho de 2019 - Migalhas nº 4.623.
Fechamento às 11h37.


"Tudo na vida tem uma causa aparente que não passa de efeito de causa mais obscura."

Monteiro Lobato

"Hacker aqui"

Membros do CNMP foram surpreendidos ontem quando receberam no Telegram o seguinte recado: "Hacker aqui". As mensagens teriam partido do celular de Marcelo Weitzel Rabello de Souza, membro do Conselho. O hacker teria dito que acessou as conversas da Lava Jato porque "havia irregularidades que a população, inclusive vocês, deveriam saber". E ameaçou: "eu acesso quem eu quiser, quando eu quiser". Veja as conversas. (Clique aqui)

Hackeada

A juíza substituta da operação Lava Jato Gabriela Hardt, da 13ª vara da Justiça Federal de Curitiba/PR, confirmou que seu Telegram também foi invadido. (Clique aqui)

"In Fux we trust"

Começaram a circular na tarde de ontem novas informações obtidas pelo site The Intercept Brasil que revelam mais uma troca de mensagens entre Moro e Dallagnol. Nas mensagens, Dallagnol conta uma conversa que teria tido com o ministro Fux. Importante ressaltar que foi o que se deu na cabeça do deslumbrado Dallagnol, e que não necessariamente reflete a realidade da conversa. Enfim, o fato é que depois de relatar a conversa ao chefe Moro, este responde com a inusitada frase: "In Fux we trust." (Clique aqui)

Mais detalhes

Ainda ontem, o Intercept publicou mais uma reportagem sobre o caso. Os críticos ao Intercept diziam que a conversa estava descontextualizada. Em resposta, os jornalistas colaram os trechos expandidos das conversas entre Moro e Dallagnol. (Clique aqui)

Que blz!

Como se verá pelo teor das conversas, era absolutamente promíscua a relação entre magistrado e parquet. Num dado momento, de envergonhar toda a magistratura brasileira, o abusado procurador diz que fez um pedido nos autos de um processo, mas que Moro "ficasse à vontade" para indeferir. Mostrando que não se sentiu ofendido, Moro responde: "Blz, tranquilo". (Clique aqui)

Exemplo

Ou os magistrados sérios assumem que essa relação maluca entre magistrado e promotor é vergonhosa, ou serão cúmplices do fim da sagrada independência que é a base de todo o sistema Judiciário. (Clique aqui)

Prova ilícita?

Analisando a recente publicação das mensagens trocadas entre Moro e Dallagnol, o advogado Fernando José da Costa (Fernando José da Costa Advogados) relembra a proposta das "dez medidas contra a corrupção", de autoria do parquet, em que uma delas diz respeito justamente ao uso de provas ilícitas obtidas com boa-fé. (Clique aqui)

De olho no futuro!

Após mais de 72 horas da divulgação das conversas entre Moro e Dallagnol, é hora de fazer um balanço parcial da situação. Os advogados Marco Aurélio de Carvalho e Bruno Salles Pereira Ribeiro apresentam seis dimensões que o caso pode tomar. (Clique aqui)

Bolsonaro no STF

Pela primeira vez, os ministros do STF se debruçaram sobre uma ação contra ato do presidente Bolsonaro. Questiona-se o decreto 9.759/19, que extingue colegiados da Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional a partir de 28 de junho. Julgamento continua hoje. (Clique aqui)

Petrobras – Fundos de investimento - Arbitragem

STJ: 2ª seção começou ontem julgamento que definirá qual é o órgão competente para apreciar o alcance de cláusula arbitral no estatuto da Petrobras. Irá ser definido também se a União deve figurar como parte. No caso específico, que tramita na CAM-BOVESPA, fundos de investimento pretendem o ressarcimento dos prejuízos decorrentes da desvalorização dos ativos da Petrobras, em razão dos desgastes advindos com a operação Moro (porque agora se sabe que Lava Jato era um pseudônimo). A União requer a desobrigação de participar da arbitragem. Após o voto da relatora Nancy, ministro Salomão pediu vista. (Clique aqui)

Promessa de compra e venda de imóvel – Extinção do contrato – Juros de mora

Os juros da mora incidentes nos valores a serem restituídos por promitente vendedor de imóvel em caso de extinção imotivada do contrato por iniciativa do promitente comprador fluem desde a citação, salvo anterior interpelação por parte deste. A tese – uma guinada na jurisprudência do Tribunal - foi proposta pelo ministro Moura Ribeiro, em julgamento de repetitivo na 2ª seção do STJ. A ministra Gallotti ficou com vista. (Clique aqui)

Brumadinho

A 1ª seção do STJ decidiu que a JF/MG é a competente para julgar ação popular de R$ 4 bi relativa à tragédia em Brumadinho. A causa foi originalmente ajuizada em Campinas/SP, domicilio do autor. No entanto, por unanimidade, o colegiado entendeu ser o mais prudente no caso a fixação do local onde aconteceu o fato como foro competente. (Clique aqui)

Soja transgênica

A 2ª seção do STJ começou a julgar IAC que trata de questão de propriedade intelectual envolvendo o cultivo de soja transgênica. A disputa é entre sindicatos de produtores rurais e a Monsanto. A relatora, ministra Nancy, propôs ao colegiado tese em favor da multinacional. Em seguida, o ministro Marco Buzzi pediu vista dos autos. Saiba mais, clique aqui.

Recado à advocacia

No caso da migalha anterior, ao pedir a vista antecipada, ministro Buzzi disse que, como o processo já está em julgamento, pedia - ou melhor, rogava - aos advogados da causa que, se quisessem dar ainda alguma contribuição, o fizessem por memoriais a serem entregues no gabinete; "pessoalmente, não gostaria de receber nenhum advogado para tratar deste caso". Não é a primeira vez que ministros da Corte indicam que, com o julgamento de um processo em andamento, memoriais são mais do que suficientes. (Clique aqui)

Reforma Trabalhista e a OIT

Nesta semana, a OIT voltou a inserir o Brasil na lista de países que violam os direitos trabalhistas da Organização. O motivo? Artigos da reforma trabalhista que estão em desacordo com os direitos trabalhistas internacionais. Agora, o Brasil deve apresentar sua defesa. A decisão ocorreu durante a "108ª Conferência Internacional do Trabalho da Organização Internacional do Trabalho". O advogado Marcos Vinícius Barros Ottoni, da banca Caldeira, Lôbo e Ottoni Advogados Associados, está na Conferência e conta como foi a discussão. Assista. (Clique aqui)

Sobreaviso

A utilização do aparelho celular fornecido pela empresa para atender cliente não caracteriza sobreaviso quando o empregado não é impedido de se deslocar de um lugar para outro. O entendimento é da 14ª turma do TRT da 2ª região. (Clique aqui)

Humilhações - "Macumbeira"

Uma técnica de enfermagem que sofria humilhações diárias no trabalho, relacionadas à discriminação e à intolerância religiosa, será indenizada em R$ 100 mil pelo hospital onde trabalhava. Entre a série de ofensas, ela foi chamada de "macumbeira" por um funcionário, e também foi dito a ela que "negro era lento". Decisão é da juíza do Trabalho Livia Soares machado, da 43ª vara de São Paulo. (Clique aqui)

"Negão"

Um funcionário da prefeitura de Sertãozinho/SP que era chamado de "negão" por seu chefe será indenizado pelo município. Decisão é da 10ª câmara de Direito Público do TJ/SP, que não aceitou o argumento de que se tratava apenas de um apelido, sem intenção de ofender. (Clique aqui)

Desarmamento afetivo

Acerca da migalha anterior, além do chefe, testemunhas afirmaram que o tratamento como "negão" não era ofensivo. Mas o relator, desembargador Marcelo Semer, lembrou que "é evidente que a ofensa deve ser avaliada pela ótica do ofendido". O relator também citou estudo que fala em "desarmamento afetivo" do negro – quer dizer, o fato de ser tratado por "negão" de forma, em tese, carinhosa, consistiria em maneira de manter, em seu inconsciente, seu lugar existencialmente inferior pela cor da pele. Veja o louvável acórdão. (Clique aqui)

Vasectomia obrigatória

Igreja Universal deve indenizar (mais um) pastor que foi obrigado a passar por vasectomia "para que eventuais filhos não atrapalhassem a atuação na igreja". Juíza do Trabalho Natalia Queiroz Cabral Rodrigues, da 22ª vara de Brasília, fixou os danos morais em R$ 150 mil ao pontuar que "nenhuma religião tem o direito de tirar do homem a chance de perpetuar sua espécie". "O tempo da barbárie já passou. O tempo dos eunucos já passou", afirmou a magistrada na decisão. (Clique aqui)

Vasectomia obrigatória - II

Sobre o caso anterior, na última segunda-feira nosso vibrante matutino trouxe um caso parecido, que ocorreu no Estado de SP. Um outro pastor da Igreja Universal também será indenizado em R$ 115 mil por ter sido obrigado a passar pela vasectomia. A decisão é da 15ª turma do TRT da 2ª região. (Clique aqui)

Cota - Deficientes

A Claro conseguiu excluir multa de R$ 345 mil aplicada pela União por descumprimento de cota de trabalhadores deficientes. Decisão é do juiz do Trabalho substituto Filipe de Paula Barbosa, da 15ª vara de SP, ao considerar que o descumprimento se deu por fatores alheios. O advogado Luciano Andrade Pinheiro (Corrêa da Veiga Advogados) representou a empresa. (Clique aqui)

"Interrogatório forçado"

2ª turma do STF anulou interrogatório do ex-diretor de Manutenção e Abastecimento da Saneamento Básico do Município de Mauá/SP, realizado durante a realização de busca e apreensão em sua residência. Relator, ministro Gilmar Mendes considerou que houve violação do direito ao silêncio e à não autoincriminação na realização de "interrogatório travestido de ´entrevista´", existindo, portanto, violação às decisões proferidas nas ADPFs 395 e 44. (Clique aqui)

Quem com ferro fere...

Homem terá de indenizar ex-esposa que pagou sozinha dívida do casal depois do divórcio. Decisão é da 9ª câmara de Direito Privado do TJ/SP, ao negar provimento à apelação do homem e considerar a ansiedade e angústia vividas pela mulher ao ver em risco o local onde morava com os filhos. (Clique aqui)

Busca de desaparecidos

A 7ª câmara de Direito Público do TJ/SP deu provimento ao recurso do Estado desobrigando-o de pagar danos morais coletivos por suposta ausência de aparato estatal eficiente na busca de pessoas desaparecidas. Para o colegiado, há comprovação de mecanismos do Estado para busca de pessoas desaparecidas. Atuou pelo Estado a procuradora Mirna Cianci. (Clique aqui)

Hidrelétricas do Rio Madeira

Pescadores de Rondônia não serão indenizados por suposta diminuição na quantidade de peixes no Rio Madeira decorrente da construção de usinas hidrelétricas. O juiz de Direito Jorge Luiz dos Santos Leal, da 1ª vara Cível de Porto Velho/RO, julgou improcedentes os pedidos ao entender que não ficou comprovado nos autos que as hidrelétricas foram diretamente responsáveis por variação na disponibilidade de peixes no rio. O advogado Philippe Ambrosio Castro e Silva, sócio do escritório Giamundo Neto Advogados, atua por uma das usinas. (Clique aqui)

Atentado Riocentro

Era abril de 1981 quando milhares de pessoas, que assistiam a um show em homenagem ao Dia do Trabalho no centro de eventos Riocentro, foram surpreendidas por explosões de bomba dentro de um carro no estacionamento, onde estavam dois militares. O episódio foi investigado duas vezes pela Justiça Militar, mas foi arquivado sem apontar responsáveis. Em 2014, a Comissão da Verdade revelou que as autoridades militares sabiam do atentado, e que ele seria o maior terrorismo da história, não fossem falhas na execução. No mesmo ano, o MPF apontou seis militares como responsáveis, mas o caso foi trancado no TRF-2.O MPF recorreu, e teve recurso acolhido pelo ministro do STJ, Rogerio Schietti, que determinou que o processo siga seu curso normal no Tribunal. (Clique aqui)

TST

A CCJ do Senado aprovou ontem, por unanimidade, o nome do desembargador Evandro Pereira Valadão Lopes, do TRT da 1ª região, para ocupar a vaga de ministro do TST aberta em decorrência da aposentadoria da ministra Maria de Assis Calsing.


Evento - MP da Liberdade Econômica

"MP da Liberdade Econômica - aspectos civis, empresariais e regulatórios", dia 25/6, no Tivoli Mofarrej, em SP. (Clique aqui)


Política de armas

Do escritório Reale Advogados Associados, Eduardo Reale traz sua opinião sobre as mudanças na política de armas no Brasil: "Aparentemente, falta conhecimento técnico do Poder Executivo nessa matéria e, de fato, qualquer alteração, para ter alguma validade constitucional e legal, precisa necessariamente passar por aprovação da Câmara e do Senado." (Clique aqui)

Compliance na advocacia

Pedro Henrique Reynaldo Alves (Limongi Sial & Reynaldo Alves Advocacia e Consultoria Jurídica) destaca que os escritórios de advocacia devem estar atentos para o programa de compliance. (Clique aqui)

IRPJ e CSLL

Advogada Bianca Soares De Nóbrega, do escritório Braga & Moreno Consultores e Advogados, escreve sobre o afastamento do IRPJ e da CSLL sobre a taxa SELIC. (Clique aqui)

Setor mineral

Gustavo Pires Maia da Silva e Guilherme Scarpellini Rodrigues, da banca Homero Costa Advogados, trazem uma reflexão sobre crucificação tributária no setor mineral. (Clique aqui)

MP da Liberdade Econômica

Na visão do advogado Ricardo Vieira, de Barcellos Tucunduva Advogados, MP que estabelece normas de proteção ao livre exercício de atividade econômica e flexibiliza a atuação do Estado como agente normativo e regulador, beneficiará os empresários. Confira a entrevista à TV Migalhas. (Clique aqui)

ABC do CDC

O desembargador aposentado Rizzatto Nunes, na coluna de hoje, demonstra que alguns artigos do CTN são inconstitucionais e que se fossem modificados ou revogados, resolveriam o problema da pontuação na carteira sem necessidade de aumentar a pontuação, como sugere projeto de Bolsonaro. (Clique aqui)

CPC na prática

O professor Daniel Penteado de Castro analisa o posicionamento do STJ quanto a decisão padrão e ausência de fundamentação. (Clique aqui)

Migalhas Edilícias

É substancial a quantidade de torres, antenas e equipamentos nos topos de edifícios das grandes cidades. Sobre o assunto, os advogados Fábio Machado Baldissera e Felipe Tremarin tratam do regime jurídico aplicável à locação de espaços para instalação de antenas. (Clique aqui)


  • Migalhas mundo

Patentes

Huawei quer que Verizon pague US$1 bilhão por patentes. (MI – clique aqui)

Pedofilia

Estado do Alabama sanciona lei que prevê castração química para pedófilos. (MI – clique aqui)

Extradição

Justiça inglesa define amanhã sobre pedido de extradição do fundador do WikiLeaks, Julian Assange. (MI – clique aqui)

Igualdade

Tribunal Constitucional do Equador validou casamento entre pessoas do mesmo sexo. (LA – clique aqui)


WhatsApp Migalhas

Receba notícias direto no seu celular.

Clique aqui para se cadastrar.


Mercado de Trabalho

Muitas oportunidades! Visite agora mesmo a seção Mercado de Trabalho e confira as vagas oferecidas. (Clique aqui)

Novo sócio

Com mais de 27 anos de experiência na advocacia, Christian Cardoso de Almeida ingressa em Trigueiro Fontes Advogados para liderar o time Corporate. (Clique aqui)

Fachadas

A fachada da banca de São Paulo/SP combina de forma harmoniosa o paisagismo bem elaborado com as vidraças que dão um toque de modernidade. Visite a seção Fachadas e conheça os frontispícios das bancas de advocacia do Brasil e do mundo. (Clique aqui)

Baú migalheiro

Há 55 anos, no dia 13 de junho de 1964, foi concebido pelo general Golbery do Couto e Silva o SNI - Serviço Nacional de Informações, criado pela lei 4.341 com o objetivo de superintender e coordenar, em todo o território nacional, as atividades de informações e contra-informações, em particular as que interessavam à Segurança Nacional. O novo órgão de espionagem e repressão do período militar era diretamente ligado à presidência da República e atendia o presidente e o Conselho de Segurança Nacional. O SNI incorporou todo o acervo do SFICI - Serviço Federal de Informações e Contra-Informações, inclusive os funcionários civis e militares. (Compartilhe)


Apoiadores

Clique aqui para conhecer todos os Apoiadores de Migalhas


Sorteio

A obra "Parcerias Sociais" (Juruá - 116p.), escrita por Thiago Lopes Ferraz Donnini, aborda o novo marco regulatório das organizações da sociedade civil. Dois migalheiros serão premiados pelo autor. Participe. (Clique aqui)

Maratona OAB

Pensando no estudante que se prepara para os exames de Ordem, a Saraiva Aprova organiza mais uma edição da "Maratona OAB". O evento gratuito de revisão para a prova passou por uma reformulação: aumentou de 30 para mais de 40h de conteúdo. A revisão ocorre entre os dias 24 e 29/6. (Clique aqui)

Lançamentos

A Editora Forense lança, no próximo dia 25, a obra "Código Civil Comentado", de Anderson Schreiber, sócio da banca Schreiber Domingues Cintra Lins e Silva Advogados, Flávio Tartuce, José Fernando Simão, Marco Aurélio Bezerra de Melo e Mário Delgado, do escritório MLD – Mário Luiz Delgado Sociedade de Advogados. O evento será em SP, na AASP, às 18h. (Clique aqui)

Saraiva Jur acaba de lançar a 8ª edição do "Mini Vade Mecum Saraiva 2019 - Civil e Empresarial", coordenado por Marco Antonio Araujo Jr. e Darlan Barroso. O livro contém uma seleção de diplomas, eficiente organização do material e notas remissivas que podem ajudar o candidato, tanto na hora do estudo prévio, quanto no momento da execução das provas. (Clique aqui)

Migalhíssimas

Neste fim de semana, Luiz Fernando do Vale de Almeida Guilherme (Almeida Guilherme Advogados Associados) lecionará em Campinas sobre a capacitação em Arbitragem, no LFG - Excelência Concursos. No domingo, haverá coquetel de lançamento dos livros do advogado.

Dia 17/6, às 18h30, João Vieira Neto, sócio do escritório João Vieira Neto Advocacia Criminal e presidente da Comissão de Direito Penal da OAB/PE, organiza o evento "Direito Penal Negocial", onde os palestrantes tratarão sobre colaboração premiada e outros temas. (Clique aqui)

Luciano Andrade Pinheiro, sócio do Corrêa da Veiga Advogados, será condecorado com a Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho. A comenda é concedida às pessoas que se distinguem no exercício de suas profissões, trabalham para o engrandecimento do país e para o bem da coletividade.

Do escritório Warde Advogados, Valdir Simão, diretor do IREE, e Walfrido Warde, presidente do IREE, serão mediadores do evento "Integridade e compliance na prática: O caso Petrobras". Dia 17/6, em SP. (Clique aqui)

Maria João Rolim e Helvécio Franco Maia, do escritório Rolim, Viotti & Leite Campos Advogados, participam, dia 19/6, na OAB/SP, do evento "Cobrança pelo uso de Faixas de Domínio de Vias Públicas". Entre outros, participam também Gustavo De Marchi (Décio Freire e Associados) e Orlando Maia (Ayres Britto Consultoria Jurídica e Advocacia). (Clique aqui)

Trench Rossi Watanabe realiza, dia 27/6, às 17h30, em SP, o evento "Desafios da Arbitragem e Online Dispute Resolution". Joaquim Muniz, Leticia Ribeiro, Caroline Gonçalves e Luis Borghi, do escritório, e Ricardo Dalmaso, do MercadoLivre, participam do painel. Após o evento acontece o lançamento da 5ª edição do livro "Curso Básico de Direito Arbitral", de Joaquim Muniz. (Clique aqui)

Rodrigo Sayeg (HSLAW), juntamente com outros membros, toma posse, dia 28/6, em SP, da "Cúpula Científica do Grupo de Pesquisa do Capitalismo Humanista da PUC-SP". O encontro, em comemoração ao Dia do Capitalismo Humanista, será marcado também por outorga de prêmio e lançamento de livros. (Clique aqui)

Ontem, o sócio Guilherme Carboni, do escritório Cesnik, Quintino e Salinas Advogados, esteve na Universidade de Caxias do Sul para o "1º Congresso Internacional sobre o Comum e os Commons". Carboni participou do painel "Comuns do Conhecimento: Novas Possibilidades na Ciência, Educação e Artes".

Sócio do escritório Cescon Barrieu Advogados, André Melo participou, dia 11/6, de um painel sobre "Tributação do Mercado Financeiro e de Capitais", durante o "II Seminário Tributário PUC-Rio", que terminou ontem.

Importantes nomes do Direito estão entre os palestrantes do seminário "Direto Coletivo do Trabalho", organizado pela Academia Paulista de Direito do Trabalho. Dia 27/6, em SP. (Clique aqui)

Juliana Rosa, advogada da área Tributária do escritório Stocche Forbes Advogados, foi reconhecida como "Rising Star: Tax pelo Euromoney LMG Americas Women in Business Law Awards 2019". O resultado foi divulgado semana passada, em uma cerimônia em NY.

Dannemann Siemsen é destaque mais uma vez na premiação "IAM Patent 1000". Tanto o escritório quantos os sócios nas áreas de Litigation, Prosecution e Transactions foram citados como referência pela capacidade, tradição, experiência, eficácia, eficiência, confiabilidade e conhecimento, entre outros. Em Litigation, os sócios Luiz Henrique O. do Amaral, Gustavo Morais, Joaquim Eugenio Goulart e Cláudio França Loureiro são os destaques. Em Prosecution, Ivan Ahlert, Frank Fischer e Ana Claudia Mamede Carneiro. Luiz Henrique O. do Amaral e Cândida Ribeiro Caffé lideram na área de Transactions.

Comprometida com a responsabilidade social, a Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo aderiu à Campanha do Agasalho 2019 do município e será posto de arrecadação de agasalhos, calçados, cobertores e roupas em geral em bom estado de conservação.

Gestão compartilhada de contratos

Dia 7/8, acontece, em SP, a 4ª edição do encontro "Gestão Estratégica de Contratos". O evento terá painéis, debates e cases, com presenças confirmadas de autoridades de contratos e negociação de departamentos do Google, GE, Mercado Livre, entre outros. Condições especiais para inscrição até dia 15/6. Informações por e-mail, clique aqui, ou acesse o site aqui.

Direito Imobiliário

O mercado imobiliário sempre apresenta uma forte demanda por profissionais do Direito, além de ser alvo de constantes e relevantes alterações legislativas. Pensando nisso, o curso de especialização em "Direito Imobiliário", da PUC-SP, promove a formação de profissionais habilitados a enfrentar os desafios dispostos no âmbito do Direito Imobiliário. Inscrições com desconto. (Clique aqui)

Direito Imobiliário – II

Estão abertas as matrículas para o "Curso de Especialização em Direito Imobiliário", do Instituto de Direito da PUC-Rio em parceria com IBRADIM. As aulas serão na unidade Centro, às sextas-feiras, das 18h30 às 21h30, e aos sábados das 8 às 13h30. Inscreva-se. (Clique aqui)

Direito Previdenciário

Intelecto Soluções Inteligentes está com inscrições abertas para o curso online "Curso de Extensão em Direito Previdenciário". Inscreva-se. (Clique aqui)

Reforma Trabalhista

Em SP, no dia 27/6, o Forum Cebefi realiza a palestra "Inspeção do Trabalho no Pós Reforma Trabalhista". Concorra a uma vaga-cortesia. (Clique aqui)

Palestra

No dia 25/6, o IbiJus – Instituto Brasileiro de Direito transmite a palestra "Os 3 erros que te fazem perder o cliente na primeira reunião". Inscrições gratuitas. (Clique aqui)


Fomentadores

Clique aqui para conhecer todos os Fomentadores do Migalhas


Migalhas também é cultura!

Joaquim Manuel de Macedo | Padre Antônio Vieira | Luís Roberto Barroso | Joaquim Nabuco | Paulo Bomfim | Lima Barreto | Olavo Bilac | Bernardo Guimarães | Camilo Castelo Branco | Aluísio Azevedo | Bastos Tigre | Rui Barbosa | Machado de Assis | Euclides da Cunha | Eça de Queirós | José de Alencar

Clique aqui e acesse mais títulos


Mural Migalhas

Veja abaixo as cidades carentes de profissionais:

BA/São Félix do Coribe
GO/Alvorada do Norte
GO/Maurilândia
MS/Guia Lopes da Laguna
PB/Diamante
SC/Cocal do Sul

Cadastre-se como um Correspondente Migalhas. (Clique aqui)


Migalhas Clipping

The New York Times - EUA
"C.I.A. Scrutinized By Justice Dept. Over Russia Case"

The Washington Post - EUA
"A frozen journey on a vanishing frontier"

Le Monde - França
"Les enseignements du discours de Philippe"

Corriere Della Sera - Itália
"I paletti di Di Maio per la flat tax «E no al rimpasto»"

Le Figaro - França
"Philippe garde le cap et verdit sa politique"

Clarín - Argentina
"Habrá siete frentes: Massa volvió al kirchnerismo y Lavagna va con Urtubey"

El País – Espanha
"Los acusados del ´procés´ cierran el juicio con un alegato político"

Público - Portugal
"Envelhecimento já está a travar o crescimento da economia"

Die Welt - Alemanha
"Bevölkerungszahl im Osten fällt auf den Stand von 1905"

The Guardian - Inglaterra
"Labour defeat hands boost to hard Brexit candidates"

O Estado de S. Paulo - São Paulo
"Governo sofre derrotas no Senado e no Supremo"

Folha de S.Paulo - São Paulo
"Câmara desidrata texto da Previdência e tira capitalização"

O Globo - Rio de Janeiro
"Relatório exclui estados e capitalização da reforma"

Estado de Minas - Minas Gerais
"Relator retira estados da reforma"

Correio Braziliense - Brasília
"DF, estados e municípios são excluídos da reforma"

Zero Hora - Porto Alegre
"Relator tira Estados e municípios de texto da reforma da Previdência"

O Povo - Ceará
"Queda na taxa de alvará atinge 90% das empresas"

Jornal do Commercio - Pernambuco
"Flexibilização para mulher e professora na reforma"